Educação inclusiva de estudantes surdos na Universidade Federal de Sergipe

Autores

  • Christianne Rocha Gomes Instituto Federal de Sergipe (UFS), Aracaju, SE, Brasil.
  • Joilson Pereira da Silva Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju, SE, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-9149-3020
  • Rita de Cácia Santos Souza Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju, SE, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-0476-4414

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2018.2390

Palavras-chave:

Educação inclusiva, Ensino superior, Inclusão, Surdez

Resumo

Diante do aumento do número de estudantes surdos no ensino superior, este artigo teórico propõe realizar uma reflexão sobre a atuação dos docentes no âmbito universitário, trazendo um breve panorama da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Entendemos que o ensino dos surdos precisa estar em consonância com a Lei no 10.436/2002 e o Decreto no 5.626/2005, reconhecendo a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como a primeira língua dos surdos. No entanto, identificamos que a educação que tem sido ofertada nos moldes da inclusão, especificamente na UFS, não vem atendendo, na totalidade, às peculiaridades do ensinoaprendizagem do surdo. Visto que os professores desconhecem as especificidades da surdez, as metodologias estão direcionadas para a maioria que não é surda, e a formação inicial e continuada dos docentes ainda se apresenta de forma frágil. Portanto, precisamos superar essas barreiras para a aprendizagem e a participação dos surdos no ensino superior, contribuindo, assim, com a plena inclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christianne Rocha Gomes, Instituto Federal de Sergipe (UFS), Aracaju, SE, Brasil.

Mestrado em Psicologia Social pela Universidade Federal de Sergipe – UFS (2017). Possui graduação em Psicologia pela UFS (2006) e especialização em Psicologia Conjugal e Familiar pela Faculdade de Sergipe (2009), assim como em Psicologia de Trânsito pela Faculdade Pio Décimo (2011). Atualmente é técnica administrativa na área de Psicologia do Instituto Federal de Sergipe.

Joilson Pereira da Silva, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju, SE, Brasil.

Doutorado em Psicologia pela Universidade Complutense de Madri-Espanha, mestrado em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba, graduação em Psicologia (UFPB), graduado em Estudos Sociais e Geografia (UEPB). Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Sergipe e professor credenciado do Programa de Pós-Graduação em Psicologia.

Rita de Cácia Santos Souza, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju, SE, Brasil.

Pós-doutorado (2014) e doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2009), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Sergipe – UFS (2000) e licenciatura em Pedagogia pela UFS (1993). Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Inclusão Escolar da Pessoa com Deficiência – NUPIEPED (UFS), líder do Núcleo de Estudo, Extensão e Pesquisa em Inclusão e Tecnologia Assistiva (NUPITA/UFS).

Downloads

Publicado

2018-07-11

Como Citar

GOMES, C. R.; SILVA, J. P. da; SOUZA, R. de C. S. Educação inclusiva de estudantes surdos na Universidade Federal de Sergipe. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 8, n. 1, p. 61–76, 2018. DOI: 10.35699/2237-5864.2018.2390. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2390. Acesso em: 23 jul. 2021.

Edição

Seção

Artigos