A NOSTALGIA DO TRABALHO

Autores

  • Justino de Sousa Junior FAE/UFMG

Resumo

Os fragmentos a seguir mostram representações sobre o trabalho presentes na Rússia da passagem de séculos (XIX - XX). As elites da velha Rússia esboçavam a modificação das suas noções sobre o trabalho e buscavam remédio para as doenças do ócio e para sua própria decadência econômica. Aquelas elites pareciam querer se desvincular da imagem de classes parasitas e achar um lugar na sociedade industrial. A velha Rússia de relações feudais e semifeudais apresentava nas metrópoles um certo desenvolvimento industrial, a agitação das lutas sociais assim como uma categoria de artistas e intelectuais bastante inquieta e criativa. A velha Rússia se preparava para os acontecimentos de 1905 e 1917.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-29

Como Citar

SOUSA JUNIOR, J. de. A NOSTALGIA DO TRABALHO. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 12, n. 1, p. 159–160, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8985. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

RESENHAS