Ser professor no ensino superior

o início da docência em uma universidade pública brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2023.45637

Palavras-chave:

docência universitária, cotidiano docente, professor iniciante, ensino superior

Resumo

Este artigo visa a apresentar resultados de uma pesquisa com foco no docente em início de carreira. O objetivo geral foi conhecer e analisar os dizeres dos professores do ensino superior sobre seu início de carreira em uma instituição pública.  Para atingir o objetivo geral definimos como objetivos específicos: destacar elementos que influenciaram os sujeitos da pesquisa na decisão de se tornarem professores universitários; identificar as expectativas, dificuldades e desafios do docente universitário em início de carreira; verificar e analisar as perspectivas dos sujeitos da pesquisa quanto às suas necessidades formativas e evolução da sua trajetória docente. O referencial teórico foi alicerçado em estudos sobre docência universitária, saberes docentes e prática reflexiva. O percurso metodológico está fundamentado na abordagem qualitativa, através de entrevistas semiestruturadas. Os sujeitos da pesquisa são onze docentes de diferentes áreas, com até três anos de experiência no magistério superior. As análises dos dados foram baseadas nos princípios da análise de conteúdo e seguindo as orientações da técnica da categorização. Os resultados permitiram identificar que, para a maioria dos professores participantes do estudo, o interesse pela pesquisa teve grande influência na escolha pela profissão; suas principais dificuldades estão ligadas às questões didático-pedagógicas e aos impasses na relação professor-aluno; e reconhecem a necessidade de uma formação pedagógica que contribua para a melhora das práticas em sala de aula e para despertar o interesse dos alunos. A pesquisa contribui para os estudos sobre docência universitária e nos leva a considerar a necessidade de iniciativas institucionais de apoio à inserção profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Lima Andrade Gonçallo, Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Uberaba, MG, Brasil.

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM. Mestre em Educação pela UFTM. Licenciada em Letras Português/Inglês e em Pedagogia. Técnica em Assuntos Educacionais na UFTM.

Martha Maria Prata-Linhares, Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Uberaba, MG, Brasil.

Professora no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM. Doutora em Educação pela PUC/SP. Líder do Grupo de Pesquisa Formação de Professores, Cultura Digital e Aprendizagem – Forproca/CNPq.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEHRENS, Marilda Aparecida. O paradigma da complexidade na formação e no desenvolvimento profissional de professores universitários. Revista Educação, Porto Alegre, v. 30, n. 3, p. 439-455, 2007. Retrieved from: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/2742. Access on: 16 dez. 2023.

BITENCOURT, Loriége Pessoa. Pedagogia Universitária potencializada no diálogo reflexivo sobre Educação Matemática: quando três gerações de educadores se encontram. 2014. 268 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Retrieved from: http://hdl.handle.net/10183/94629. Access on: 16 dez. 2023.

BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União. Brasília, 30 dez. 1996.

CUNHA, Maria Isabel; ZANCHET, Beatriz Maria Boessio Atrit. A problemática dos professores iniciantes: tendência e prática investigativa no espaço universitário. Revista Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 3, 2010. Retrieved from: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/6999. Access on: 16 dez. 2023.

DOYRAN, Feyza; HACIFAZLIOĞLU, Özge. In Between Wellness and Excessive Entitlement: Voices of Faculty Members. In: RATMAN, Tara; CRAIG, Cheryl. Understanding Excessive Teacher and Faculty Entitlement. Emerald Publishing Limited, 2021. p. 191-204.

FERNANDES, Alvanize Valente. Teoria e Prática na formação e atuação de alunas-educadoras do curso de Pedagogia: dicotomia ou convergência? (um trabalho fundamentado no resgate da memória). 1995. 202f. Dissertação (Mestrado em Educação). Centro de Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 1995.

GAETA, Cecília; MASETTO, Marcos. O professor iniciante no ensino superior: aprender, atuar e inovar. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2013.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Docente e Profissional: formar‐se para a mudança e a incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

JUNGES, Kelen dos Santos; BEHRENS, Marilda Aparecida. Prática docente no Ensino Superior: a formação pedagógica como mobilizadora de mudança. Revista Perspectiva, Florianópolis, v. 33, n. 1, jan./abr. 2015. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v33n1p285. Retrieved from: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/2175-795X.2014v33n1p285. Access on: 16 dez. 2023.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, António (org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, 2013. p. 31-63.

MARCELO GARCIA, Carlos. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

MOROSINI, Marilia. Docência universitária e os desafios da realidade nacional. In: MOROSINI, Marilia. Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 2000. p. 11-20.

NEUENFELDT, Manuelli Cerolini; ISAIA, Silvia Maria de Aguiar. Pós- graduação e pós-graduação em educação no Brasil: um breve histórico. Revista de Educação, Campinas, n. 24, p. 85-95, jun./ jun. 2008. Retrieved from: https://periodicos.puc-campinas.edu.br/reveducacao/article/view/115. Access on: 16 dez. 2023.

NÓVOA, Antônio. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, António (org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, 2013. p. 11-30. Coleção Ciências da Educação.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargo. Docência no Ensino Superior. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2014.

PAPI, Silmara de Oliveira Gomes; MARTINS, Pura Lucia Oliver. Professores iniciantes: as pesquisas e suas bases teórico-metodológicas. Linhas Críticas, Brasília, v. 5, n. 29. jul./dez. 2009. DOI: https://doi.org/10.26512/lc.v15i29.3545. Retrieved from: https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/3545. Access on: 16 dez. 2023.

POWACZUK, Ana Carla Hollweg. Movimentos da professoralidade: a tessitura da docência universitária. 2012. 212 f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal da Santa Maria, Santa Maria, 2012. Retrieved from: http://repositorio.ufsm.br/handle/1/3461. Access on: 16 dez. 2023.

RIBEIRO, Maria Flavia Marques; OLIVEIRA, Gislaine Alves de; FARIA, Elaine Terk. Formação pedagógica de docentes e pós-graduandos no âmbito da pós-graduação em Fisiologia no Brasil. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p. 1-16, jan./jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.15448/2179-8435.2020.1.32684. Retrieved from: https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/porescrito/article/view/32684. Access on: 16 dez. 2023.

SENKEVICS, Adriano Souza. A expansão recente do ensino superior: cinco tendências de 1991 a 2020. Cadernos de estudos e pesquisas em políticas educacionais, v. 3, n. 4, p. 199-246, 2021. DOI: https://doi.org/10.24109/27635139.ceppe.v3i4.4892. Retrieved from: http://cadernosdeestudos.inep.gov.br/ojs3/index.php/cadernos/article/view/4892. Access on: 16 dez. 2023.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

ZABALZA, Miguel A. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Downloads

Publicado

18-12-2023

Como Citar

GONÇALLO, R. L. A.; PRATA-LINHARES, M. M. Ser professor no ensino superior: o início da docência em uma universidade pública brasileira. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 13, p. 1–19, 2023. DOI: 10.35699/2237-5864.2023.45637. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/45637. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos