Construindo alternativas freinetianas no ensino de avaliação educacional

uma experiência no curso de Pedagogia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2023.41506

Palavras-chave:

avaliação educacional, Pedagogia Freinet, organização do trabalho pedagógico

Resumo

Neste artigo, nosso objetivo é apresentar e refletir sobre o trabalho pedagógico realizado na disciplina de Avaliação, do curso de Pedagogia, no ano de 2019, fundamentado em uma perspectiva da Pedagogia do Trabalho de Celestin Freinet. O desenvolvimento desse trabalho procurou superar a perspectiva de um ensino retórico e hierarquizado e, no campo da avaliação, buscou-se uma prática não centralizadora. Planejamos o curso pautado nos princípios de cooperação e autonomia de Freinet, através da inserção de instrumentos, como o plano de trabalho individual, que colaborou na autoavaliação, os projetos de estudo coletivo, os ateliês de trabalho e o livro da vida. Houve a parceria com professoras da educação básica que potencializaram o olhar sobre as práticas avaliativas. Como reflexão final, apontamos que as opções dessa experiência se aproximaram do isomorfismo pedagógico, à medida que oportunizamos formas de conhecer e aprender que podem se tornar referências na prática das futuras professoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Varani, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil.

Professora doutora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Coordenadora do Grupo de Estudos Cotidiano Escolar e Práticas Pedagógicas e membro do Laboratório de Observação e Estudos Descritivos – LOED. Pós-doutora em Educação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Ana Flavia Valente Teixeira Buscariolo, Prefeitura Municipal de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

Mestre em Educação. Professora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Edson Luis Lima Souto, da Rede Municipal de Educação de Campinas. Doutoranda em Educação na Faculdade de Educação da UNICAMP.

Viviani Domingos de Castro, Prefeitura Municipal de Campinas

Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da UNICAMP. Professora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Edson Luis Lima Souto, da Rede Municipal de Educação de Campinas.

Referências

BARROS, Flávia Cristina Oliveira Murbach de; ANJOS, Daniela Dias dos. A Pedagogia Freinet no ensino superior: em busca de um novo olhar na formação de professores. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 4, n. 4, p. 92-116, set. 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/123. Acesso em: 15 dez. 2021.

BUSCARIOLO, Ana Flávia Valente Teixeira; LIMA, Cinthia Vieira Brum; ANJOS, Daniela Dias dos. Pedagogia Freinet e alfabetização: a potencialidade dos instrumentos desta pedagogia para formar crianças e professores. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 4, n. 4, p. 117-133, set. 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/124. Acesso em: 10 dez. 2021.

CLANCHÉ, Pierre. O texto livre: escrita das crianças. Editorial Estampa: 1977.

ESTEBAN, Maria Teresa. A avaliação no processo ensino/aprendizagem: os desafios postos pelas múltiplas faces do cotidiano. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, abr. 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000100011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/LzrRLxY6MqFdv5cs8JqRK8z/#. Acesso em: 23 out. 2023.

FREINET, Célestin. Pedagogia do bom senso. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1973a.

FREINET, Célestin. Para uma escola do povo. Lisboa: Presença editorial, 1973b.

FREINET, Célestin. As técnicas Freinet da escola moderna. Lisboa: Lisboa Editorial, 1975.

FREINET, Célestin, Educação pelo trabalho. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. 7. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

FREITAS, Luiz Carlos. Avaliação: para além da “forma escola”. Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, v. 20, n. 35, jul./dez. 2010.

IMBERNÓN, Francisco. Pedagogia Freinet: a atualidade das invariantes pedagógicas. Porto Alegre: Penso, 2012.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortez, 2011.

NIZA, Sérgio. Escritos sobre educação. Lisboa: Tinta-da-China, 2012.

PRADO, Guilherme do Val Toledo; PROENÇA, Heloísa Helena Dias Martins; MUNHOL, Lucianna Magri Melo; GUIDOTTI, Vaniza. Freinet na pedagogia, pedagogia com Freinet: trajetória teórico-metodológica e instrumentos pedagógicos freinetianos. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 4, n. 4, p. 158-177, set. 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/126. Acesso em: 15 dez. 2021.

SAMPAIO, Rosa Maria Whitaker. Freinet: evolução histórica e atualidades. São Paulo: Scipione, 1989.

SEGURA, Joaquim. O plano individual de trabalho como instrumento de pilotagem das aprendizagens no ensino superior. Revista da Escola Moderna, ano 5, 1999. 5ª série. Disponível em: https://www.escolamoderna.pt/textos-de-referencia/formacao-inicial-de-professores/. Acesso em: 20 nov. 2021.

Downloads

Publicado

23-10-2023

Como Citar

VARANI, A.; BUSCARIOLO, A. F. V. T.; CASTRO, V. D. de. Construindo alternativas freinetianas no ensino de avaliação educacional : uma experiência no curso de Pedagogia. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 13, p. 1–21, 2023. DOI: 10.35699/2237-5864.2023.41506. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/41506. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos