TIC na prática docente

o olhar de um professor de cálculo diferencial e integral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2016.2091

Palavras-chave:

Cálculo diferencial e integral, Objetos de aprendizagem, Prática docente

Resumo

Este trabalho apresenta discussão sobre uma prática apoiada pelas tecnologias, realizada na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral II, dos cursos de licenciatura em Matemática e Engenharia de Produção e Sistemas da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), que explorou objetos de aprendizagem desenvolvidos no software GeoGebra 3D para o ensino de derivadas parciais de funções de duas variáveis, visando a contribuir com o debate sobre a tecnologia no ensino de Cálculo. Utilizamos a realização e o tratamento de uma entrevista estruturada como procedimentos metodológicos para construirmos as narrativas de um professor do ensino superior, aqui apresentadas, que evidenciaram as práticas que ele emprega, registraram a relação que mantém com a tecnologia nas atividades docentes que desempenha na universidade, bem como apontaram perspectivas para a prática docente que podem ser discutidas no âmbito geral de debate sobre a utilização de tecnologias de informação e comunicação (TIC) no ensino superior. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivanete Zuchi Siple, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC, Brasil.

Licenciada em Matemática (UFSC), doutora em Engenharia de Produção (UFSC), professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias (PPGECMT) do Departamento de Matemática (UDESC). Atua na área de Matemática e Educação Matemática, com ênfase nos seguintes temas: educação matemática no ensino superior, ensino do Cálculo e Tecnologia Educacional.

Raiane Lemke, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC, Brasil.

Licenciada em Matemática (UDESC). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias (PPGECMT) do Departamento de Matemática da UDESC. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Tecnologias Educacionais e Educação Matemática (NEPesTEEM).

Luciane Mulazani dos Santos, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC, Brasil.

Licenciada em Matemática (UFPR), doutora em Educação (UFPR). Professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias do Departamento de Matemática (UDESC) e do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática (UFPR). Atua na área de educação matemática com ênfase nos temas: TIC, formação de professores, alfabetização matemática, história e filosofia na educação matemática.

Marnei Luis Mandler, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC, Brasil.

Professor assistente do Departamento de Matemática (DMAT) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Desenvolve atividades de ensino na área de matemática e atividades de extensão e pesquisa na área de educação matemática. Membro do corpo editorial do Boletim Online de Educação Matemática (BoEM). Faz parte do Grupo de Pesquisa em Educação Matemática e Sistemas Aplicados ao Ensino (PEMSA).

Downloads

Publicado

2016-10-10

Como Citar

SIPLE, I. Z.; LEMKE, R.; MULAZANI DOS SANTOS, L.; MANDLER, M. L. TIC na prática docente: o olhar de um professor de cálculo diferencial e integral. Revista Docência do Ensino Superior, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 115-134, 2016. DOI: 10.35699/2237-5864.2016.2091. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2091. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos