Enciclopédia e Shoah: fragmento e verbete em Ver: Amor, de David Grossman

  • Matheus Philippe Faria Santos Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Romance, Enciclopédia, Shoah

Resumo

O romance Ver: Amor, 2007, de David Grossman evidencia uma forma contemporânea de ficção sobre a Shoah, marcada pela fragmentação narrativa e escrita lacunar, que no romance de Grossman evidenciam, paradoxalmente, uma escrita enciclopédica, a partir da configuração do texto como verbete.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matheus Philippe Faria Santos, Universidade Federal de Minas Gerais
graduando em Psicologia pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais, pesquisador do Núcleo de Estudos Judaicos da UFMG e bolsista de Iniciação Científica do CNPq.

Referências

GROSSMAN, David. Ver: Amor. Trad. Nancy Rozenchan. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

CYTRYNOWICZ, RONEY. O silêncio do sobrevivente: diálogos e rupturas entre memória e história do Holocausto. In: SELIGMANN-SILVA, MÁRCIO (Org.). História, memória, literatura: o testemunho na era das catástrofes. Campinas: Editora UNICAMP, 2003.

MACIEL, MARIA ESTHER. As ironias da ordem: coleções, inventários e enciclopédias ficcionais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

Publicado
2015-05-30
Como Citar
Santos, M. P. F. (2015). Enciclopédia e Shoah: fragmento e verbete em Ver: Amor, de David Grossman. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 9(16), 150-161. https://doi.org/10.17851/1982-3053.9.16.150-161