• Futebol e mulheres
    v. 4 n. 1 (2019)

    O dossiê Futebol e mulheres reúne textos que analisam a presença das mulheres no futebol em suas variadas manifestações esportivas e culturais.

  • Futebóis
    v. 3 n. 3 (2018)

    A revista FuLiA / UFMG abriu espaço para um dossiê para tratar dos futebóis – não interessa tanto o termo, evidentemente, mas a concepção plural que ele sugere. Os textos que compõem o Dossiê da presente edição refletem esta tendência pluralista e são o prenúncio de que ela possa ser ampliada ainda mais. 

  • Sobre Copas do Mundo...
    v. 3 n. 2 (2018)
    Em pleno clima de descrença, e de festividade, que paira sobre o futebol mundial, a revista FuLiA / UFMG, por meio do Dossiê Sobre Copas do Mundo..., apresenta pesquisas sobre o tema que, independentemente de suas abordagens teóricas, metodológicas ou contextuais, relacionam-se com o maior evento esportivo internacional, tanto a partir de vieses historiográficos, memorialistas e sociológicos, como de vieses artísticos e culturais. 
  • Futebol e política no mundo lusófono
    v. 3 n. 1 (2018)

    Futebol e política estão associados de maneira estreita e profunda desde o surgimento dessa modalidade esportiva, hoje mundialmente popular. Ao enfocar o mundo lusófono marcado por intenso entusiasmo pelo futebol, surgem idéias muito interessantes sobre as linhas de desenvolvimento histórico de suas nações, sociedades e culturas. No universo atual do futebol, também se refletem crises sociais e políticas, bem como cisões do presente.

    O futebol sempre foi e ainda é uma questão política num sentido positivo e negativo; a profissionalização do esporte nas primeiras décadas do século XX fez com que certas barreiras de classe e de “raça” se rompessem; regimes autoritários, com grande frequência, não medem esforços em instrumentalizar e ideologizar esse esporte preferido das massas.

  • Crônica esportiva no Brasil: história e narrativa
    v. 2 n. 3 (2017)

    Com o espírito de renovação e de revisão da importância da crônica nos estudos acadêmicos futebolísticos que o presente dossiê foi elaborado e aberto às contribuições. Ao abrir espaço para submissões de trabalhos interessados em explorar casos, colunas, escritores e periódicos nacionais voltados à história da crônica no Brasil, tivemos por motivação estimular o debate e agrupar pesquisas em torno das diversas formas de narração do fenômeno futebolístico no país. 

  • O futebol em contextos locais e regionais
    v. 2 n. 2 (2017)

    A história dos estudos sobre o esporte no Brasil está intimamente ligada à importância que o futebol adquiriu no país, como símbolo de nossa identidade cultural. Por isso, a grande maioria dos trabalhos mais destacados se dedica a essa dimensão nacional do futebol, tratada geralmente a partir da história desse esporte nas grandes metrópoles brasileiras, especialmente a cidade do Rio de Janeiro. Em tempos mais recentes, no entanto, esse panorama vem se modificando, em função do crescimento, da difusão e da consolidação dos estudos sobre o esporte no país. Nesse movimento, é cada vez maior o número de trabalhos de pesquisa que se contrapõem a essa perspectiva nacional, abordando as histórias, manifestações e particularidades do fenômeno esportivo em contextos locais e regionais. O objetivo deste dossiê é apresentar um pouco dessa produção, revelando configurações do fenômeno esportivo que não podem ser reduzidas às grandes narrativas canônicas da história do futebol brasileiro.

  • A performatividade do futebol na cultura: identidade e gênero
    v. 2 n. 1 (2017)

    Artigos derivados dos trabalhos apresentados no II Simpósio Internacional Futebol, Linguagem, Artes, Cultura e Lazer realizado em Belo Horizonte, em setembro de 2016, organizado pelos núcleos de pesquisa da UFMG: GEFuT e FULIA. 

  • Jogar sem bola: pensando o futebol
    v. 1 n. 1 (2016)

    Artigos derivados do evento homônimo, realizado no dia 11 de março de 2016 no Instituto de Letras da Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ).