Construção e evidência de validade do Instrumento de Avaliação do Conhecimento sobre Prevenção Quaternária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2022.41233

Palavras-chave:

Doença Iatrogênica, Prevenção Quaternária, Promoção da Saúde

Resumo

Objetivo: desenvolver e estimar a evidência de validade de um instrumento para avaliar a percepção dos acadêmicos de medicina sobre a prevenção quaternária. Método: Trata-se de um estudo metodológico desenvolvido em três etapas: 1) construção do instrumento para avaliação do conhecimento sobre Prevenção Quaternária a partir de referenciais teóricos; 2) evidência de validade baseada no conteúdo, realizada por 13 juízes; 3) evidência de validade baseada na estrutura interna, realizada por 180 acadêmicos de medicina. Análises fatoriais foram realizadas para verificar a estrutura hierárquica do modelo a partir das duas dimensões inicialmente construídas: Domínio Conhecimento e Domínio Prático. Resultados: O coeficiente de evidência de validade de conteúdo da escala total (CVCt) foi de 0,98, demonstrando uma alta concordância entre os avaliadores com a conceituação teórica subjacente. Quanto à precisão do instrumento, todos os itens apresentaram valores de Alfa de Cronbach acima de 0,7, indicando boa precisão. Verificou-se bons indicadores de precisão para a escala com dois fatores (Domínio Conhecimento e Domínio Prático) ƛ2= 109.746, gl= 103; p<0,001; ƛ2/gl= 0,30; CFI= 0,98 e RMSEA 0,019. Conclusão: o instrumento IP4-15 apresentou as evidências de validade de conteúdo, estrutura interna, precisão e propriedades dos itens adequadas para avaliar o conhecimento e a prática da prevenção quaternária de acadêmicos do curso de medicina. Serão necessários estudos futuros para investigar a aplicabilidade do IP4-15 para outras populações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Jamoulle M, Roland M. Quaternary Prevention. WICC Annual Workshop: Hongkong, Wonca Congress Proceedings; 1995.

Martins C, Godycki-Cwrko M, Heleno B, Brodersen J. Quaternary prevention: reviewing the concept. Eur J Gen Pract [Internet]. 2018[citado em 2022 fev. 21];24(1):106-11. Disponível em: 10.1080/13814788.2017.1422177

Pizzanelli M, Almenas M, Quirós R, Pineda C, Cordero E, Taureaux N, et al. Prevención Cuaternaria: ética médica, evaluación y eficiencia en los sistemas de salud. Rev Bras Med Fam Comum [Internet]. 2016[citado em 2021 jun. 18];11:75-85. Disponível em: http://dx.doi.org//10.5712/rbmfc11(0)1388

Varela J. Overdiagnosis: realities and perspectives. Med Clin (Barc) [Internet]. 2017[citado em 2021 dez. 12];148(3):118-20. Disponível em doi: 10.1016/j.medcli.2016.10.011

Verkerk EW, Tanke MAC, Kool RB, van Dulmen SA, Westert GP. Limit, lean or listen? A typology of low-value care that gives direction in de-implementation. Int J Qual Health Care [Internet]. 2018[citado em 2020 dez. 11];30(9):736-9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1093/intqhc/mzy100

Shrank WH, Rogstad TL, Parekh N. Waste in the US Health Care System: estimated costs and potential for savings. JAMA [Internet]. 2019[citado em 2020 nov. 29]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1001/jama.2019.13978

Word Health Organization. Relatório Mundial da Saúde: financiamento dos sistemas de saúde - o caminho para a cobertura universal. Genova: WHO; 2010[citado em 2020 dez. 20]. Disponível em: https://www.who.int/whr/2010/whr10_pt.pdf

Norman AH, Tesser CD. Prevenção quaternária na atenção primária à saúde: uma necessidade do Sistema Único de Saúde. Cad Saúde Pública [Internet]. 2009[citado em 2022 fev. 13];25(9):2012-20. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000900015

Ministério da Educação (BR). Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina. Brasília: MS; 2014[citado em 2020 dez. 08]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=15514-pces116-14&category_slug=abril-2014-pdf&Itemid=30192

Hernandez-Nieto R. Contributions to Statistical Analysis. Venezuela: Booksurge Publishing; 2002.

Timmerman ME, Lorenzo-Seva U. Dimensionality assessment of ordered polytomous items with parallel analysis. Psychol Methods [Internet]. 2011[citado em 2020 dez. 10];16(2):209-20. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1037/a0023353

Hu LT, Bentler PM. Cutoff criteria for fit indexes in covariance structure analysis: Conventional criteria versus new alternatives. Struct Equ Modeling [Internet]. 1999[citado em 2021 dez. 26];6(1):1-55. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/10705519909540118

Kline RB. Principles and Practice of Structural Equation Modeling. New York: The Guilford Press; 2012.

Hair JF, Black WC, Babin BJ, Anderson RE, Tatham RL. Análise Multivariada dos Dados. Porto Alegre: Bookman; 2009.

Pasquali L. Instrumentação Psicológica: Fundamentos e Prática. Porto Alegre: Artmed; 2010.

Conselho Federal de Psicologia. Resolução No 9, de 25 de Abril de 2018; 2018[citado em 2021 jan. 10]. Disponível em: http://www.crp11.org.br/upload/Resolu%C3%A7%C3%A3o-CFP-n%C2%BA-09-2018-com-anexo.pdf

Lorenzo-Seva U, Ferrando PJ. A Comprehensive Program for Fitting Exploratory and Semiconfirmatory Factor Analysis and IRT Models. Appl Psychol Meas [Internet]. 2013[citado em 2021 jan. 08];37(6):497-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1177/0146621613487794

Bond TG, Fox CM. Applying the Rasch Model: Fundamental Measurement in the Human Sciences. 3ª ed. Mahwah New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates; 2015.

Linacre JM. A User’s Guide to Winsteps Ministep: Rasch-Model Computer Programs; 2015.

Coluci MZO, Alexandre NMC, Milani D. Construção de instrumentos de medida na área da saúde. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2015[citado em 2020 dez. 11];20(3):925-36. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015203.04332013

Fayers PM, Machin D. Quality of Life: the assessment, analysis, and interpretation. The Assessment, Analysis, and Interpretation of Patient-Reported Outcomes. Chichester, England: Wiley-Blackwell; 2007.

Pinto Hespanhol A, Couto L, Martins C. A medicina preventiva. Rev Port Med Geral Fam [Internet]. 2008[citado em 2020 dez. 14];24(1):49-64. Disponível em: https://www.rpmgf.pt/ojs/index.php/rpmgf/article/view/10462

American Educational Research Association. Standards for Educational and Psychological Testing; 2014. Washington, DC: American Educational Research Association; c2022.

Edelen MO, Reeve BB. Applying item response theory (IRT) modeling to questionnaire development, evaluation, and refinement. Qual Life Res [Internet]. 2007[citado em 2022 jan. 12];16(Suppl. 1):5–18. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11136-007-9198-0

Arquivos adicionais

Publicado

22-03-2023

Como Citar

1.
Moreschi LK, Scandalo MH, Oliveira LP, Peixoto EM, Bernuci MP, Yamaguchi MU. Construção e evidência de validade do Instrumento de Avaliação do Conhecimento sobre Prevenção Quaternária . REME Rev Min Enferm. [Internet]. 22º de março de 2023 [citado 1º de março de 2024];27. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/41233

Edição

Seção

Pesquisa