Anúncios

  • CHAMADA ALETRIA - v. 35, n.1 (jan. - mar. 2025) Dossiê: Textos e imagens: transparência e opacidade

    2023-12-12

    Esta edição da Aletria: Revista de Estudos Literários propõe acolher artigos que adotem uma abordagem multidisciplinar para a questão de como as imagens funcionam em relação à transparência e à opacidade, conceitos desenvolvidos pelos estudos da Intermidialidade. Como os deslocamentos, as apropriações e os hibridismos, a reciclagem e a reutilização constituem características distintas das imagens, seja a do cinema, da fotografia, da tela digital? Quais processos midiáticos podem ser considerados mais transparentes ou opacos? A própria natureza das imagens nos permite ir além da ideia de simples mediação?  Basta pensar no trabalho de escritores como W.G. Sebald, M. Duras, I. Calvino, A. Smith, D. DeLillo e P. Modiano, por exemplo, para ver como essas questões também podem ser levantadas na literatura. As propostas para esta edição devem "interrogar" a imagem por meio de estudos de caso e práticas artísticas e culturais (sem limitações cronológicas, epistemológicas ou discursivas), das artes visuais à literatura, da arquitetura ao cinema. Assim, para além da temática específica sobre a transparência e a opacidade, este dossiê temático propõe uma abordagem estética, histórica e mesmo política sobre as imagens, com base no princípio de que elas nunca são uma mera aparência e que são sempre uma reinterpretação.

    Saiba mais sobre CHAMADA ALETRIA - v. 35, n.1 (jan. - mar. 2025) Dossiê: Textos e imagens: transparência e opacidade
  • CHAMADA ALETRIA – v. 34, n.4 (out. -dez. 2024) Dossiê: Transformações e vanguardas: 1800 - 1900 - 2000

    2023-11-17

    Transformações e vanguardas: 1800 - 1900 - 2000  

     

    As viradas de século geralmente aparecem como marcadores de novos desenvolvimentos históricos. O grande impulso em direção à modernização por volta de 1900 foi seguido por uma revolução nas artes e na literatura e se manifestou nas inúmeras vanguardas e -ismos que se consideravam programaticamente como pioneiros de uma nova era e se diferenciavam do estabelecido. Entretanto, um século antes, com o romantismo europeu por volta de 1800, já havia surgido um movimento que queria dar uma resposta radical a todas as convenções do ancien régime e foi identificado por teóricos posteriores (antes de tudo Walter Benjamin) como a primeira formação significativa de uma literatura moderna. As vanguardas podem ser entendidas como reações estéticas a revoltas sociais, políticas, econômicas e da mídia, como tentativas experimentais de representar, processar e, se possível, superar um presente percebido como uma crise. Não se pode negar que, desde o início do século XXI, nos encontramos em uma crise global, atacando em várias frentes e se agravando constantemente. É possível identificar abordagens de experimentação estética na literatura contemporânea que possam ser entendidas como respostas a facetas específicas dessa crise abrangente? 

    Este dossiê da revista Aletria convida contribuições que tratem de fenômenos de vanguarda por volta de 1800, 1900 e 2000. Como palavras-chave para o presente, sugerimos: a revolução da mídia e rupturas sociais. 

    Saiba mais sobre CHAMADA ALETRIA – v. 34, n.4 (out. -dez. 2024) Dossiê: Transformações e vanguardas: 1800 - 1900 - 2000
  • CHAMADA ALETRIA - v. 34, n.3 (jul. - set. 2024) Dossiê: Realismo: Ontem e Hoje

    2023-10-23

    Realismo: ontem e hoje

     

    Este número da Revista Aletria tem o objetivo de pôr em debate a concepção de realismo, sabendo de seu histórico heterogêneo e de sua conceituação controversa. O foco será o realismo considerado no sentido “crítico”, ou seja, não como escola ou como prescrição ideológica, abrangendo as literaturas e outras artes de todos os tempos, desde os clássicos até o momento contemporâneo. Neste sentido, a apreensão exige perspectiva ampla, retomando o debate histórico, filosófico e sociológico correspondente, com ênfase no caráter dialético da forma. Serão aceitos artigos de natureza teórica ou analítica, com interesse pela produção estética em literatura brasileira, estrangeira ou, ainda, comparatista.

    Saiba mais sobre CHAMADA ALETRIA - v. 34, n.3 (jul. - set. 2024) Dossiê: Realismo: Ontem e Hoje
  • Aletria corrige problema para envio de submissões ao dossiê " Natureza e violência"

    2022-05-03

    Recentemente, a Aletria: Revista de Estudos de Literatura foi notificada da impossibilidade de submeter artigos ao Dossiê: Natureza e violência, uma vez que esta opção não aparecia no processo de submissão.

    Informamos que o problema foi corrigido e já é possível enviar trabalhos ao dossiê.

    Lembramos ainda que o prazo para submissões se encerra em 15 de junho de 2022.

    Agradecemos a compreensão de todos.

    Saiba mais sobre Aletria corrige problema para envio de submissões ao dossiê " Natureza e violência"