Representação literária da comida no shabat

uma leitura do conto “Sabá”de Mêndele Mocher Seforim

Autores

  • Luís Cláudio Dallier Saldanha Universidade Estácio de Sá

DOI:

https://doi.org/10.35699/1982-3053.2023.45535

Palavras-chave:

Shabat, Comida, Judaísmo

Resumo

Este trabalho analisa a representação literária da comida no conto “Sabá”, de Mêndele Mocher Seforim, a fim de estabelecer as relações entre tradição-modernidade, sagrado-profano e trabalho-celebração em torno da mesa do shabat. A análise destaca elementos como personagem, tempo e espaço na narrativa para examinar contrastes e tensões que envolvem a alimentação e o prazer da comida, dialogando com tradições literárias e rabínicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BONDER, Nilton. A dieta do rabino: a cabala da comida. 4. ed. Rio de Janeiro: Imago, Tikun Olam, 1989.

GOUVEIA, Mônica de. Luzes flamejantes: O shabat em contos de Mêndele, I. L. Peretz e Scholem Aleihem. Dissertação (Mestrado em Letras), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

HALKIN, Simon. Literatura hebrea moderna. Traducción de Esther Solay y Pedro Gringoire. Ciudad de México: Fondo de Cultura Económica, 1968.

HESCHEL, Abraham Joshua. Israel: an echo of eternity. New York: Farrar, Straus and Giroux, 1969.

JACOBS, Louis. Eating as an Act of Worship in Hasidic Thought. In: STEIN, Siegfried; LOEWE, Raphael (ed.). Studies in Jewish Religious and Intellectual History Presented to Alexander Altmann. Alabama: University Of Alabama Press, 1979. p. 157-166.

KUTCHIMKY, Meyer. Introdução. In: GUINSBURG, Jacó. O conto ídiche. São Paulo: Perspectiva, 1966.

MELAMED, Meir Matzliah. Sidur Tefillat Matzliah. 5. ed. São Paulo: Templo Israelita Brasileiro Ohe lIaacov, 1989.

ORTIZ, Carlos; GUINSBURG, Jacó. Antologia judaica. São Paulo: Rampa, 1948.

QUEIROZ, Maria José de. A literatura e o gozo impuro da comida. Rio de Janeiro: Topbooks, 1994.

SALDANHA, Luís Cláudio Dallier. O princípio sabático: trabalho, descanso e celebração no tempo do homem bíblico. Dissertação (Mestrado em Letras), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.

SALDANHA, Luís Cláudio Dallier. Princípio sabático: trabalho e tempo livre na literatura bíblico-judaica. Rio de Janeiro: GW Editora, 2005.

SEFORIM, Mêndele Mocher. Sabá. In: ORTIZ, Carlos; GUINSBURG, Jacó. Antologia judaica. São Paulo: Rampa, 1948.

SEFORIM, Mêndele Mocher. Sois um enigma, ó Israel. In: PINKUSS, Fritz. O shabat: antologia de obras sobre o dia santificado. São Paulo: CIP, 1961.

STEINBERG, Gabriel. BesseterRaam de Mêndele Mocher Sforím e o renascimento da língua hebraica. Cadernos de Língua e Literatura Hebraica, n. 11, 2014, p. 1-17.

Downloads

Publicado

2023-06-09

Como Citar

Dallier Saldanha, L. C. (2023). Representação literária da comida no shabat: uma leitura do conto “Sabá”de Mêndele Mocher Seforim. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 17(32), 126–137. https://doi.org/10.35699/1982-3053.2023.45535