Indicadores para a Competência em Informação no Brasil: virtudes, tendências e possibilidades

Autores

Palavras-chave:

competência em informação; competência em informação – Brasil; indicadores de competência em informação; vulnerabilidade social.

Resumo

Propósito: neste trabalho, nos dedicamos às virtudes, tendências e possibilidades disponíveis na literatura brasileira sobre a formulação de indicadores na área da Ciência da Informação aplicáveis à competência em informação. Estamos interessados em reconhecer, por meio de teorias e conceitos sobre indicadores sociais e de vulnerabilidade social, quais podem servir à avaliação da competência em informação. Material e métodos: pesquisa com abordagem qualitativa, bibliográfica e documental, e para a estruturação e análise dos dados bibliográficos e documentais, utiliza a redação descritiva, pela via da categorização. Resultados e conclusões: os primeiros resultados fornecem um mapeamento das virtudes e tendências disponíveis na literatura brasileira sobre indicadores na área da Ciência da Informação aplicáveis à competência em informação e apontam que indicadores de pobreza, insegurança alimentar e desenvolvimento humano (e de vulnerabilidade social) e indicadores ambientais, podem servir à avaliação da competência em informação. Também já se percebe que é pela via do acesso (a informações e serviços, por exemplo) que se pode empreender uma conexão útil à utilização de indicadores na avaliação da competência em informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elizete Vieira Vitorino

Professora Associada do Departamento de Ciência da Informação (CIN) e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN) da UFSC.

Pós-doutora pela Universidade do Porto. Doutora e Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC. Graduada em Biblioteconomia pela UFSC. Bolsista Produtividade CNPq, Nível 2. Líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Competência em Informação (GPCIn). 

Referências

ADORNO, Rubens de Camargo Ferreira. Capacitação solidária: um olhar sobre os jovens e sua vulnerabilidade social. São Paulo: Associação de Apoio ao Programa Capacitação Solidária (AAPCS), 2001.

ATLAS da vulnerabilidade social. [S. l.]: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), [2017]. Disponível em: http://ivs.ipea.gov.br/. Acesso em: 31 mar. 2021.

ATLAS do desenvolvimento humano no Brasil. [S. l.]:Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA): Fundação João Pinheiro (FJP), [2017]. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/. Acesso em: 31 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Indicadores Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação - Edição 2019. Disponível em: http://www.mctic.gov.br/mctic/export/sites/institucional/indicadores/arquivos/ Indicadores_CTI_2019.pdf. Acesso em: 12 ago. 2021.

BUFREM, Leilah Santiago. Práticas de organização e divulgação da produção intelectual em ciência da informação no Brasil. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, n. esp., p. 36-53, 1.sem. 2008. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2008v13nesp1p36/1591. Acesso em: 09 set. 2021.

COSTA, Alexandre de Souza et al. O uso do método estudo de caso na Ciência da Informação no Brasil. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 4, n. 1, p. 49-69, jan./jun. 2013. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/59101/62099. Acesso em: 30 set. 2021.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DIAS, Eduardo José Wense. Ensino e pesquisa em ciência da informação. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v.3, n.5, out. 2002. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/5392. Acesso em: 01 dez. 2021.

FAWCETT, Barbara. Vulnerability: questioning the certainties in social work and health. International social work, [s.l.], v. 52, n. 4, p. 473-484, 2009. Disponível em: http://isw.sagepub.com/content/52/4/473.full.pdf+html. Acesso em: 10 out. 2021.

FEITO, Lydia. Vulnerabilidad. Anales del Sistema Sanitario de Navarra, Pamplona, v. 30, supl. 3, p. 7-22, 2007. Disponível em: http://scielo.isciii.es/pdf/asisna/v30s3/original1.pdf. Acesso em: 01 dez. 2021.

GOMES, Maria Yêda Falcão Soares de Filgueiras. Tendências atuais da produção científica em Biblioteconomia e Ciência da Informação no Brasil. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v.7, n.3, jun. 2006. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/2393/1/DataGramaZero%20-%20Revista%20de%20Ci%C3%AAncia%20da%20Informa%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 26 ago. 2021.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. 6. ed. rev. ampl. Campinas: Alínea, 2017.

KOBASHI, Nair Yumiko; SANTOS, Raimundo Nonato Macedo dos. Institucionalização da pesquisa científica no Brasil: cartografia temática e de redes sociais por meio de técnicas bibliométricas. TransInformação, Campinas, v.18, n.1, p. 27-36, jan./abr., 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tinf/v18n1/03.pdf. Acesso em: 02 set. 2021.

LEITE, Cecília et al. Cenário e perspectiva da produção científica sobre Competência em Informação (CoInfo) no Brasil: estudo da produção no âmbito da ANCIB. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.26, n.3, p. 151-168, set./dez. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/31983/16876. Acesso em: 30 set. 2021.

MARTELETO, Regina Maria. Redes sociais, mediação e apropriação de informações: situando campos, objetos e conceitos na pesquisa em Ciência da Informação. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v.3, n.1, p.27-46, jan./dez. 2010. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pbcib/article/view/11995. Acesso em: 30 set. 2021.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Construção de Indicadores qualitativos para avaliação de mudanças. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 33, Supl. 1, p.83-91, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v33s1/a09v33s1.pdf. Acesso em: 28 out. 2021.

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ODS). c2021. Disponível em: https://odsbrasil.gov.br/home/agenda. Acesso em: 01 dez. 2021.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU BRASIL). Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. c2021. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Acesso em: 31 mar. 2021.

SANTOS, Raimundo Nonato Macedo dos; KOBASHI, Nair Yumiko. Aspectos metodológicos da produção de indicadores em ciência e tecnologia. In: ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais [...] Salvador: CINFORM: UFBA, 2005. Disponível em: http://www.cinform-anteriores.ufba.br/vi_anais/docs/RaimundoNonatoSantos.pdf. Acesso em: 12 ago. 2021.

TIRONI, Luis Fernando et al. Critérios para geração de indicadores de qualidade e produtividade no serviço público. Brasília: IPEA1991. (Texto para discussão, 238). Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&id=3261. Acesso em: 29 out. 2021.

TRZESNIAK, Piotr. Indicadores quantitativos: reflexões que antecedem seu estabelecimento. Ciência da Informação, Brasília, DF, v.27, n.2, p. 159-164, maio/ago. 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v27n2/trzesniak.pdf. Acesso em: 29 out. 2021.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION (UNESCO). Towards information literacy indicators. Paris: UNESCO, 2008. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000158723. Acesso em: 24 out. 2021.

VITORINO Elizete Vieira. Uma matriz para o desenvolvimento da competência em informação, sob o foco das dimensões técnica, estética, ética e política e a partir dos cenários de Brasil, Portugal e Espanha. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, São Paulo, v.9, n.2, set./dez. 2016. Disponível em: https://revistas.ancib.org/index.php/tpbci/article/view/397/397. Acesso em: 23 out. 2021.

VITORINO, Elizete Vieira. A competência em informação e a vulnerabilidade: construindo sentidos à temática da “vulnerabilidade em informação”. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 47 n. 2, p. 71-85, maio/ago. 2018. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/download/4187/3794. Acesso em: 3 set. 2021.

VITORINO, Elizete Vieira. Competência informacional: construção social da realidade sob o olhar do profissional da informação Bibliotecário. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS, BIBLIOTECAS, CENTROS DE DOCUMENTAÇÃO E MUSEUS, 2., 2006, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: INTEGRAR, 2006. 1 CD-ROM.

VITORINO, Elizete Vieira; DE LUCCA, Djuli Machado (org.). As dimensões da competência em informação: técnica, estética, ética e política. Porto Velho: EDUFRO, 2020. Disponível em: http://www.edufro.unir.br/uploads/08899242/Capas%206/As%20Dimensoes%20da%20Competencia%20em%20Informacao.pdf. Acesso em: 15 set. 2021.

VITORINO, Elizete Vieira; PIANTOLA, Daniela. Competência em informação: conceito, contexto histórico e olhares para a ciência da informação. Florianópolis: Editora da UFSC, 2020. Disponível em https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/212553/E-book%20Compet%c3%aancia%20em%20informa%c3%a7%c3%a3o%2031ago20.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 04 set. 2021.

VITORINO, Elizete Vieira; PIANTOLA, Daniela. Competência informacional - bases históricas e conceituais: construindo significados. Ciência da Informação, Brasília, v. 38, n. 3, p. 130-141, set./dez. 2009. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ci/v38n3/v38n3a09.pdf. Acesso em: 04 set. 2021.

VITORINO, Elizete Vieira; PIANTOLA, Daniela. Dimensões da competência informacional. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 40, n. 1, p. 99-110, jan./abr., 2011. Disponível em http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1328/. Acesso em: 04 set. 2021.

ZURKOWSKI, Paul G. Information services environment relationships and priorities. Washington, D.C: National Commission on Libraries and Information Science, 1974. (Related Paper, No. 5). Disponível em: http://files.eric.ed.gov/fulltext/ED100391.pdf. Acesso em: 29 out. 2021.

Downloads

Publicado

2022-06-07

Edição

Seção

Seção 1: Apontamentos e tendências teóricas em Competência em Informação