A dimensão social das ciências da natureza na percepção de professores do ensino médio: implicações para a educação sócio-cultural das ciências

  • Célia Margutti do Amaral Gurgel Universidade Metodista de Piracicaba Piracicaba, SP

Resumo

Este trabalho procura descrever e analisar considerações que setenta e quatro (74) professores de Física, Química e Biologia do ensino médio da região de Piracicaba, São Paulo/Brasil teceram sobre a dimensão social das Ciências da Natureza, e as implicações que suas idéias podem representar para a Educação das Ciências na perspectiva sócio-cultural diversa. Os dados da investigação foram obtidos no decorrer de minhas atividades docente no  Programa PróCiências(CAPES/SEMTEC/FAPESP/S.E.Estado de São Paulo). Realizado entre maio e novembro de 2000, sob a responsabilidade do Núcleo de Educação em Ciências da Faculdade de Ciências Matemáticas e da Natureza da Universidade Metodista de Piracicaba-UNIMEP, o objetivo foi verificar o nível de argumentação dos docentes em relação à Ciência- Tecnologia –Sociedade. O pressuposto da pesquisa foi que, o ensino das Ciências, sob um pensamento mais complexo, contribuirá para a aprendizagem crítica dos fenômenos naturais e sociais globais e locais de professores e alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-11-28
Como Citar
Gurgel, C. M. do A. (2011). A dimensão social das ciências da natureza na percepção de professores do ensino médio: implicações para a educação sócio-cultural das ciências. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 1(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4187
Seção
Artigos