Behemoth, Lilith e Anjos: três monstros judaicos em Jorge Luis Borges

  • Marcos Fábio de Faria Faculdade de Letras Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

Análise dos verbetes de monstros judaicos recriados por Jorge Luis Borges em Manual de zoologia fantástica e O livro dos seres imaginários, a saber: Behemoth, Lilith e os anjos Haniel, Kazfiel, Azriel e Aniel. As múltiplas representações e versões desses verbetes, bem como seu diálogo com a Torah e sua inscrição na literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Fábio de Faria, Faculdade de Letras Universidade Federal de Minas Gerais

Graduando em Letras na Faculdade de Letras da UFMG. Pesquisador de Iniciação Científica do CNPq no Núcleo de Estudos Judaicos da UFMG.

Referências

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Edições Paulinas, 1992.

BORGES, Jorge Luis e GUERREIRO, Margarita. Manual de Zoologia Fantástica. México: FCE, 1966.

BORGES, Jorge Luis e GUERREIRO, Margarita. O livro dos seres imaginários. Trad. Heloisa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BLOM, Philipp. Ter e manter uma história íntima de colecionadores e coleções. Trad. Berilo Vargas. Rio de Janeiro/São Paulo: Editora Record, 2003.

CALVINO, Italo. A combinatória e o mito na arte da narrativa. In: Calvino, Italo et alli. Atualidade do mito. Trad. Luis Claudio de Castro e Costa. São Paulo: Martins Fontes, 1977.

CARROLL. Noël. A filosofia do horror, ou, paradoxos do coração. Trad. Roberto Leal Correa. Campinas: Papirus, 1999.

COHEN, Jefrey Jerome. A cultura dos monstros: sete teses. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.) Pedagogia dos monstros: Os prazeres e os perigos da confusão de fronteiras. Trad. Roberto Leal Ferreira. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

COUCHAUX, Brigitte. Lilith. In: BRUNEL, Pierre (Org.) Dicionário de mitos literários. Trad. Carlos Sussekind et alli. Brasília: Editora UNB/ José Olímpio, 2000.

DELUMEAU, Jean. Historia do medo no ocidente 1300-1800 uma cidade sitiada. Trad. Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

DERRIDA, Jacques. Mal de arquivo uma impressão freudiana. Trad. Cláudia de Moraes. Rio de Janeiro: Editora Relume Dumará, 2001.

ELIADE, Mircea. Mito e realidade. Trad. Pola Civelli. São Paulo: Editora Perspectiva, 1994.

FOUCAULT, Michel. Classificar. In: Foucault, Michel. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Trad. Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FREUD, Sigmund. O estranho. In: FREUD, Sigmund. Edição eletrônica brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Trad. José Otavio de Aguiar Abreu. Rio de Janeiro: Imago, 1980.

GONZAGA, Vívien. Mínimo arquivo judaico de monstros. Letras, Publicação da ONG Cidades Criativas, Ano IV, n.32, Belo Horizonte, maio de 2009.

JEHA, Julio. Monstros como metáforas do mal. In: JEHA, Júlio. Monstros e monstruosidades na literatura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

LEVI, Primo. Lilith. In: Levi, Primo. 71 contos. Trad. Mauricio Santana Dias. São Paulo: Cia das Letras, 2005.

NASCIMENTO, Lyslei. Monstros no arquivo, esboço para uma teoria borgiana dos monstros. In: JEHA, Júlio. Monstros e monstruosidades na literatura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

NASCIMENTO, Lyslei. Vestígios da tradição judaica: Borges e outros rabinos. Tese (Doutorado em Literatura Comparada) – Faculdade de Letras, UFMG, 2001.

PIGLIA, Ricardo. Memoria y tradición. In: CONGRESSO ABRALIC, 2º, Belo Horizonte. Anais... Vol. 1, Belo Horizonte: UFMG, 1991.

SCLIAR, Moacyr. Memórias judaicas. In: SCLIAR, Moacyr; SOUZA, Márcio. Entre Moisés e Macunaíma: os judeus que descobriram o Brasil. Rio de Janeiro: Garamond, 2000.

Publicado
2009-10-30
Como Citar
Faria, M. F. de. (2009). Behemoth, Lilith e Anjos: três monstros judaicos em Jorge Luis Borges. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 3(5), 73-84. https://doi.org/10.17851/1982-3053.3.5.73-84