Exame Nacional de Desempenho de Estudantes: apreciação docente sobre o método avaliativo

Palavras-chave: Educação, Avaliação, Docentes, Saúde, Farmácia.

Resumo

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) aferindo o rendimento dos alunos quanto às Diretrizes Curriculares Nacionais. O objetivo deste trabalho foi analisar a opinião de professores dos Cursos de Farmácia de Instituições públicas e privadas do Estado do Rio Grande do Sul, em relação ao ENADE. Através do sistema Qualtrics, 168 docentes participaram dos questionários, com retorno submetido à Análise Textual Discursiva. As respostas revelaram que 28% dos professores (47/168) apresentam opinião favorável ao método avaliativo; 45,2% (76/168) opinião moderada; 14,3% (24/168) indiferente e 12,5% (21/168) desfavorável, cuja abordagem, principal, ao aluno, mencionada por 22% (37/168) dos professores. Considerando que o sistema está em construção e assim deve permanecer para manter-se atual através dos tempos, a opinião dos envolvidos e constante monitoramento é crucial para que o instrumento de aferição efetivamente promova a qualificação constante da educação superior.

Biografia do Autor

Joice Nedel Ott, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Farmacêutica Bioquímica, especialista em Hematologia Laboratorial pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Mestre em Ciências da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde (PPGMCS/PUCRS), com atuação na área da saúde e educação farmacêutica.

Bartira Ercília Pinheiro da Costa, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Doutora em Biologia Celular e Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS). Possui Pós-doutorado na University of Mississippi Medical Center (UMMC). Professora Titular da Escola de Medicina: Graduação e Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde da PUCRS. Coordenadora de Pesquisa da Escola de Medicina da PUCRS, com atuação na área da saúde e educação.

Referências

BOFF, Paulo Roberto. Diretrizes e prática farmacêutica. Pharmacia Brasileira, Lago Sul/Brasília, v. 12, n. 84, p. 50-55, jan./fev. 2012.

BRASIL. Lei nº 9.131, de 24 de novembro de 1995. Lei do Provão. Altera dispositivos da Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 nov. 1995.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, DF, dez. 1996a, p. 27.833-41. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1996/lei-9394-20-dezembro-1996-362578-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em: 24 ago. 2013.

BRASIL. Decreto nº 2.026, de 10 de outubro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 11 out. 1996b. Seção 1, p. 20.545. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1996/decreto-2026-10-outubro-1996-435829-norma-pe.html. Acesso em: 24 ago. 2013.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 15 abr. 2004. Seção 1, p. 3-4.

BRASIL. IES. e-MEC. Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados. Disponível em: http://emec.mec.gov.br/. Acesso em: 5 abr. 2012.

BRASIL. INEP. SINAES. ENADE. Manual do ENADE 2016. Brasília, DF, 25 de maio de 2016. Atualizado em 1 jul. 2016. 113 p. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/enade/manuais/manual_do_enade_01072016.pdf. Acesso em: 05 ago. 2016.

CECY, Carlos. Diretrizes Curriculares – Dez Anos. Boletim da Abenfarbio. Pharmacia Brasileira, Lago Sul/Brasília, v. 12, n. 80, p. 53-60, fev./mar. 2011.

DIAS SOBRINHO, José. Avaliação e transformações da educação superior brasileira (1995-2009): do Provão ao SINAES. Avaliação, Campinas, v. 15, n. 1, p. 195-224, 2010.

FURTADO, Vivian da Silva. Análise do processo de implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia no Estado do Rio de Janeiro: um estudo exploratório. 2008. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) – Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2008.

GRILLO, Marlene Correro; GESSINGER, Rosana Maria (org.). Por que falar ainda em avaliação? Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010.

LEITÃO, Thiago et al. Uma análise acerca do boicote dos estudantes aos exames de avaliação da educação superior. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, Campinas, v. 15, n. 43, p. 21-44, jan./abr. 2010.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. Ijuí: UNIJUÍ, 2007.

MOURÃO, Lúcia Cardoso et al. Análise institucional e educação: reforma curricular nas universidades pública e privada. Revista Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 98, p. 181-210, jan./abr. 2007.

OTT, Joice Nedel. Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Farmácia e o Sistema de Avaliação da Educação Superior: análise crítico-reflexiva da prova do ENADE 2010. 2014. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

OTT, Joice Nedel et al. Diretrizes Curriculares da Farmácia versus ENADE: a ótica docente. Revista Internacional da Educação Superior, v. 2, n. 3, p. 552-572, 2016.

POLIDORI, Marlis Morosini. Políticas de Avaliação da Educação Superior Brasileira: Provão, SINAES, IDD, CPC, IGC e... outros índices. Avaliação, Campinas; Sorocaba (SP), v. 14, n. 2, p. 267-290, jul. 2009.

POLIDORI, Marlis Morosini; MARINHO-ARAUJO, Claisy M.; BARREYRO, Glagys B. SINAES: Perspectivas e desafios na avaliação da educação superior brasileira. Ensaio: Avaliação Políticas Públicas de Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 53, p. 425-436, out./dez. 2006.

RISTOFF, Dilvo; GIOLO, Jaime. O Sinaes como Sistema. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 3, n. 6, p. 193-213, dez. 2006.

ROTHEN, José C.; BARREYRO, Gladys B. Avaliação da educação superior no segundo governo Lula: “Provão II” ou a reedição de velhas práticas?. Revista Educação & Sociedade, Campinas, v. 32, n. 114, p. 21-38, jan./mar. 2011.

Publicado
2019-05-08
Como Citar
OTT, J. N.; COSTA, B. E. P. DA. Exame Nacional de Desempenho de Estudantes: apreciação docente sobre o método avaliativo. Revista Docência do Ensino Superior, v. 9, p. 1-15, 8 maio 2019.
Edição
Seção
Artigos