O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: UM CONTEXTO FAVORÁVEL AO DESENVOLVIMENTO DA CAPACIDADE DE REFLEXÃO?

Autores

  • Maria Gracilene de Carvalho Pinheiro Universidade Pitágoras - UNOPAR
  • Diego Fogaça Carvalho Universidade Pitágoras UNOPAR
  • Fátima Dias Universidade Pitágoras UNOPAR

Palavras-chave:

Formação Inicial de professores, PIBID, Desenvolvimento profissional docente, Reflexão.

Resumo

O estudo descrito neste texto é um recorte de uma pesquisa de Pós-doutorado em Metodologias para o Ensino de Linguagens e suas Tecnologias, que tem como objetivo produzir conhecimentos – referenciais acerca do desenvolvimento profissional de futuros professores no contexto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Do referido Programa participam professores universitários, coordenadores dos projetos na universidade em que o PIBID é institucionalizado; professores em formação, estudantes de Graduação; e professores supervisores de escolas públicas da Educação Básica. Com base nos referenciais que fundamentam as pesquisas desenvolvidos pelos autores deste estudo, assume-se como desenvolvimento profissional docente o processo por meio do qual o professor desenvolve, entre outras competências, os conhecimentos ou saberes para o ensino; e a capacidade para refletir na e sobre a prática. Neste texto, tem-se a finalidade de discutir se o PIBID configura-se em contexto favorável ao desenvolvimento da capacidade de reflexão do futuro professor, neste caso, estudante de Pedagogia. Para tanto, analisou-se informações relativas às experiências vivenciadas por uma integrante no âmbito do Programa. Em termos de resultados, evidenciou-se, com base nas informações levantadas, analisadas e discutidas, que o PIBID, da forma como foi institucionalizado, trouxe implicações favoráveis ao processo de desenvolvimento da capacidade de reflexão pessoal e profissonal da professora, configurando-se contexto de desenvolvimento profissional. Ressalta-se, nesse processo, o papel central dos coordenadores, visto que eles são diretamente responsáveis pelo desenvolvimento profissional do professor em formação, em todas as suas vertentes, e no que diz respeito à qualidade da reflexão desenvolvida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Gracilene de Carvalho Pinheiro, Universidade Pitágoras - UNOPAR

Doutora em Educação Matemática pela Universidade Anhanguera de São Paulo - UNIAN. Realizou estágio sanduíche no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa – Portugal. Foi orientada, no Brasil, pela Profa. Dra. Angélica da Fontoura Garcia Silva e, em Portugal, pela Profa. Dra. Lurdes Serrazina. Desenvolve pesquisas na área de formação de professores, com foco, especialmente, nas possibilidades formativas em termos de desenvolvimento profissional docente e conhecimento profissional para o ensino de Probabilidade nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Pertence ao grupo de pesquisas do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu de Educação Matemática da UNIAN-SP, coordenado pelo prof. Dr. Ruy Pietropaolo. Pós-doutoranda do Programa Stricto Sensu Metodologias para o Ensino de Linguagens e suas Tecnologias, UNOPAR-Londrina. Atuou como professora substituta no curso de Matemática da UFGD – MS.

Diego Fogaça Carvalho, Universidade Pitágoras UNOPAR

Possui graduação em Matemática pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (2008), mestrado (2012) e doutorado (2016) em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Também realizou seu estágio pós-doutoral na mesma universidade que concluiu o doutorado (2017). Atualmente, é professor permanente nos Programas de Mestrado em Metodologias para o Ensino de Linguagens e suas Tecnologias da Unopar e Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Anhanguera -- Uniderp. Seus principais interesses de pesquisa se centram nos seguintes temas: Formação de Professores, Análises Qualitativas, Inovações tecnológicas no processo de ensino e aprendizagem e Ensino Híbrido.

Fátima Dias, Universidade Pitágoras UNOPAR

Pós-Doutorado em Metodologias para o Ensino de Linguagens e suas Tecnologias pela Universidade Norte do Paraná, Doutora e Mestre em Educação Matemática pela Universidade Bandeirante e Anhanguera, na linha de pesquisa Formação de Professores que Ensinam Matemática com projetos de pesquisa na área de Formação Continuada, Tecnologias Digitais na Educação, Metodologia de Ensino e Educação a Distância. Graduada em Matemática, Ciências Físicas e Biológicas e Pedagogia. Especialista em Informática Educativa pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. Docente no Ensino Superior na Fundação São Paulo e Pontifícia Universidade Católica - PUC no curso de Pós-graduação Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação e no Centro Universitário - SENAC, Fundação São Paulo. Atuou como diretora do departamento de criação e produção de recursos didáticos e tecnológicos para implementação de cursos em educação a distância.

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

Artigos