Brasil Latino-americano

colonialidade, défice republicano e inquietações sobre/para o futuro, pela perspectiva descolonial

Autores

  • Denise Tatiane Girardon dos Santos Universidade de Cruz Alta | Fundação Educacional Machado de Assis

DOI:

https://doi.org/10.35699/2525-8036.2021.26211

Palavras-chave:

Populismo, Défice republicano, Brasil, Crise sociopolítica, Neomarginalização

Resumo

O artigo tem o objetivo de realizar uma abordagem sociopolítica contemporânea brasileira, sob a óptica da descolonialidade e pelo recorte geopolítico latino-americano. Após as independências nacionais, os Países do Continente mantiveram características colonialistas, como governos oligárquicos e acentuado défice de participação popular na vida pública. O problema de pesquisa que se pretende responder é: há elementos atuais que configurem a manutenção da colonialidade no Brasil atual? A possível hipótese é que a classificação social pelo critério de raça, a desigualdade e a acentuada concentração de renda, o desenvolvimento dependente e as recentes alterações legislativas nos campos trabalhista e previdenciário, resultando na fragilização de direitos sociais, são elementos indicativos de práticas neocolonialistas no Brasil, mas, também, em outros países da América Latina, agravados pela pandemia de SARS-CoV-2. Como conclusão, aponta-se que, no campo sociopolítico, a polarização e o populismo demagogo do projeto de governo federal atual indicam que são frágeis os avanços de participação popular democrática; por outro lado, há movimentos sociais inéditos, organizados por grupos neomarginalizados, como o Breque dos Apps, enquanto possibilidade de uma nova perspectiva de consciência política e de participação social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Tatiane Girardon dos Santos, Universidade de Cruz Alta | Fundação Educacional Machado de Assis

Doutora em Direito pela UNISINOS. Docente do Curso de Direito da UNICRUZ e do Curso de Direito da FEMA.

ORCID: https://orcid.org/0000-0001-9782-8039

Referências

AOS FATOS. Todas as declarações de Bolsonaro. 2020. Disponível em. Acesso em: 08 Ago. 2020.

BBCNEWS. ‘Falta de clima' com Bolsonaro deixa presidente eleito da Argentina de fora de encontro do Mercosul. 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-50606788. Acesso em: 06 Ago. 2020.

BBCNEWS. Com pandemia, entregadores de app têm mais trabalho, menos renda e maior risco à saúde. 2020a. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-53258465. Acesso em: 12 Ago. 2020.

BBCNEWS. Sob Bolsonaro e Fernandez, Brasil e Argentina vivem maior afastamento em 35 anos. 2020b. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53215350. Acesso em: 08 Ago. 2020.

BIGNOTTO, Newton. Matrizes do Republicanismo. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

BRASIL. Ato Institucional Nº 5, de 13 de dezembro de 1968. 1968. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/AIT/ait-05-68.htm. Acesso em: 02 Ago. 2020.

CARTACAPITAL. Brasil perde posto de maior parceiro comercial da Argentina. 2020a. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/economia/brasil-perde-posto-de-maior-parceiro-comercial-da-argentina/. Acesso em: 07 Ago. 2020.

CARTACAPITAL. No Complexo do Alemão, é pobre matando pobre. 2020b. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/complexo-do-alemao-nessa-situacao-vitimas-e-algozes-se-confundem-7660/. Acesso em: 11 Ago. 2020.

CASANOVA, Pablo González. Colonialismo interno (una redefinición). In: BORON, Atilio A.; AMADEO, Javier; GONZÁLEZ, Sabrina (Comp.). La teoría marxista hoy. Problemas y perspectivas. Buenos Aires, CLACSO, 2006. p. 409-434.

CORREIO BRAZILIENSE. Presidente eleito acusa cubanos do Mais Médicos de espionagem. 2018. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2018/12/19/interna_politica,726215/presidente-eleito-acusa-cubanos-do-mais-medicos-de-espionagem.shtml. Acesso em: 02 Ago. 2020.

DURÁN, Francisco Entrena. Los populismos y la formación del Estado-nación en América Latina. Anuario de Estudios Americanos, v. 53, n. 1, p. 101-121, 1996.

DUSSEL, Enrique. Europa, modernidade e Eurocentrismo. Buenos Aires: CLACSO, 2005.

DUSSEL, Enrique. Filosofia de la Liberación. Bogotá: Nueva América, 1996.

DUSSEL, Henrique. 1492. El encubrimiento del outro. Quito: Abya-Yala, 1994.

