O SABER NO SALÃO DE BELEZA /Knowledge in the hair salon

Autores

  • Jarbas Novelino Barato Universidade São Judas

Palavras-chave:

Epistemologia, Saber profissional, Cabeleireiros

Resumo

Este estudo aborda a inadequação do par antitético teoria e prática como referência para o saber da técnica em atividades de capacitação profissional. O interesse investigativo da questão surgiu quando uma empresa propôs, para uma instituição de ensino, a redução dos conteúdos técnicos em curso de qualificação profissional. A investigação buscou fundamentos na epistemologia de Gilbert Ryle e na proposta de David Merrill para ensino de processos. Dados e análises tiveram como referência aulas de demonstração de um grupo de 25 professores de cursos de cabeleireiro. Resultados confirmaram a inadequação do par teoria e prática, assim como o status epistemológico próprio do saber na ação. Na conclusão, recomenda-se que novos estudos sobre a questão investiguem a integração do ensino de ciências ao ensino de processos técnicos, nos momentos em que a ação requerer explicação científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jarbas Novelino Barato, Universidade São Judas

Doutorado em Educação pela UNICAMP. Professor Adjunto da Universidade São Judas Tadeu.

Downloads

Publicado

2013-12-08

Como Citar

BARATO, J. N. O SABER NO SALÃO DE BELEZA /Knowledge in the hair salon. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 22, n. 3, p. 241–257, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9237. Acesso em: 30 nov. 2021.