Relato de experiência em Biblioteconomia

estágio supervisionado docente da pós-graduação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.21934

Palavras-chave:

Estágio docente, Docência em Biblioteconomia, Catalogação, RDA

Resumo

Este trabalho apresenta um relato de experiência no estágio supervisionado docente de mestrado do curso de pós-graduação em Gestão e Organização do Conhecimento da Escola de Ciência de Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Objetivou-se abordar aspectos de preparação do pós-graduando e relatar sua experiência em sala de aula frente ao desenvolvimento das atividades e práticas da disciplina “Tópicos em Catalogação e Classificação da Informação D (MARC, RDA e metadados)”, bem como pela avaliação da disciplina, a avaliação do conteúdo adquirido em sala de aula e a avaliação do pós-graduando por parte dos alunos. Utilizou-se o estudo de caso e, como instrumento de coleta de dados, a aplicação de um questionário (Survey), além da abordagem quantitativa para análise dos dados. Os resultados indicaram uma boa avaliação da disciplina referente à bibliografia, à metodologia, ao ritmo de exposição das aulas e formato, à estrutura e organização das atividades, assim como um alto conhecimento e uma boa preparação e explicação do conteúdo pelo pós-graduando. Entretanto, houve uma percepção razoável de conhecimento adquirido sobre algumas temáticas pelos alunos. Concluiu-se que o estágio docente é o momento em que o pós-graduando é inserido no universo docente acadêmico, da vivência teórico-prática em sala de aula e da sua desenvoltura e reconhecimento de habilidades adquiridas durante seu percurso acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Marcelo Carvalho Holanda, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-graduação em Gestão e Organização do Conhecimento (PPGGOC/UFMG). Pós-graduação, lato sensu, especialização em Gestão de Bibliotecas Públicas pela AVM Faculdade Integrada (AVM). Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais (ECI/UFMG).

Referências

ALMEIDA, Maria Isabel de; PIMENTA, Selma Garrido. Estágios supervisionados na formação docente. São Paulo: Cortez, 2014.

ARROIO, Aguinaldo; RODRIGUES FILHO, Ubirajara Pereira; SILVA, Albérico Borges Ferreira da. A formação dos pós-graduando em Química para a docência em nível superior. Química Nova, São Paulo, v. 29, n. 6, p. 1387-1392, 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-40422006000600040.

BARRETO, Cássia Maria. Modelo de metadados para a descrição de documentos eletrônicos na web. 1999. 190 f. Dissertação (Mestrado em Ciências em Sistemas de Computação) – Instituto Militar de Engenharia, Rio de Janeiro, 1999.

BRAGA, Natália Lopes; PINHEIRO, Natália Parente; FEITOSA, Larissa de Brito. Estágio em Docência: o relato de experiência como recurso necessário na avaliação da aprendizagem. Caminho aberto – Revista de Extensão do IFSC, Santa Catarina, v. 3, n. 5, p. 66-70, nov. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.35700/ca.2016.ano3n5.p66-70.1973.

CHEN, Peter. Modelagem de dados: a abordagem entidade-relacionamento para projeto lógico. Tradução de Cecília Camargo Bartalotti. São Paulo: Mcgraw Hill, 1990.

CUNHA, Maria Isabel da. Inovações Pedagógicas: o desafio da reconfiguração de saberes na docência universitária. In: PIMENTA, Selma Garrido; ALMEIDA, Maria Isabel de (org.). Pedagogia Universitária. São Paulo: Editora Universidade de São Paulo, 2009. p. 211-235.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FUSCO, Elvis. Aplicação dos FRBR na modelagem de catálogos digitais. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011.

GIL, Antônio Carlos. Metodologia do Ensino Superior. São Paulo: Atlas, 2005.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

JOAQUIM, Nathália de Fátima; NASCIMENTO, João Paulo de Brito; BOAS, Ana Alice Vilas; SILVA, Fernanda Tavares. Estágio docência: um estudo no Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Lavras. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 15, n. 6, p. 1137-1151, nov./dez. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-65552011000600010.

LIBRARY OF CONGRESS. Bibliographic framework as a Web of data: Linked Data Model and supporting services. Washington, 2012. Disponível em: http://www.loc.gov/bibframe/pdf/MARCld-report-11-21-2012.pdf. Acesso em: 26 maio 2020.

MERING, Margaret. The RDA workbook: learning the basics of Resource Description and Access. Santa Barbara: Libraries Unlimited, 2014.

Metada Object Description (MODS): history. 2018. Disponível em: http://www.loc.gov/standards/mods/. Acesso em: 26 maio 2020.

MIELKE, Fernanda Barreto; OLSCHOWSKY, Agnes. A Experiência do Estágio de Docência. Cogitare Enfermagem, Curitiba, v. 14, n. 3, p. 579-583, jul./set. 2009. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v14i3.16194.

NOGUEIRA, Rosiléa Alves; PAGLIUCA, Lorita Marlena Freitag. Estágio de docência: experiência inovadora na prática de uma doutoranda. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 10, n. 1, p. 132-143, 2001.

OLIVER, Chris. Introdução à RDA: um guia básico. Brasília: Briquet de Lemos, 2011.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2012.

PPGGOC. Programa de Pós-Graduação em Gestão e Organização do Conhecimento da UFMG. Resolução nº 06/2018, de 19 de junho de 2018. Dispõe sobre o estágio docente de alunos vinculados ao programa. 2018.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernane Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RIBEIRO, Gabriela Machado. Estágio de docência na graduação: possibilidades e limites na formação de professores universitários. 2012. 113 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.

ROCHA, Rafael Port da. Metadados, Web Semântica, Categorização Automática: combinando esforços humanos e computacionais para a descoberta e uso dos recursos da web. Em Questão, Porto Alegre, v. 10, n. 1, p. 109-121, jan./ jun. 2004.

ROGERS, Carl. Liberdade de aprender em nossa década. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.

SIMIONATO, Ana Carolina. Representação, acesso, uso e reuso da imagem digital. 2012. 141 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2012.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2005.

Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Organização e Tratamento da Informação. Disciplinas do curso de graduação. Belo Horizonte, 2019.

VELLUCCI, Sherry L. Bibliographic relationships. In: J. Weihs (ed.). The Principles and Future of AACR: Proceedings of the International Conference on the Principles and Future Development of AACR. Ottawa: Canadian Library Association, 1998. p. 105-147.

Downloads

Publicado

2020-11-24

Como Citar

HOLANDA, P. M. C. . . Relato de experiência em Biblioteconomia: estágio supervisionado docente da pós-graduação. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–24, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.21934. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/21934. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos