Formação continuada de professores no ensino superior privado

tensionamentos e possibilidades contemporâneas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2021.32904

Palavras-chave:

Ensino superior privado, Formação continuada, Docentes bacharéis

Resumo

O presente artigo apresenta os resultados de uma pesquisa acerca dos desafios enfrentados e das possibilidades vislumbradas no tocante à formação continuada de professores bacharéis que atuam no ensino superior. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com oito professores que atuam em uma Instituição de Ensino Superior da rede privada, no interior do estado do Ceará. Como resultados, apontam-se como principais desafios para a formação continuada a ausência de cursos stricto sensu em suas áreas de interesse na sua cidade de residência, altos valores das pós-graduações e de outros cursos, impossibilidade de conciliar a formação com a sala de aula e com as atividades familiares e ausência de incentivo financeiro. Como possibilidades para a formação continuada, destaca-se a busca de formações em outros espaços além dos cursos stricto sensu, como cursos de curta duração, participação em eventos, formações de professores e encontros pedagógicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lígia Vieira da Silva Cavalcante, Faculdade Princesa do Oeste (FPO), Crateús, Ceará, Brasil.

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará (2011), especialização em Serviço Social, Seguridade Social e Legislação Previdenciária pela Faculdade Ratio (2014) e mestrado acadêmico em Ensino pela Universidade do Vale do Taquari (Univates) (2020). É professora e coordenadora do curso de bacharelado em Serviço Social da Faculdade Princesa do Oeste (FPO).

Suzana Feldens Schwertner, Universidade do Vale do Taquari (Univates), Lajeado, Rio Grande do Sul, Brasil.

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010) e pós-doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). É professora do curso de Psicologia da Universidade do Vale do Taquari (Univates) e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (Univates).

Referências

ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Profissionalização continuada: aproximações da teoria e prática. In: BARBOSA, Raquel Lazzari Leite (org.). Trajetórias e perspectivas da formação de educadores. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

ALMEIDA, Maria Isabel de; PIMENTA, Selma Garrido. Pedagogia universitária: valorizando o ensino e a docência na universidade. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 27, n. 2, p. 7-31, 2014. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/rpe/v27n2/v27n2a02.pdf. Acesso em: 12 set. 2019.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 Brasília, DF: Presidência da República, [1988]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 18 set. 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 21 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 20 ago. 2018.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 e abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 15 abr. 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm. Acesso em: 19 jun. 2021.

DOS SANTOS, Eliane Aparecida Galvão dos; POWACZUK, Ana Carla Hollweg. Formação e Desenvolvimento Profissional Docente: a aprendizagem da docência universitária. Políticas Educativas – PolEd, [S.l.], v. 5, n. 2, 2012. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Poled/article/view/35843/23273. Acesso em: 2 set. 2019.

FERREIRA, Rogério Manuel Ferrinho; NUNES, Ana Clara Pica. A formação contínua no desenvolvimento de competências do professor de enfermagem. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 40, e20180171, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v40/1983-1447-rgenf-40-e20180171.pdf. Acesso em: 01 ago. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180171.

GIL, Antônio Carlos. Didática do ensino superior. São Paulo: Atlas, 2012.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2019.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Sinopse estatística da educação superior 2000. Brasília: INEP, 2001. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/censo/2000/Superior/sinopse_superior-2000.pdf. Acesso em: 15 maio 2019.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Instrumento de avaliação de cursos de graduação presencial e a distância. Brasília: INEP; MEC, 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Censo da educação superior: notas estatísticas 2017. Brasília: INEP, 2018. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2018/censo_da_educacao_superior_2017-notas_estatisticas2.pdf. Acesso em: 15 maio 2019.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

MASETTO, Marcos Tarciso. Exercer a docência no Ensino Superior Brasileiro na contemporaneidade com sucesso (competência e eficácia) apresenta como um grande desafio para o professor universitário. Revista Diálogo Educacional, [S.l.], v. 20, n. 65, jun. 2020. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/26233. Acesso em: 20 jun. 2021.

MIGANI. Eric José. As dificuldades para a qualificação do docente no ensino superior privado e a fragilidade da legislação na sua tutela. Vertentes do direito, Tocantins, v. 2, n. 1, p. 63-81. 2015. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/direito/article/view/1276/8244. Acesso em: 20 ago. 2018.

MINAYO, Maria Cecília Souza. Ciência, técnica e arte: o desafio da pesquisa social. In: MINAYO, Maria Cecília Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 34. ed. Petrópolis: Vozes, 2015.

NASCIMENTO, Vivianne Souza de Oliveira. O bacharel e a docência: as influências da pós-graduação na carreira profissional. HOLOS, [S.l.], v. 2, p. 280-289, ago. 2017. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/5738. Acesso: 12 jan. 2019. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2017.5738.

OLIVEIRA, Viviane Souza de; SILVA, Rosália de Fátima e. Ser bacharel e professor: dilemas na formação de docentes para a educação profissional e ensino superior. HOLOS, ano 28, v. 2, p. 193-205. 2012. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/download/913/542. Acesso em: 20 jan. 2019.

PAIVA, Giovanni Silva. Recortes da formação docente da educação superior brasileira: aspectos pedagógicos, econômicos e cumprimento de requisitos legais. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 66, p. 157-173, jan./mar. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v18n66/a09v1866.pdf. Acesso em: 2 set. 2019.

Downloads

Publicado

2021-09-09

Como Citar

CAVALCANTE, L. V. da S.; SCHWERTNER, S. F. Formação continuada de professores no ensino superior privado: tensionamentos e possibilidades contemporâneas. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 11, p. 1–20, 2021. DOI: 10.35699/2237-5864.2021.32904. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/32904. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos