SER PROFESSOR, UMA CONSTRUÇÃO EM TRÊS ATOS:

FORMAÇÃO, INDUÇÃO E DESENVOLVIMENTO NA CARREIRA

Autores

Palavras-chave:

Formação Docente, Entrada Profissional, Formação Continuada.

Resumo

O artigo pretende refletir acerca da construção profissional do professor em três momentos, a saber: a formação inicial, a indução nos primeiros anos de exercício profissional e o desenvolvimento por meio da formação contínua.  Nosso argumento inicial advém de uma investigação que teve como objetivo geral analisar as percepções dos professores lotados em uma escola pública do município de Niterói/RJ, buscando perceber de que maneira a formação continuada oferecida pela rede municipal de educação contribuía para o fortalecimento da educação em tempo integral. Partindo da literatura da área e da observação da prática da escola investigada, pudemos tecer percepções e olhares sobre a formação continuada e sua importância na composição do profissional docente. Realizamos uma Revisão Sistemática de Literatura (RSL) com os teóricos de referência, como:  Nóvoa (2019; 2018); Huberman (2013), Tardiff (2000), Gatti (2010). A pesquisa é de cunho qualitativo e insere-se no paradigma interpretativo que apresenta duas funções primárias: identificar por meio de conceitos  um grupo de questões teórico e metodológicas e  legitimar a investigação realizada por meio da validação por pares. Para o desenvolvimento metodológico, utilizamos as técnicas de análise documental, a organização de um protocolo que sintetiza os principais argumentos dos teóricos em seus textos, e trouxemos à discussão os resultados oriundos da RSL. Como achados da pesquisa, destacamos a necessidade de uma estruturação de tempos e espaços para que aconteçam os encontros formativos, a fim de criarmos momentos de troca que apresentem significados teóricos e práticos na reflexão individual e coletiva do professor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Katia Vasconcellos, UNIVERSIDADE DE ÉVORA

Doutoranda em Ciências da Educação na Universidade de Évora (Portugal) - Mestre em Educação, na linha de pesquisa de Políticas Públicas, História e Cultura pelo Programa de Pós Graduação em Educação ( PPGEDU/UNIRIO).Pesquisadora do Programa Jovem Cientista/Faperj. Pesquisadora do do Grupo de Pesquisa Políticas, Gestão e Financiamento em Educação (UNIRIO). Pesquisadora participante do Grupo POLIFONIA, Coordenado Pela Professora Doutora Inês Bragança. Pesquisadora participante do Centro de Investigação em Educação e Psicologia (CIEP) da Universidade de Évora Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense (2000), Especialista em Literatura Infanto Juvenil pela Universidade Federal Fluminense ( 2002). Atuou na Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro entre os anos de 2002 e 2010, como professora II, séries iniciais do ensino fundamental, regendo turmas Bilíngues, e sendo uma das pioneiras no processo de inclusão de surdos nas classes especiais e da LIBRAS como Língua de referência destes alunos. Possui certificação do MEC do PROLIBRAS 2008 ( modalidade Tradução e Interpretação) e Proficiência em Língua de Sinais pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos ( INES) além do curso de Grafia Braille, aprimorando os conhecimentos e habilidades para trabalhar o desenvolvimento do aluno surdo, cego e surdocego. Com a aprovação no concurso público para a segunda matrícula em Niterói, pediu exoneração da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, passando a trabalhar em período integral na Fundação Municipal de Educação de Niterói, como Professora Regente Especialista Como professora regente do grupo Bilíngue na Fundação Municipal de Educação de Niterói no Período de 2007 até 2013, onde também trabalhou como professora de apoio com surdo-cegos e com outras deficiências.Neste período, fez curso de Leitura e Escrita do Método Braille. Em Meados de Agosto de 2013, passou a atuar em Unidades Municipais de Educação, na Prefeitura de Niterói, como professora regente, tendo a oportunidade de atender crianças na faixa etária de 2 a 3 anos e desenvolver projetos de identidade muito pertinentes a clientela atendida. Atuou com grupos de fundamental I na Escola Municipal Anísio Teixeira, Na Prefeitura de Niterói, escola com proposta diferenciada, de educação em tempo integral, onde desenvolveu projetos dentre os quais, PIBID ( Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) atuando como Professora Supervisora, em parceria com a Universidade Federal Fluminense; o NIKITI LATA, com o financiamento da Fundação Municipal de Educação; TIM FAZ CIÊNCIAS, entre outros. Pesquisadora do NEEPHI/Unirio. e do Grupo de Pesquisa em Políticas, Gestão e Financiamento da Educação/POGEFE/UNIRIO, coordenado pela Profª Drª Elisangela da Silva Bernado.

 

Publicado

2022-01-13

Edição

Seção

Dossiê - Formação Docente e Práticas Pedagógicas: tempos, tensões e invenções