Estilos de aprendizagem e hierarquia de necessidades no planejamento educacional remoto em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.24677

Palavras-chave:

Aprendizagem, Educação a distância, Educação superior

Resumo

A pandemia por COVID-19 desafia a educação superior para a ensinagem remota. O objetivo do estudo foi relatar o diagnóstico situacional deste contexto educacional. Estudantes de Odontologia e Psicologia (n=96) preencheram dois questionários de estilos de aprendizagem VARK e hierarquia de necessidades de Maslow. Houve, no curso de Odontologia, um perfil cinestésico e maiores pontuações na dimensão fisiológica, segurança e estima, em comparação ao estilo auditivo e menor acesso à internet do curso de Psicologia. Recursos multimídia tiveram boa aceitabilidade, e tecnologias digitais, incluindo vídeos e podcasts, sugeriram maior envolvimento dos discentes. A oferta assíncrona de conteúdos poderia minimizar limitações de acessibilidade digital. Os estilos de aprendizagem VARK e a hierarquia de necessidades humanas de Maslow podem contribuir positivamente para o planejamento pedagógico de atividades remotas em estudantes da Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Igor Iuco Castro-Silva, Universidade Federal do Ceará (UFC), Sobral, CE, Brasil.

Bacharel em Odontologia (UFF), especialista em Gestão de Organização Pública de Saúde (UNIRIO), mestre em Patologia (UFF) e doutor em Odontologia (UFF). Professor dos cursos de Odontologia e Psicologia (UFC Sobral). Docente permanente do mestrado acadêmico em Biotecnologia (UFC Sobral), de Didática do Ensino Superior e Bioética. Líder do Grupo de Estudos em Morfologia (DGP-CNPq). Bolsista de produtividade (FUNCAP).

Jacques Antonio Cavalcante Maciel, Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e Universidade Federal do Ceará (UFC), Sobral, CE, Brasil.

Bacharel em Odontologia (UFC), especialista em Política, Planejamento, Gestão e Avaliação em Saúde Bucal (UFPE), mestre em Saúde da Família e Doutor em Odontologia (UFC). Professor do curso de Odontologia (UFC Sobral). Docente do mestrado profissional da Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família/Universidade Estadual Vale do Acaraú e do mestrado acadêmico em Saúde da Família da UFC. Líder do Núcleo de Epidemiologia e Pesquisa Interprofissional em Saúde Coletiva.

Lana Karine Araújo, Universidade Federal do Ceará (UFC), Sobral, CE, Brasil.

Bacharela em Odontologia (UFC) e mestranda em Biotecnologia pela Universidade Federal do Ceará, Campus de Sobral (UFC). Áreas de atuação: Estágio de Docência I, Clínica odontológica e Biomateriais.

Referências

ABED – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Censo EaD.BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2018. Curitiba: InterSaberes, 2019.

BERNARDES, Viviane Pereira et al. Facebook como ferramenta pedagógica em saúde coletiva: integrando formação médica e educação em saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 43, n. 1, p. 652-661, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5271v43suplemento1-20190192.

BOLLELA, Valdes Roberto. Sala de aula invertida na educação para as profissões de Saúde: conceitos essenciais para a prática. Revista Eletrônica de Farmácia, Goiânia, v. 14, n. 1, p. 39-48, 2017. DOI: https://doi.org/10.5216/ref.v14i1.42807.

BRASIL. Presidência da República. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 23 dez. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 544, de 16 de junho de 2020. Dispõe sobre a substituição de aulas presenciais por aulas em meios digitais. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 17 jun. 2020.

CALDAS, Marciele Misiak et al. Aplicativo móvel para prevenção de erros de medicação: Prevmed. Ciencia y enfermería, Concepción, v. 26, n. 4, p. 1-9, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.4067/s0717-95532020000100401.

CASTRO-SILVA, Igor Iuco; GUERRERO, Jesus Alberto Perez; MACIEL, Jacques Antonio Cavalcante. De cromossomos a como somos: ressignificando o estudo de Fisiologia para Psicologia. In: DICKMANN, Ivanio. (org.). DNA Educação 3. São Paulo: Dialogar, 2018. p. 107-125.

CASTRO-SILVA, Igor Iuco; MACIEL, Jacques Antonio Cavalcante. Avaliação educacional com aprendizagem baseada em equipes em um curso de Odontologia. In: CIASCA, Maria Isabel Filgueiras Lima et al. (org.). Avaliação e seus espaços: desafios e reflexões. Fortaleza: UFC, 2017. p. 1287-1303.

CASTRO-SILVA, Igor Iuco; MACIEL, Jacques Antonio Cavalcante. Portfólio: uma ferramenta de avaliação formativa para o stricto sensu. Indagatio Didactica, Aveiro, v. 11, n. 3, p. 167-179, 2019. DOI: https://doi.org/10.34624/id.v11i3.4942.

