Práticas dinâmicas de educação

o projeto de extensão “Cineclube e Educação” – um mecanismo de formação profissional primordial na universidade

Palavras-chave: Cultura, Educação, Cinema

Resumo

Este artigo apresenta os resultados das experiências de extensão vinculadas ao projeto de extensão “Cineclube e Educação”, que unia cinema e educação, dentro da universidade. O principal objetivo dessa iniciativa foi a criação de um cineclube, para servir como ambiente favorável à compreensão da linguagem cinematográfica, e a utilização de filmes, como recurso didático permanente dentro da instituição de ensino superior. O projeto exibia filmes e propunha discussões sobre formas e conteúdos do material projetado, vinculando esse debate aos temas que eram trabalhados em sala de aula, para um público externo. Paralelamente, as conversas estendiam-se a outras ações coordenadas ao projeto, tais como grupos de estudos, eventos etc. Como resultados, foram inauguradas e desenvolvidas novas formas de apropriação dos conteúdos curriculares, mostrando ao público que o uso de diferentes materiais pode ser parte importante da didática nas instituições escolares. Dentro dos limites da proposta, barreiras de desigualdades (culturais) foram superadas e dispositivos de educação atualizados e eficazes para os recursos audiovisuais foram recriados, sem se separar saberes, hábitos, ideias, entendimentos, críticas e temáticas entre mais e menos legítimos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jacimara Sarges Abreu, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Graduada em Ciências Humanas – História pela UFMA, campus de Pinheiro. Foi bolsista/extensionista do projeto de extensão “Cineclube e Educação”, entre os períodos de 2011 a 2013.

Mariana Mont'Alverne Barreto, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Mestre em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com dissertação intitulada "TV Ceará: processo de modernização da cultura local", e doutorado em Sociologia pela UNICAMP, com estágio na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS/MSH), para desenvolvimento do trabalho de tese "As majors da música e o mercado fonográfico nacional". Foi professora adjunta na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no período de 2010 a 2013, onde também coordenou o projeto de extensão "Cineclube e Educação". Atualmente é professora adjunta no Departamento de Ciências Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Sociologia, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Referências

BARRETO, Mariana Mont’Alverne. Cineclube e educação.(Projeto de Extensão). Pinheiro: Universidade Federal do Maranhão, 2010.

__________. Cineclube e educação – A experiência do uso do cinema como recurso didát ico na universidade.(Projeto de Extensão). Pinheiro: Universidade Federal do Maranhão, 2012

BETTON, Gérard. Estética do cinema. Tradução de Marina Appenzeller. São Paulo: Mart ins Fontes, 1987.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crít ica social do julgamento. Tradução de Daniela Kern e Guilherme J. F. Teixeira. São Paulo: Zouk e EDUSP, 2008.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. Reproduction in education, society and culture. Londres: Sage, 1973.

FABRIS, Elí Henn. Cinema e educação: um caminho metodológico. Educação & Realidade, Porto Alegre - RS, v. 33, p. 117-134, jan./jun. 2008. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2015.

IANNI, Octávio. Enigmas da modernidade – Mundo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

NAPOLITANO, Marcos. Cinema: experiência cultural e escolar. In: SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Fundação para o Desenvolvimento da Educação. Caderno de cinema do professor: dois. São Paulo: FDE, 2009a. p. 10-31.

NAPOLITANO, Marcos. Como usar o cinema em sala de aula. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2009b.

OLIVEIRA, Bernardo Jefferson de. Cinema e imaginário científico. História, Ciências, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 13, p. 133-150, out. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v13s0/08.pdf>. Acesso em: 18 ago. 2015.

RAMOS, Eduardo. A linguagem cinematográfica. In: SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Fundação para o Desenvolvimento da Educação. Caderno de cinema do professor: dois. São Paulo: FDE, 2009. p. 72-93.

THIEL, Grace Crist iane; THIEL, Janice Crist ine. Movie takes: a magia do cinema na sala de aula. Curit iba: Aymará, 2009.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO. Pró-Reitoria de Ensino. Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Humanas. São Luís: UFMA, 2010.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO. Pró-Reitoria de Ensino. Projeto Polít ico Pedagógico do Curso de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais. São Luís: UFMA, 2010.

Publicado
2016-05-23
Como Citar
ABREU, J. S.; BARRETO, M. M. Práticas dinâmicas de educação. Revista Docência do Ensino Superior, v. 6, n. 1, p. 9-36, 23 maio 2016.
Seção
Artigos