TRABALHO E ESCRITA: CULTO, CULTIVO E CULTURA / Work and writing: cult, cultivation and culture

Autores

  • Geraldo Márcio Alves dos Santos UFV

Palavras-chave:

Trabalho e Educação, Cultura escrita, Ergologia e ferramenteiro

Resumo

Este artigo propõe analisar interfaces entre o trabalho e a escrita, mais especificadamente, no que concerne aos saberes produzidos, mobilizados e formalizados pelos trabalhadores no chão de fábrica. Busca-se, também, discutir a contradição entre a noção de escrita legitimada socialmente e outras formas de escrita e, em que medida, escola e mundo do trabalho interrogam o imbricamento entre trabalho e escrita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo Márcio Alves dos Santos, UFV

Doutor em Educação pela Universidade Federal Fluminense, Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Professor Adjunto da Universidade Federal de Viçosa

Downloads

Publicado

2011-04-27

Como Citar

SANTOS, G. M. A. dos. TRABALHO E ESCRITA: CULTO, CULTIVO E CULTURA / Work and writing: cult, cultivation and culture. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 19, n. 3, p. 73–85, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8690. Acesso em: 29 fev. 2024.