ÉPOCA. Quem é o desembargador que desdenhou da lei ao ser multado em Santos. 2020. Disponível em: https://epoca.globo.com/brasil/quem-o-desembargador-que-desdenhou-da-lei-ao-ser-multado-em-santos-24548160. Acesso em: 13 Ago. 2020.

ÉPOCA. Eduardo Bolsonaro: ‘Se a esquerda radicalizar, resposta pode ser via um novo AI-5’. 2019. Disponível em: https://epoca.globo.com/brasil/eduardo-bolsonaro-se-esquerda-radicalizar-resposta-pode-ser-via-um-novo-ai-5-1-24053788. Acesso em: 02 Ago. 2020.

ESTADO DE MINAS. Bolsonaro, o candidato antissistema que se anuncia como salvador da pátria. 2018. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2018/10/07/interna_internacional,995356/bolsonaro-o-candidato-antissistema-que-se-anuncia-como-salvador-da-pa.shtml. Acesso em: 03 Ago. 2020.

EXAME. Bolsonaro: Falarei com Congresso em caso de invasão na Venezuela pelos EUA. 2019. Disponível em: https://exame.com/brasil/bolsonaro-falarei-com-congresso-em-caso-de-invasao-na-venezuela-pelos-eua/. Acesso em: 03 Ago. 2020.

FOLHA. 6 em cada 10 informais têm auxílio emergencial aprovado. 2020a. Disponível em: https://agora.folha.uol.com.br/grana/2020/05/6-em-cada-10-informais-tem-auxilio-emergencial-aprovado.shtml. Acesso em: 13 Ago. 2020.

FOLHA. Eu sou a Constituição, diz Bolsonaro ao defender democracia e liberdade um dia após ato pró-golpe militar. 2020b. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/04/democracia-e-liberdade-acima-de-tudo-diz-bolsonaro-apos-participar-de-ato-pro-golpe.shtml. Acesso em: 05 Ago. 2020.

FOLHA. Mortes por policiais crescem 43% no RJ durante quarentena, na contramão de crimes. 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/05/mortes-por-policiais-crescem-43-no-rj-durante-quarentena-na-contramao-de-crimes.shtml. Acesso em: 09 Ago. 2020.

GOMES, David F. L. Brasil, 2020: tentativa de diagnóstico. Revista de Ciências do Estado, v. 6, n. 1, p. 1-39, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e28895/e28895. Acesso em: 24 Jan. 2021.

G1. Em 2019, RJ tem maior número de mortes por policiais desde o início da série histórica, diz ISP. 2019. Disponível em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/11/25/em-2019-rj-tem-maior-numero-de-mortos-por-policiais-desde-o-inicio-da-serie-historica.ghtml. Acesso em: 09 Ago. 2020.

G1. 80% dos mortos por policiais no RJ no 1° semestre de 2019 eram negros e pardos, aponta levantamento. 2020a. Disponível em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/02/08/80percent-dos-mortos-por-policiais-no-rj-no-1-semestre-de-2019-eram-negros-e-pardos-aponta-levantamento.ghtml. Acesso em: 09 Ago. 2020.

G1. Batalhões da Grande SP matam 60% mais em 2020; na capital, aumento de mortes por policiais militares chega a 44%. 2020b. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/06/23/batalhoes-da-grande-sp-matam-60percent-mais-em-2020-na-capital-aumento-de-mortes-por-policiais-militares-chega-a-44percent.ghtml. Acesso em: 09 Ago. 2020.

G1. Cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós', diz Bolsonaro em transmissão nas redes sociais. 2020c. Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/01/24/cada-vez-mais-o-indio-e-um-ser-humano-igual-a-nos-diz-bolsonaro-em-transmissao-nas-redes-sociais.ghtml. Acesso em: 05 Ago. 2020.

G1. ‘E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?’, diz Bolsonaro sobre mortes por coronavírus; 'Sou Messias, mas não faço milagre. 2020d. Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/04/28/e-dai-lamento-quer-que-eu-faca-o-que-diz-bolsonaro-sobre-mortes-por-coronavirus-no-brasil.ghtml 28.04.20. Acesso em: 05 Ago. 2020.

G1. Entregador sofre ofensas racistas em condomínio de Valinhos. 2020e. Disponível em: Disponível em: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2020/08/07/entregador-registra-boletim-de-ocorrencia-apos-sofrer-ofensas-racistas-em-condominio-de-valinhos-video.ghtml. Acesso em: 14 Ago. 2020.

G1. Fiscais sofrem ataques ao reprimir aglomerações em bares do Rio; veja flagrantes. 2020f. Disponível em: https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2020/07/05/fiscais-sofrem-ataques-ao-reprimir-aglomeracoes-em-bares-do-rio-veja-flagrantes.ghtml. Acesso em: 14 Ago. 2020.

G1. ‘Não sou coveiro, tá?’, diz Bolsonaro ao responder sobre mortos por coronavírus. 2020g. Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/04/20/nao-sou-coveiro-ta-diz-bolsonaro-ao-responder-sobre-mortos-por-coronavirus.ghtml. 20.04.2020. Acesso em: 08 Ago. 2020.

G1. Policial pisa no pescoço de mulher negra e arrasta a vítima na zona sul de SP. 2020h. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/07/policial-pisa-no-pescoco-de-mulher-negra-e-arrasta-a-vitima-na-zona-sul-de-sp.shtml. Acesso em: 12 Ago. 2020.

G1. RJ tem maior número de mortes por policiais em 22 anos; e o 2º menor índice de homicídios já registrado pelo ISP. 2020i. Disponível em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/06/22/rj-tem-maior-numero-de-mortes-por-policiais-em-22-anos-e-o-2o-menor-indice-de-homicidios-ja-registrado-pelo-isp.ghtml. Acesso em: 08 Ago. 2020.

G1. Patrimônio dos super-ricos brasileiros cresce US$ 34 bilhões durante a pandemia, diz Oxfam. 2020j. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/07/27/patrimonio-dos-super-ricos-brasileiros-cresce-us-34-bilhoes-durante-a-pandemia-diz-oxfam.ghtml. Acesso em: 14 Ago. 2020.

GORCZEVSKI, Clovis; MARTÍN, Nuria Belloso. A necessária revisão do conceito de cidadania: movimentos sociais e novos protagonistas na esfera pública democrática. São Cruz do Sul: EDUNISC, 2011.

IANNI, Octávio. A formação do Estado populista na América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989.

IANNI, Octavio. A questão nacional na América Latina. Estudos Avançados, v. 2, n. 1, p. 5-40, 1988.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. CENSO Agropecuário – 2017. Disponível em: https://censos.ibge.gov.br/agro/2017/. Acesso em: 01 Ago. 2020.

ISTOÉ. Frases de Bolsonaro, o candidato que despreza as minorias. 2018. Disponível em: https://istoe.com.br/frases-de-bolsonaro-o-candidato-que-despreza-as-minorias/. Acesso em: 02 Ago. 2020.

ISTOÉ. Bolsonaro diz ‘I love you’ para Trump, que desdenha: ‘Bom te ver de novo’. 2019. Disponpivel em: https://istoe.com.br/bolsonaro-diz-i-love-you-para-trump-que-desdenha-bom-te-ver-de-novo/. Acesso em: 02 Ago. 2020.

MALDONADO-TORRES, Nelson. Pensamento crítico desde a subalteridade: os Estudos Étnicos como ciências descoloniais ou para a transformação das humanidades e das ciências sociais no século XXI. Afro-Ásia, n. 34, 2017.

MELATTI, Júlio Cesar. Índios do Brasil. Brasília: MEC-SEED, 2001.

MIGNOLO, Walter. D. A colonialidade de cabo a rabo: o hemisfério ocidental no horizonte conceitual da modernidade. In: LANDER, Edgardo (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais - perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005. 33-49.

MIGNOLO, Walter. La Idea de América Latina. La herida colonial y la opción decolonial. Barcelona: Gedisa, 2007.

NEXO. Como Bolsonaro reagiu à pandemia até as 100 mil mortes. 2020. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/08/07/Como-Bolsonaro-reagiu-%C3%A0-pandemia-at%C3%A9-as-100-mil-mortes. Acesso em: 14 Ago. 2020.

NOTÍCIA PRETA. “Você pode ser macho na periferia, mas aqui é um bosta. Aqui é Alphaville”, diz empresário que xingou PM. 2020. Disponível em: https://noticiapreta.com.br/voce-pode-ser-macho-na-periferia-mas-aqui-e-um-bosta-aqui-e-alphaville-diz-empresario-que-xingou-pm/. Acesso em: 11 Ago. 2020.

NOTÍCIAS UOL. “Tem medo do quê? Enfrenta”: lembre frases de Bolsonado durante a pandemia. 2020. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/08/08/bolsonaro-pandemia-100-mil-mortes-fala.htm?cmpid. Acesso em: 02 Ago. 2020.

OXFAN. Relatório executivo: Terra, poder e desigualdade na América Latina. Disponível em: https://www.oxfam.org.br/publicacao/relatorio-executivo-terra-poder-e-desigualdade-na-america-latina/. Acesso em: 04 Ago. 2020.

POMER, Leon. As independências na América Latina. São Paulo: Brasiliense, 1981.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, Boaventura de Sousa Santos; MENEZES, Maria Paula. Epistemologias do sul. Lisboa: Almedina, 2009. p. 73-117.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do Poder, Eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgard (Org). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires, CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, 2005, cap. 9, p. 117-142. Disponível em: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/clacso/sur-sur/20100624103322/12_Quijano.pdf. Acesso em: 12 Ago. 2020.

REMIR TRABALHO. Rede de Estudos e Monitoramento da Reforma Trabalhista (Remir Trabalho) ouviu 252 pessoas de 26 cidades entre os dias 13 e 20 de abril por meio de um questionário online. 2020. Disponível em: http://abet-trabalho.org.br/remir-trabalho/. Acesso em: 12 Ago. 2020.

REVISTA FÓRUM. Informalidade no país bate recorde neste último trimestre de governo Bolsonaro. Disponível em: https://revistaforum.com.br/politica/bolsonaro/informalidade-no-pais-bate-recorde-neste-ultimo-trimestre-de-governo-bolsonaro/ 27.09.2019. Acesso em: 06 Ago. 2020.

REVISTA PIAUÍ. Vou intervir! 2020. Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/materia/vou-intervir/. Acesso em: 04 Ago. 2020.

RIBEIRO, Darcy. América Latina: pátria grande. São Paulo: Global, 2017.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A difícil democracia. São Paulo: Boitempo, 2016.

SANTOS, Denise Tatiane Girardon dos. Estados Plurinacionais na América Latina: cenários para o republicanismo na contemporaneidade. Curitiba: CRV, 2020.

SILVA FILHO, José Carlos Moreira da. Da ‘invasão’ da América aos sistemas penais hoje: o discurso da 'inferioridade' latino-americana. In: WOLKMER, Antônio Carlos (Org.). Fundamentos de História do Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 2008. p. 271-316.

SOUSA, Adriano Corrêa de. A emancipação como objetivo central do novo constitucionalismo latinoamericano: os caminhos para um constitucionalismo da libertação. In: VAL, Eduardo Manuel; BELLO, Enzo. O pensamento pós e descolonial no novo constitucionalismo latino-americano. Caxias do Sul: Educs, 2014. p. 65-86.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso: da escravidão à Lava Jato. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

SOUZA, Jessé. Os batalhadores brasileiros. Nova classe média ou nova classe trabalhadora? Belo Horizonte: UFMG, 2012.

TERRA. Bolsonaro bate continência à bandeira dos EUA e muda bordão. 2019. Disponível em: https://www.terra.com.br/noticias/bolsonaro-recebe-premio-bate-continencia-a-bandeira-dos-eua-e-erra-o-proprio-bordao,3e51701c017f264ac65c2f3bcce8d1c0oldta994.html. Acesso em: 01 Ago. 2020.

THE INTERCEPT. ‘Bolsonaro vai dar nossa terra aos americanos’: concessão da base de Alcântara aos EUA ameaça quilombolas. 2019. Disponível em: https://theintercept.com/2019/11/15/bolsonaro-entrega-alcantara-eua-ameaca-quilombolas/. Acesso em: 01 Ago. 2020.

TWITTER.COM. Disponível em: https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1111735270234353667. Acesso em: 01 Ago. 2020.

VEJA. “Não queremos negociar nada”, diz Bolsonaro em manifestação que pedia AI-5. 2019. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/04/19/jair-bolsoanaro-nao-queremos-negociar-nada-manifestacao-anti-congresso.htm?cmpid. Acesso em: 01 Ago. 2020.

VEJA. ‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’, diz Bolsonaro sobre Eduardo. 2020. Disponível em: https://veja.abril.com.br/politica/pretendo-beneficiar-um-filho-meu-sim-diz-bolsonaro-sobre-eduardo/. Acesso em: 02 Ago. 2020.

WOLKMER, Antônio Carlos. Repensando a questão da historicidade do Estado e do Direito na América Latina. Panóptica, v. 1, n. 4, p. 82-95, 2006.

Downloads

Publicado

2021-02-12

Como Citar

SANTOS, D. T. G. dos . Brasil Latino-americano: colonialidade, défice republicano e inquietações sobre/para o futuro, pela perspectiva descolonial. Revista de Ciências do Estado, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 1–23, 2021. DOI: 10.35699/2525-8036.2021.26211. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e26211. Acesso em: 23 out. 2021.