O céu de Suely

uma análise sobre as estéticas de Estado na violência policial contra prostitutas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2525-8036.2018.5130

Palavras-chave:

Discursividades de Estado, Gênero e Sexualidade, Prostituição, Violência policial

Resumo

O presente trabalho tematiza as discursividades de Estado, tramadas em gênero e sexualidade sobre a prostituição. A performatividade em gênero e sexualidade orientaram os esforços analíticos sobre os casos narrados. Os estupros, espancamentos e perseguições contra as prostitutas possuem uma dinâmica estética sui generisque se destaca na utilização dos signos de poder (armas, algemas, coturnos, cassetetes etc.) como instrumentos necessários à prática sexual violenta. É comum ouvir das trabalhadoras sexuais que os policiais as violentavam no exercício das suas funções, utilizando os seus equipamentos de trabalho. As mulheres prostitutas passaram a narrar casos em que a violência policial enunciava discursos de Estado. Os casos de violência sexual empreendida por policiais passaram a acompanhar a rotina da pesquisa. A performance erótica, o erotismo e o fetiche sexual foram os fios condutores na análise da violência policial contra as prostitutas. Estes escritos, portanto, têm por objeto as discursividades de Estado na violência policial contra prostitutas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Breno Marques de Mello, Universidade Federal da Paraíba

Estudante de Mestrado do Programa de Pós Graduação em Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba.

ORCID: http://orcid.org/0000-0003-3689-087X

Samara Monteiro dos Santos, Universidade Federal da Paraíba

Estudante de Mestrado do Programa de Pós Graduação em Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba.

ORCID: http://orcid.org/0000-0003-0395-6852

Referências

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Trad. Renato Aguiar. 3ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

EFREM FILHO, R. Corpos brutalizados: conflitos e materializações nas mortes de LGBT. Cadernos Pagu.2016;(46):311-340. doi:10.1590/18094449201600460311.

EFREM FILHO, Roberto. “BALA”: experiência, classe e criminalização / “SHOT”.REVISTA DIREITO E PRÁXIS,[s.l.], v. 5, n. 9, p.501-537, 24 nov. 2014. Universidade de Estado do Rio de Janeiro. http://dx.doi.org/10.12957/dep.2014.13722.

EFREM FILHO, Roberto. Desejos de Estado: violência, território, gênero e sexualidade. Mimeo.

FACCHINI, Regina; MACHADO, Sarah Rosseti. Praticamos SM, repudiamos agressão: classificações, redes e organização comunitária em torno do BDSM no contexto brasileiro.Revista latinoamericana -Sexualidad, Salud y Sociedad,São Paulo, v. 14, n. 2, p.575-606, 2013.

FOUCAULT, Michel.A História da Sexualidade.São Paulo: Paz & Terra, 2014. 175 p.GREGORI, Maria Filomena. Limites da sexualidade: violência, gênero e erotismo.Revista de Antropologia,São Paulo, v. 51, n. 2, p.575-606, 2008.

GREGORI, Maria Filomena. Práticas eróticas e limites da sexualidade: contribuições de estudos recentes.Cadernos Pagu,São Paulo, v. 42, p.47-74, 2014.

GREGORI, Maria Filomena. Relações de violência e erotismo.Cadernos Pagu,Campinas, n. 20, p.87-120, fev. 2003.

McCLINTOCK, Anne. Couro imperial:raça, gênero e sexualidade no embate colonial. Trad. Plínio Dentzien. Campinas: Editora da Unicamp, 2010.

OLIVAR, José Miguel Nieto.Devir Puta:Políticas deprostituição de rua na experiência de quatro mulheres militantes. Rio de Janeiro: Eduerj, 2013.

OLIVAR, José Miguel. Banquete de homens: sexualidade, parentesco e predação na prática da prostituiçãofeminina. Revista brasileira de Ciências Sociais. 2011;26(75):89-101. doi:10.1590/s0102-69092011000100005.

RANCIERE, Jacques. A partilha do sensível:estética e política. Jacques Ranciere; Tradução de Mônica Costa Neto. São Paulo. EXO experimental. Ed. 34, 2009. 72p.

SOUZA, Bruna Mantese de. Mulheres de fibra: narrativas e o ato de narrar entre usuárias e trabalhadoras de um serviço de atenção a vítimas de violência na periferia de São Paulo. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 2015.

RUBIN, Gayle. Thinking sex: notes for a radical theory of the politics of sexuality. In: NARDI, Peter. M; SCHNEIDER, Beth. E. (Ed.). Social Perspectives In Lesbian And Gay Studies: a reader. New York: Routledge, 1998, pp. 100 –133.

Downloads

Publicado

2018-10-05

Como Citar

MELLO, B. M. de; SANTOS, S. M. dos. O céu de Suely: uma análise sobre as estéticas de Estado na violência policial contra prostitutas. Revista de Ciências do Estado, Belo Horizonte, v. 3, n. 2, p. 117–134, 2018. DOI: 10.35699/2525-8036.2018.5130. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e5130. Acesso em: 12 ago. 2022.