Um modernista paraibano no mundo José Lins do Rego e a excursão do Flamengo à Suécia em 1951

Conteúdo do artigo principal

Regiane Matos

Resumo

Este artigo aborda a viagem do intelectual modernista José Lins do Rego (1901-1957) à Suécia, ocorrida no ano de 1951, ocasião na qual o paraibano chefiou a delegação do time de futebol masculino do Clube de Regatas do Flamengo naquela que foi a primeira excursão à Europa. Serão comentadas as redes de sociabilidade por ele constituídas, principalmente com Otto Ola Gunnar Göransson (1914-1974), dando luz à reunião e análise das crônicas esportivas por ele assinadas e recuperando artigos de jornais brasileiros (O Globo e Jornal dos Sports) e suecos (Aftonbladet; Dagens Nyheter; Idrottsbladet; Rekordmagasinet; Stochholms-Tidningen; Svenska Dagbladet) que trataram dessa turnê sueca. Pretende-se, pois, revelar a faceta de Zé Lins cronista esportivo e viajante. A hipótese central é que o alargamento da rede de sociabilidade para uma escala internacional é decorrente da consagração literária do romancista em 1943, colhendo os louros após a publicação de Fogo morto. Foi a partir desse ano que começaram as suas viagens internacionais, que lhe permitiram conhecer 18 países do mundo e estabeleceram uma ponte que lhe permitiu ir além dos seus guetos provincianos, comunicando-se com seu público-leitor e revelando a ele suas andanças por tantos becos deste mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Matos, R. (2023). Um modernista paraibano no mundo: José Lins do Rego e a excursão do Flamengo à Suécia em 1951. FuLiA/UFMG, 7(3), 93–124. https://doi.org/10.35699/2526-4494.2024.38768
Seção
DOSSIÊ
Biografia do Autor

Regiane Matos, CPDOC/FGV-Rio

Mestranda no Programa "Culturas e identidades brasileiras" do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo

Referências

ALBUQUERQUE JUNIOR, Durval Muniz. O engenho anti-moderno: a invenção do Nordeste e outras artes. Tese (Doutorado em História). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Unicamp, Campinas, 1994.

AZEVEDO, Neroaldo Pontes de. “José Lins do rego: trajetória de uma obra”. In: COUTINHO, Eduardo F.; CASTRO, Ângela Bezerra de. (orgs.). José Lins do Rego. Rio de Janeiro/João Pessoa: Civilização Brasileira/Edições Funesc, 1991, p. 208-224 (Coleção Fortuna Crítica 7 – direção de Afrânio Coutinho).

BUENO, Luís. Uma História do Romance de 30. 1ª ed. São Paulo/Campinas: Editora da Universidade de São Paulo/Editora da Unicamp, 2015.

COUTINHO, Edilberto. Zelins, Flamengo até morrer. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1984.

DANTAS, Cauby. Gilberto Freyre e José Lins do Rego: diálogos do senhor da casa-grande com o menino de engenho. Campina Grande: Eduepb, 2015.

“Fla-Estatística: O museu virtual do Clube de Regatas do Flamengo”. Página oficial.

FREYRE, Gilberto. Região e tradição. Rio de Janeiro: José Olympio, 1941 (Coleção Documentos Brasileiros).

HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque de. ABC de José Lins do Rego. Rio de Janeiro: José Olympio, 2012.

KOIFMAN, Fábio. Imigrante ideal: o Ministério da Justiça e a entrada de es-trangeiros no Brasil (1941-1945). Prefácio de Celso Lafer. Rio de Janeiro: Civi-lização Brasileira, 2015. E-Book. ISBN 978-85-200-1177-5.

LYRA FILHO, João. Taça do Mundo, 1954. Rio de Janeiro: Irmãos Pongetti, 1954.

MATOS, Regiane. O provinciano cosmopolita: redes internacionais de socia-bilidade literária e as crônicas de viagem de José Lins do Rego nos anos 1940 e 1950. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais). FGV-Rio, 2020.

MINCHILLO, Carlos Cortez. Erico Verissimo, escritor do mundo: circulação literária, cosmopolitismo e relações interamericanas. São Paulo: Edusp, 2015.

PALLARES-BURKE, Maria Lúcia Garcia. Gilberto Freyre: um vitoriano dos trópicos. São Paulo: Editora UNESP, 2005. E-Book.

PEIXOTO, Fernanda Arêas. A viagem como vocação: itinerários, parcerias e formas de conhecimento. São Paulo: Fapesp/Edusp, 2015.

REGO, José Lins do. Gordos e magros. Rio de Janeiro: Casa do Estudante do Brasil, 1942.

REGO, José Lins do. Bota de sete léguas. Rio de Janeiro: A Noite, 1952.

REGO, José Lins do. Roteiro de Israel. Rio de Janeiro: Edições do Centro Cul-tural Brasil-Israel, 1955.

REGO, José Lins do. Gregos e troianos. Rio de Janeiro: Bloch Editores, 1957.

REGO, José Lins do. O vulcão e a fonte. Apresentação de Lêdo Ivo. Rio de Janeiro: Edições O Cruzeiro, 1958.

REGO, José Lins do. Pojken pa sockerplantagen. Tradução de Carl-Erhard Lindhal. Montevideo: Nordan Comunidad, 1990.

REGO, José Lins do. Riacho Doce. Apresentação de Ivan Junqueira. 22ª edi-ção. Rio de Janeiro: José Olympio, 2011.

FONTES, EM ORDEM CRONOLÓGICA

“Na presidência da CBD o sr. José Lins do Rego”. Jornal dos Sports, 02 fev. 1951.

REGO, José Lins do. “Escravo do Flamengo”. Jornal dos Sports, 14 mar. 1951.

SERRAN, Ricardo. “A experiência dos rubro-negros na Europa”. Jornal dos Sports, 20 abr. 1951.

REGO, José Lins do. “Palavra aos campistas”. Jornal dos Sports, 28 abr. 1951.

REGO, José Lins do. “O Brasil na Suécia”. Jornal dos Sports, 04 maio 1951.

SÖDERBERG, Per. “Tack, tack Flamengo!”. Jornal dos Sports, 06 maio 1951.

“Voa o Flamengo após festiva despedida”. Jornal dos Sports, 08 maio 1951.

“AIK – Flamengo 1951 (1-6)” [jogo ocorrido em 20 maio 1951]. Vídeo do YouTube, 1m45s. Disponível em: https://bit.ly/3F2lSEi. Acesso em: 11 jul. 2021.

Rekordmagasinet, n. 21, 17 maio/23 maio 1951.

REGO, José Lins do. “Malmö”. Jornal dos Sports, 01 jun. 1951.

REGO, José Lins do. “O Brasil era o Flamengo”. Jornal dos Sports, 26 jun. 1951.

REGO, José Lins do. “Os rapazes do Flamengo”. Jornal dos Sports, 27 jun. 1951.

REGO, José Lins do. “A lição dos suecos”. Jornal dos Sports, 12 jul. 1951.

VARGAS NETTO. “Talvez por isso...”. Jornal dos Sports, 07 nov. 1952.

Carta de Guimarães Rosa a Álvaro Lins, 15 jun. 1953. Arquivo IEB-USP, Fundo Guimarães Rosa.

“Oj, oj!” Fotbolls-VM i Brasilien 1950”. Sverige Radio, 25 maio 2006.

JUNGLANDER, Tomas. “Gunnar Oj Göransson”. VM Fotboll, 09 ago. 2017.

OLIVEIRA, Bruno. “Jogadores europeus que atuaram no futebol brasileiro”. In: Rádio Esporte Metropolitano, 11 jul. 2019. Disponível em: https://bit.ly/3VQqZ19. Acesso em: 23 nov. 2019.

“Fla-Estatística – O museu virtual do Clube de Regatas do Flamengo”, sem da-ta. Página oficial. Disponível em: http://www.flaestatistica.com/estatisticas.html. Acesso em: 04 nov. 2019.

“Holmén, Erik (1893-1963)”. Pequena biografia no Portal DigitaltMuseum. Dis-ponível em: https://bit.ly/3P1kCWW. Acesso em: 20 nov. 2019.

Portal DigitaltMuseum, sem data. Disponível em: https://digitaltmuseum.se. Acesso em: 15 mar. 2022.

Edições de jornais suecos consultadas da Kungliga Biblioteket (Estocol-mo).

Dagens Nyheter, 13 abr. 1949; 21 maio 1951.

Idrottsbladet, 11 maio 1951; 15 maio 1951; 18 maio 1951; 21 maio 1951; 23 maio 1951; 25 maio 1951; 28 maio 1951; 30 maio 1951.

Svenska Dagbladet, 17 maio 1951.

Stochholms-Tidningen, 21 maio 1951.

Aftonbladet, 25 maio 1950; 16 mar. 1951; 10 maio 1951.