Três poemas de futebol

Resumo

Nestes três poemas, sem título, "Desmedida" e "Uma e outra", Caio Karmona liga o futebol ao erotismo (ludos e eros), não definindo precisas regras entre o jogo da bola e o jogo erótico, porque ambos movidos pelo prazer – “Se a uma me entrego nos carinhos / de mesa e cama, à outra me dou / nos fins de semana”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kaio Carmona, FAJE

Realiza Pós-Doutorado na UFMG sobre a poesia de Affonso Ávila. Professor Visitante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG). Professor Assistente da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). Doutor em Estudos Literários: Literatura Brasileira, pela Universidade Federal de Minas Gerais (2015). Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005), na linha de pesquisa Literatura, História e Memória Cultural. Graduado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui experiência na área de Literatura Brasileira e Literatura Portuguesa, Língua Portuguesa e Produção de Texto, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura Contemporânea, poesia do século XX e XXI, história literária, Belo Horizonte, Estudos Mineiros, Ensino de Língua Portuguesa, Escrita.

Referências

CARMONA, Kaio. Desmedida; Uma e outra. Para quando. Belo Horizonte: Scriptum, 2017, p. 59; 61.
ROSA, Mário Alex; BELFORT, Welbert. (Orgs). Pelada poética: Copa do Mundo no Brasil. Belo Horizonte: Scriptum, 2014, p. 49.
Publicado
2020-06-23
Como Citar
Carmona, K. (2020). Três poemas de futebol. FuLiA / UFMG, 4(3), 193-194. https://doi.org/10.17851/2526-4494.4.3.193-194