DIAS, Lineker Fernandes et al. Promoção da saúde: coerência nas estratégias de ensino-aprendizagem. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 43, n. 1, p. 641-651, 2020. https://doi.org/10.1590/1981-5271v43suplemento1-20190104.

JIMÉNEZ ORTIZ, José Leonardo et al. Identificación de Estilos de Aprendizaje en Estudiantes de Odontología en México mediante el Modelo VARK. Revista Educación en Ciencias de la Salud, Concepción, v. 16, n. 1, p. 6-9, 2019.

MACIEL, Jacques Antonio Cavalcante et al. A integração ensino-serviço em Odontologia: uma experiência na Atenção Primária à Saúde no município de Sobral. Revista de APS – Atenção Primária à Saúde, Juiz de Fora, v. 19, n. 4, p. 650-655, 2016.

MACIEL, Jacques Antonio Cavalcante; CASTRO-SILVA, Igor Iuco; FARIAS, Mariana Ramalho. Análise inicial da correlação espacial entre a incidência de COVID-19 e o desenvolvimento humano nos municípios do estado do Ceará no Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, Rio de Janeiro, v. 23, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-549720200057.

MACIEL, Jacques Antonio Cavalcante; JIMENEZ, Haydee Gina Quispe; CASTRO-SILVA, Igor Iuco. Percepções de médicos cubanos sobre o processo de trabalho na Atenção Primária à Saúde no Ceará, Brasil. SODEBRAS, Guaratinguetá, v. 15, n. 175, p. 41-46, 2020. DOI: https://doi.org/10.29367/issn.1809-3957.15.2020.175.41.

MCNAMARA, Scott; DREW, Christopher. Concept analysis of the theories used to develop educational podcasts. Educational Media International, Londres, v. 56, n. 4, p. 300-312, 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/09523987.2019.1681107.

MOREIRA, Glaucia de Oliveira et al. Desempenho acadêmico de estudantes bolsistas durante o curso de Medicina. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 43, n. 3, p. 163-169, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v43n3rb20180180.

PANÚNCIO-PINTO, Maria Paula; TRONCON, Luiz Ernesto de Almeida. Avaliação do estudante: aspectos gerais. Medicina, Ribeirão Preto, v. 47, n. 3, p. 314-323, 2014. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v47i3p314-323.

PAULINO, Danilo Borges et al. WhatsApp como recurso para Educação em Saúde: contextualizando teoria e prática em um novo cenário de ensino-aprendizagem. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 42, n. 1, p. 170-178, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712018v42n1rb20170061.

PROBST, Carla Fátima Romanoski. (Trad.) Questionário VARK [Internet]. Disponível em: https://vark-learn.com/questionario/. Acesso em: 23 jul. 2020.

RAIMONDI, Gustavo Antonio. Between applauses and loneliness, heroes/warriors and fear: thoughts of a medical professor during the COVID-19 pandemic. Qualitative Inquiry, Londres, 2020. DOI: https://doi.org/10.1177/1077800420941051.

SANTOS, José Luís Guedes et al. Estratégias didáticas no processo de ensino-aprendizagem de gestão em Enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 27, n. 2, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-070720180001980016R.

SANTOS, Victor Hugo et al. Currículo oculto, educação médica e profissionalismo: uma revisão integrativa. Interface, Botucatu, v. 24, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/interface.190572.

SCHMITT, Camila da Silva; DOMINGUES, Maria José Carvalho de Souza. Estilos de aprendizagem: um estudo comparativo. Avaliação, Campinas, v. 21, n. 2, p. 361-385, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772016000200004.

SILVA, Welinton Baxto da; AMARO, Rosana; MATTAR, João. Distance education and the open university of Brazil: history, structure, and challenges. The International Review of Research in Open and Distributed Learning, Athabasca, v. 20, n. 4, p. 99-115, 2019. DOI: https://doi.org/10.19173/irrodl.v20i4.4132.

TRONCON, Luiz Ernesto de Almeida. Ambiente educacional. Medicina, Ribeirão Preto, v. 47, n. 3, p. 264-271, 2014. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v47i3p264-271.

VASCONCELOS Jann Lucca Apolonio et al. Blog como ferramenta integrada ao processo ensino-aprendizagem em curso de Odontologia. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research, Cianorte, v. 16, n. 1, p. 12-17, 2016.

ZAYAPRAGASSARAZAN, Zayabalaradjane. COVID-19: strategies for engaging remote learners in medical education. F1000 Research, Londres, v. 9, 2020. DOI: https://doi.org/10.7490/f1000research.1117835.1.

Downloads

Publicado

2020-12-14

Como Citar

CASTRO-SILVA, I. I.; MACIEL, J. A. C.; ARAÚJO, L. K. . Estilos de aprendizagem e hierarquia de necessidades no planejamento educacional remoto em tempos de pandemia. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–16, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.24677. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/24677. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Seção especial: docência no ensino superior em tempos de pandemia