As transformações das áreas de influência migratória dos polos econômicos brasileiros nos períodos entre 1980 e 2010

Autores

  • Ricardo Alexandrino Garcia Universidade Federal de Minas Gerais
  • Carlos Ferreira Lobo Universidade Federal de Minas Gerais
  • Adriana de Miranda-Ribeiro Fundação João Pinheiro

Palavras-chave:

Migração interna, Área de influência migratória, Polos econômicos

Resumo

O artigo analisa as transformações das áreas de influência migratória dos polos econômicos brasileiros ao longo das últimas décadas. Com base na hierarquia urbana desses centros, é proposto um modelo de identificação das suas áreas de influência migratória. A partir das configurações regionais obtidas mediante o mapeamento dos resultados para os anos de 1980, 1991, 2000 e 2010, são evidenciados os fatores espaciais que levaram à alteração do padrão migratório territorial dessas localidades. Para tanto, uma nova abordagem a respeito da dinâmica dos fluxos migratórios microrregionais é proposta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Alexandrino Garcia, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor Adjunto do Departamento de Geografia do IGC/UFMG.

Carlos Ferreira Lobo, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor Adjunto do Departamento de Geografia do IGC/UFMG.

Adriana de Miranda-Ribeiro, Fundação João Pinheiro

Pesquisadora da Fundação João Pinheiro – FJP.

Downloads

Publicado

2012-12-21

Como Citar

Garcia, R. A., Lobo, C. F., & Miranda-Ribeiro, A. de. (2012). As transformações das áreas de influência migratória dos polos econômicos brasileiros nos períodos entre 1980 e 2010. Revista Geografias, 24–41. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/geografias/article/view/13339

Edição

Seção

Artigos