Contratradições inventadas: crise e fantasmas da Teoria / Invented Countertraditions: Theory’s Crisis and Ghosts

  • Pedro Henrique Trindade Kalil Auad Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas
Palavras-chave: teoria da literatura, crise, fantasmas, tradução, tradição inventada, literary theory, crisis, ghosts, translation, invented traditions.

Resumo

Resumo: Este artigo parte do conceito de tradições inventadas, cunhado por Eric Hobsbawm e Terence Ranger para pensar sobre a história da Teoria da Literatura e a crise desta que se desenvolve principalmente a partir dos anos 1980. Nesse sentido, nos debruçamos sobre o trabalho de três autores que refletiram sobre a crise, a saber, Terry Eagleton, Vincent B. Leitch e Paul H. Fry. A partir disso, pensamos sobre os postulados da crise da Teoria e suas contradições e como o discurso sobre a crise teórica é um discurso não só interessado, mas também centrado num espaço específico e que representa apenas certos modelos teóricos. Assim, percebemos que a teoria não acabou, e que ela continua assombrada por fantasmas, tendo aqui a concepção destes extraída das reflexões de Jacques Derrida.

Palavras-chave: teoria da literatura; crise; fantasmas; tradução; tradição inventada.

Abstract: Departing from the notion of invented traditions, coined by Eric Hobsbawm and Terence Ranger, this article reflects about the history of Literature Theory and its crisis that evolves mainly from the 1980s. In this sense, we focus on the work of three authors who weigh in on these subjects, namely, Terry Eagleton, Vincent B. Leitch, and Paul H. Fry. From this, we considered the postulates of the Theory crisis, its contradictions and how the discourse on the theoretical crisis is a discourse not only interested, but also centered in a specific space and represents only certain theoretical models. Thus, we realize that the Theory is not over, and that it remains haunted by ghosts, whose concept was extracted from Jacques Derrida’s perspective. 

Keywords: literary theory; crisis; ghosts; translation; invented traditions.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Trindade Kalil Auad, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, Alagoas
Possui graduação em Letras (2007), mestrado em Teoria da Literatura (2010) e doutorado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (2014) pela Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é professor visitante do PPGLL da FALE/UFAL. Trabalha principalmente com os seguintes temas: teoria literária, teoria do cinema, teoria feminista, teatro, estruturalismo, pós-estruturalismo, Samuel Beckett e Chris Marker.
Publicado
2019-09-30
Seção
Dossiê – Teoria e Crítica Literária no Tempo Presente