ANÁLISE DE SOBREVIDA DE PACIENTES COM PNEUMONIA ASSOCIADA À VENTILAÇÃO MECÂNICA INVASIVA

Autores

  • Alana Mara Almeida Macêdo Universidade Federal do Piaui, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, Curso de Bacharelado em Enfermagem, Picos PI , Brasil, Universidade Federal do Piaui - UFPI, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros - CSHNB, Curso de Bacharelado em Enfermagem. Picos, PI - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-3700-4916
  • Ismael Brioso Bastos Universidade Estadual do Ceará, Centro de Ciencias da Saúde, Curso Enfermagem, Fortaleza CE , Brasil, Universidade Estadual do Ceará - UECE, Centro de Ciencias da Saúde - CCS, Curso Enfermagem. Fortaleza, CE - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-5764-841X
  • Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benicio Universidade Federal do Piaui, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, Curso de Bacharelado em Enfermagem, Picos PI , Brasil, Universidade Federal do Piaui - UFPI, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros - CSHNB, Curso de Bacharelado em Enfermagem. Picos, PI - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-4638-2465
  • Rhanna Emanuela Fontenele Lima de Carvalho Universidade Estadual do Ceará, Centro de Ciencias da Saúde, Curso Enfermagem, Fortaleza CE , Brasil, Universidade Estadual do Ceará - UECE, Centro de Ciencias da Saúde - CCS, Curso Enfermagem. Fortaleza, CE - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-3406-9685
  • Francisco Gilberto Fernandes Pereira Universidade Federal do Piaui, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, Curso de Bacharelado em Enfermagem, Picos PI , Brasil, Universidade Federal do Piaui - UFPI, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros - CSHNB, Curso de Bacharelado em Enfermagem. Picos, PI - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-7744-6030

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2021.44509

Palavras-chave:

Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica, Segurança do Paciente, Infecção Hospitalar, Hospitais Universitários, Unidades de Terapia Intensiva, Cuidados Críticos.

Resumo

Objetivo: analisar a sobrevida de pacientes notificados com pneumonia associada à ventilação mecânica invasiva assistidos em unidade de terapia intensiva. Método: estudo analítico, transversal e retrospectivo desenvolvido no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí, Teresina, Brasil. A coleta de dados foi realizada por meio da consulta às planilhas do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, com amostra equivalente a 36 pacientes. O método Kaplan-Meier foi utilizado para a análise de sobrevida e o teste de log rank para a comparação das curvas. Resultados: 23 (63,9%) eram do sexo masculino, com faixa etária de 60 anos ou mais - 20 (55,6%); mantendo via aérea por tubo orotraqueal - 21 (58,3%). O microrganismo mais comum foi Acinetobacter baumanni - 11 (30,6%) - e a classe de antimicrobiano mais utilizada foi a de antifúngicos - 51 (27,5%). Entre os diagnósticos, o mais prevalente foi neoplasia maligna - sete (19,5%). A curva de Kaplan-Meier demonstrou que a taxa global de sobrevida no estudo foi de 63,9% até 15 dias de seguimento. Ocorreu maior sobrevida em pacientes do sexo feminino (69,2%), na faixa etária entre 19 e 59 anos (68,8%), traqueostomizados (73,3%), notificados com Pseudomonas aeruginosas (71,4%) e em uso de polimixina (78,9%). Conclusão: a etiologia da pneumonia pode influenciar diretamente no agravamento do prognóstico e apresenta relação com aumento da taxa de mortalidade e sobrevida. Assim, é importante reforçar a efetivação de uso de protocolos voltados para a segurança do paciente e da capacitação dos profissionais de saúde para essa realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA (BR). Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde/Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília: Anvisa; 2017[citado em 2019 nov. 13]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+4+-+Medidas+de+Preven%C3%A7%C3%A3o+de+Infec%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+Assist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/a3f23dfb-2c54-4e64-881c-fccf9220c373

Sousa AFL, Oliveira LB, Moura MEB. Perfil epidemiológico das infecções hospitalares causadas por procedimentos invasivos em unidade de terapia intensiva. Rev Prev Infecç Saúde. 2016[citado em 2020 jan. 14];2(1-2):11-7. Disponível em: https://doi.org/10.26694/repis.v2i1-2.6048

Soares SGC, Mascarenhas MDM, Moura LNB, Pereira AFM. Caracterização das infecções relacionadas à assistência à saúde em um hospital de ensino do Nordeste do Brasil. Rev Enferm UFPI. 2017[citado em 2018 jan. 14];6(2):37-43. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/5933/pdf

Perugini MRE, Perugini VH, Figueira FD, Fontana LMS, Diniz JJ, Santos DL, et al. Impacto de um bundle nas taxas de pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) em uma unidade de terapia intensiva pediátrica em Londrina-PR. Semina Cienc Biol Saúde. 2015[citado em 2020 fev. 7];36(1):259-66. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/19396/17008

Santos LRL, Almeida Neto OP, Freitas EAM. Infecções relacionadas à assistência à saúde em unidades de terapia intensiva adulto de hospitais universitários: revisão integrativa. Rev Aten Saúde. 2016[citado em 2020 fev. 15];14(49):66-71. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/312366369_Infeccoes_relacionadas_a_assistencia_a_saude_em_unidades_de_terapia_intensiva_adulto_de_hospitais_universitarios_revisao_integrativa

Silva SG, Nascimento ERP, Salles RK. Pneumonia associada à ventilação mecânica: discursos de profissionais acerca da prevenção. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2014[citado em 2020 fev. 20];18(2):290-5. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ean/v18n2/1414-8145-ean-18-02-0290.pdf

Associação de Medicina Intensiva Brasileira (BR). Diretrizes Brasileiras de Ventilação Mecânica. AMIB/SBPT; 2013[citado em 2020 dez. 30]. Disponível em: https://www.amib.org.br/fileadmin/user_upload/amib/2018/junho/15/Diretrizes_Brasileiras_de_Ventilacao_Mecanica_2013_AMIB_SBPT_Arquivo_Eletronico_Oficial.pdf

Souza ES, Belei RA, Carrilho CMDM, Matsuo T, Yamada-Ogatta SF, Andrade G, et al. Mortalidade e riscos associados a infecção relacionada à assistência à saúde. Texto Contexto Enferm. 2015[citado em 2020 maio 05];24(1):220-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072015002940013

Silva TG, Souza GN, Souza SS, Bitencourt JVV, Madureira VF, Luzardo AR. Incidência de pneumonia associada à ventilação mecânica em uma Unidade de Terapia Intensiva. Rev Pesqui (Univ Fed Estado Rio J Online). 2017[citado em 2020 maio 05];9(4):1121-5. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/5899/pdf

Kock KS, Rosa BC, Martignago N, Maurici R. Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAVM): incidência e desfecho clínico em uma unidade de terapia intensiva no sul de Santa Catarina. ACM Arq Catarin Med. 2017[citado em 2020 fev. 5];46(1):2-11. Disponível em: http://www.acm.org.br/acm/seer/index.php/arquivos/article/view/248/135

Brown RT, Pierluissi E, Guzman D, Kessel ER, Goldman E, Sarkar U, et al. Functional disability in late-middle-aged and older adults admitted to a safety-net hospital. J Am Geriatr Soc. 2014[citado em 2019 dez. 5];62:2056-63. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/jgs.13103

Zanei SSV, Kawamura MM, Mori S, Cohrs CR, Whitaker IY. Valoração e registros sobre higiene oral de pacientes intubados nas unidades de terapia intensiva. REME - Rev Min Enferm. 2016[citado em 2020 fev. 5];20:e965. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20160035

Caratto V, Ball L, Sanguineti E, Insorsi A, Firpo L, Alberti S, et al. Antibacterial activity of standard and N-doped titanium dioxide-coated endotracheal tubes: an in vitro study. Rev Bras Ter Intensiva. 2017[citado em 2019 dez. 5];29(1):55-62. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbti/v29n1/0103-507X-rbti-29-01-0055.pdf

Rodrigues NA, Fragoso LVC, Beserra FM, Ramos IC. Impactos e fatores determinantes no bundle de pneumonia associada à ventilação mecânica. Rev Bras Enferm. 2016[citado em 2019 dez. 5];69(6):1108-14. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0253

Ferreira EG, Kimura A, Ramos F, Albuquerque PL, Antunes MD, Oliveira DV. Prevalência de pneumonia associada à ventilação mecânica por meio de análise das secreções traqueobrônquicas. Rev RENE. 2017[citado em 2019 dez. 5];18(1):114-20. Disponível em: https://doi.org/10.15253/2175-6783.2017000100016

Tavares CA, Veras MCB, Silva ACR, Araújo SES, Lima MFS. Avaliação da prescrição de antimicrobianos para infecção relacionada à assistência à saúde em um hospital escola de Recife - PE. Rev Epidemiol Controle Infecç. 2015[citado em 2019 nov. 7];5(3):123-30. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia/article/view/5496/4466

Mota EC, Oliveira SP, Silveira BRM, Silva PLN, Oliveira AC. Incidência da pneumonia associada à ventilação mecânica em unidade de terapia intensiva. Medicina. 2017[citado em 2019 nov. 10];50(1):39-46. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v50i1p39-46

Harboe ZB, Dalby T, Weinberger DM, Benfield T, Molbak K, Slotved HC, et al. Impact of 13-valent pneumococcal conjugate vaccination in invasive pneumococcal disease incidence and mortality. Clin Infect Dis. 2014[citado em 2019 dez. 15];59(8):1066-73. Disponível em: https://doi.org/10.1093/cid/ciu524

Lima MRS, Soares NS, Mascarenhas MDM, Amaral EJLS. Intervenção em surto de Klebsiella pneumoniae produtora de betalactamase de espectro expandido (ESBL) em unidade de terapia intensiva neonatal em Teresina, Piauí, 2010-2011. Epidemiol Serv Saúde. 2014[citado em 2019 dez. 11];23(1):177-82. Disponível em: https://doi.org/10.5123/S1679-49742014000100017

Nepomuceno RM, Miranda CB, Nogueira CB, Nogueira C, Silva LCF, Silva LD. Fatores de risco modificáveis para pneumonia associada à ventilação mecânica em terapia intensiva. Rev Epidemiol Controle Infecç. 2014[citado em 2019 nov. 11];4(1):23-7. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia/article/view/3933/3381

Neiva LBM, Fonseca CD, Watanabe M, Vattimo MFF. Polimixina B: efeito dose e tempo dependente na nefrotoxicidade in vitro. Acta Paul Enferm. 2013[citado em 2020 fev. 11];26(1):57-62. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000100010

Neiva LBM, Borges FT, Watanabe M, Pessoa EA, Barbosa DA, Vattimo MFF. Nefrotoxicidade da polimixina B: estudo experimental em células e implicações para a prática de Enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2014[citado em 2020 mar. 11];48(2):272-7. Disponível em: http://dx.doi.org/ 10.1590/S0080-6234201400002000011

Conselho Federal de Enfermagem (BR). Resolução COFEN nº 639/2020: dispõe sobre as competências do enfermeiro no cuidado aos pacientes em ventilação mecânica no ambiente extra e intra-hospitalar. COFEN; 2020[citado em 2021 mar. 03]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-639-2020_79633.html

Melo MM, Santiago LMM, Nogueira DL, Vasconcelos MFP. Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica: conhecimento dos profissionais de saúde acerca da prevenção e medidas educativas. Rev Pesqui (Univ Fed Estado Rio J Online). 2019[citado em 2020 mar. 11];11(n.esp):377-82. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9789/2175-531.2019.v11i2.377-382

Lourençone EMS, Branco A, Monteiro AB, Fonseca JP, Caregnato RCA. Adesão às medidas preventivas versus incidência de pneumonia associada à ventilação mecânica. Rev Epidemiol Controle Infecç. 2019[citado em 2020 mar. 15];9(2):1-7. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia/article/view/12596/8029

Publicado

03-09-2021

Como Citar

1.
Macêdo AMA, Bastos IB, Benicio CDAV, Carvalho REFL de, Pereira FGF. ANÁLISE DE SOBREVIDA DE PACIENTES COM PNEUMONIA ASSOCIADA À VENTILAÇÃO MECÂNICA INVASIVA. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 3º de setembro de 2021 [citado 21º de maio de 2024];25(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/44509

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)