PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO NÃO ESCOLAR ENTRE A PRECARIZAÇÃO E A PROFISSIONALIZAÇÃO / Practices of non-school education between precarization and professionalization

Autores

  • Eliana Perez Gonçalves de Moura Universidade Feevale
  • Dinora Tereza Zucchetti Universidade Feevale
  • Magali Mendes de Menezes Universidade Federal do rio Grande do sul

Palavras-chave:

Educação não escolar, Formação de educadores, Profissionalização, Trabalho precarizado

Resumo

O texto busca analisar os efeitos da emergência do terceiro setor - fruto da nova organização produtiva - que afetou inúmeros coletivos de trabalhadores, dentre os quais os sujeitos que atuam em projetos socioeducativos. Considerando o movimento nacional de luta pela profissionalização, expresso em parte na proposição do Projeto de Lei n. 5346/09 como um processo que escamoteia um mecanismo de naturalização das desigualdades, reflete-se sobre a relação entre a inserção laboral, a formação profissional e os processos de precarização que têm caracterizado a prática laboral desses educadores no contexto contemporâneo. Neste texto, ensaiamos uma breve reflexão teórica baseada em dados de uma pesquisa - do tipo qualitativa, na modalidade de pesquisa-formação - desenvolvida junto a um grupo de 11 educadores que atuam em projetos socioeducativos executados por organizações governamentais, não governamentais e do terceiro setor, na cidade de Novo Hamburgo/RS. Também se discute a ideia da formação em serviço como resultado da precarização do trabalho e desta como reflexo da funcionalidade presente em programas e projetos socioeducativos. Ante uma tendência a uma leitura "naturalizante" dessa relação, abordamos o tema sob essa perspectiva para propor uma análise que proporcione a compreensão dos mecanismos de produção e reprodução social desse fazer profissional. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliana Perez Gonçalves de Moura, Universidade Feevale

Doutora em Educação pela PUCRS. Professora Titular e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Diversidade e Inclusão da Feevale. 

Dinora Tereza Zucchetti, Universidade Feevale

Doutora em Educação pela UFRGS; Graduada em Serviço Social pela Universidade de Caxias do Sul. Professora titular e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Diversidade e Inclusão da Feevale. 

Magali Mendes de Menezes, Universidade Federal do rio Grande do sul

 Doutora e Mestre em Filosofia pela Pucrs; Doutora pela Université de Toulouse - Le Mirail (Doutorado Sanduíche); Graduada em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição. Professora Adjunta II da UFRGS, área de Filosofia da Educação. 

Downloads

Publicado

2014-12-18

Como Citar

MOURA, E. P. G. de; ZUCCHETTI, D. T.; MENEZES, M. M. de. PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO NÃO ESCOLAR ENTRE A PRECARIZAÇÃO E A PROFISSIONALIZAÇÃO / Practices of non-school education between precarization and professionalization. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 23, n. 3, p. 87–100, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9256. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS