“Brasil, 2020”

tentativa de diálogo pelas vias discursivas

Autores

  • Adriana do Carmo Figueiredo FUNDAÇÃO CEFET-MG / UFMG

DOI:

https://doi.org/10.35699/2525-8036.2021.29325

Palavras-chave:

Brasil, Discurso, Pós-Verdade, Racionalidade, Modernidade

Resumo

Este ensaio visa a dialogar com algumas reflexões do professor Dr. David F.L. Gomes acerca de sua abordagem sobre o “BRASIL, 2020: TENTATIVA DE DIAGNÓSTICO”. O arcabouço teórico-metodológico foi construído com alguns aportes das Teorias da Argumentação, por meio do texto “Régimes de rationalité, post-vérité et conspirationnisme : a-t-on perdu le goût du vrai”, da linguista francesa Emmanuelle Danblon (2020), pensados discursivamente com algumas categorias extraídas da Teoria Social de Habermas, explicitadas especialmente em suas obras Teoria da Ação Comunicativa I (1999 [1981]), O discurso filosófico da Modernidade (2000 [1985]) e Consciência moral e agir comunicativo (1989 [1983]). Dessa forma, o propósito deste texto é discutir algumas categorias habermasianas como “mundo da vida”, “reificação da sociedade”, “racionalidade comunicativa”, “descentramento do sujeito” e outras que, conjugadas à ideia de razão nos limites de sua precariedade, nos permitirão pensar a relação do sujeito com a noção de pós-verdade, como possíveis interpretativos do contexto atual relativo à sociedade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana do Carmo Figueiredo, FUNDAÇÃO CEFET-MG / UFMG

Doutora em Estudos Linguísticos (UFMG), área de concentração Linguística do Texto e do Discurso, e Mestre em Estudos Literários (UFMG), área de concentração Teoria da Literatura. Linhas de pesquisa: Análise do Discurso Jurídico, Literatura e Expressão da Alteridade. Advogada, docente e pesquisadora de Direitos Humanos, Teoria Social, Bioética, Teorias da Argumentação e Linguística discursiva. É membro da Sociedade Brasileira de Retórica (SBR), da Associação Latino-Americana de Estudos do Discurso (ALED) e da Associação Serras de Minas – Teoria da Justiça e do Direito.

Referências

BERGER, P., LUCKMANN Th. Die gesellschaftliche Konstruktion der Wirklichkeit. Frankfurt an Main, 1966 apud HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade: doze lições. Trad. Luiz Sérgio Repa. Rodnei Nascimento. São Paulo: Martins Fontes. 2000.

CATRACA LIVRE. Bolsonaro volta a minimizar mortes por covid: ‘país de maricas’. Catraca Livre. Últimas notícias. Cidadania. 10 nov. 2020. Disponível em: <https://catracalivre.com.br/cidadania/bolsonaro-volta-a-minimizar-mortes-por-covid-pais-de-maricas/ >. Acesso em: 1 fev. 2021.

DANBLON, Emmanuelle. Régimes de rationalité, post-vérité et conspirationnisme : a-t-on perdu le goût du vrai ?. Argumentation et Analyse du Discours [Online], 25 | 2020, Online since 20 October 2020, Disponível em: http://journals.openedition.org/aad/4528 ; DOI: https://doi.org/10.4000/aad.4528>. Acesso em: 1 fev. 2021.

GOMES, David F. L.. Brasil, 2020: tentativa de diagnóstico. Revista de Ciências do Estado. Belo Horizonte: v. 6, n. 1, e28895. ISSN: 2525-8036. Disponível em: <https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e28895/e28895>. Acesso em: 28 jan. 2021.

GOMES, David F. L.. TEMAS DE SOCIOLOGIA JURÍDICA: Leituras de Jürgen Habermas IV – Religião, Ciência, Ética, Direito e Política: Aprendizagem. Curso oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da UFMG, pela plataforma Google Meet. Belo Horizonte: Faculdade de Direito da UFMG, 2021. Notas de aula.

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade: doze lições. Trad. Luiz Sérgio Repa. Rodnei Nascimento. São Paulo: Martins Fontes. 2000.

HABERMAS, Jürgen. Teoría de la Acción Comunicativa, I – racionalidad de la acción y racionalización social. Trad. Manuel Jiménez Redondo. Madrid: Grupo Santillana de Ediciones, S. A., 1999.

IBGE. Síntese de Indicadores Sociais (SIS). Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/estatisticas/multidominio/condicoes-de-vida-desigualdade-e-pobreza/9221-sintese-de-indicadores-sociais.html?=&t=downloads>. Acesso em: 05 de abril de 2020.

KOREN, Roselyne. 2019. Rhétorique et éthique. Du jugement de valeur (Paris : Classiques Garnier).

MARX, K. O capital –crítica da economia política. 3v. Trad. R. Enderle. São Paulo: Boitempo, 2013-2015.

POST-TRUTH. Oxford Dictionary. 2016. (versão online). Disponível em: <https://en.oxforddictionaries.com/definition/post-truth>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

FIGUEIREDO, A. do C. “Brasil, 2020” : tentativa de diálogo pelas vias discursivas. Revista de Ciências do Estado, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 1–12, 2021. DOI: 10.35699/2525-8036.2021.29325. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e29325. Acesso em: 23 out. 2021.