“OCUPAR, RESISTIR E PRODUZIR, TAMBÉM NA EDUCAÇÃO!” O MST E A BUROCRACIA ESTATAL: NEGAÇÃO E CONSENSO / "Occupy, resist and produce, also in education!" The MST and the state bureaucracy: denial and consensus

Autores

  • Arlete Ramos dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS/UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

Palavras-chave:

Burocracia, Capitalismo, Gestão educacional, Movimento social, MST, Trabalho coletivo, Socialismo

Resumo

O objetivo desse trabalho é analisar a gestão educacional do MST, sob o enfoque da burocracia estatal capitalista, como elemento de contradição, tendo em vista que esse Movimento luta por um paradigma de sociedade que diverge do Estado. A pesquisa foi realizada em nove regionais do MST na Bahia, a saber: Norte, Nordeste, Sul, Sudoeste, Baixo Sul, Extremo Sul, Recôncavo Baiano, Chapada Diamantina e Oeste. Para tanto, buscou-se identificar como a burocracia estatal se insere no processo educativo do MST, por meio dos instrumentos de base racional-legal, levando em consideração as perspectivas weberiana e marxista. Foi também analisado se a gestão implementada nas escolas de assentamentos e acampamentos do MST - BA é autoritária ou democrática, buscando evidenciar quais os desafios e conflitos vivenciados pelo gestor da educação no Movimento, uma vez que ele faz os papéis de diretor/coordenador junto à burocracia estatal (Secretaria Municipal de Educação), na qual predomina a proposta de educação do capital, e de militante junto ao setor de educação do MST...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arlete Ramos dos Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS/UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

Doutorado em Educação e Mestrado em Educação pela FaE/UFMG; Especialização em Psicopedagogia pela Facinter e em Políticas Públicas e educação pela UESB; Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Downloads

Publicado

2014-02-09

Como Citar

SANTOS, A. R. dos. “OCUPAR, RESISTIR E PRODUZIR, TAMBÉM NA EDUCAÇÃO!” O MST E A BUROCRACIA ESTATAL: NEGAÇÃO E CONSENSO / "Occupy, resist and produce, also in education!" The MST and the state bureaucracy: denial and consensus. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 22, n. 3, p. 287–289, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9281. Acesso em: 2 dez. 2021.