REFLEXÕES SOBRE A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE NA AMÉRICA LATINA

Autores

  • Walas Leonardo de Oliveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
  • Luís Antônio Ribeiro Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET MG https://orcid.org/0000-0001-8912-9764

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2022.40831

Palavras-chave:

Trabalho docente, Precarização do trabalho docente, América Latina

Resumo

O objetivo deste artigo é proporcionar uma visão panorâmica sobre o trabalho docente, mais especificamente sobre o processo de precarização ao qual estão submetidos os professores e professoras da América Latina e, em particular, do Brasil. Trata-se de um estudo baseado em revisão bibliográfica de artigos e livros publicados nas últimas duas décadas, principalmente por autores latino-americanos. O texto aponta para o fato de que os sistemas de ensino, as escolas e o trabalho docente na região passaram por uma reestruturação, fruto das reformas educacionais implantadas a partir da década de 90, de caráter neoliberal. Tal reestruturação, sem considerar a necessidade das devidas adequações, principalmente aumento na remuneração dos professores e melhores condições de trabalho, tem significado intensificação do trabalho docente e maior responsabilização dos professores, o que leva à precarização do trabalho. Por fim, o artigo defende que as universidades e escolas da região continuem servindo como espaços de resistência contra novas formas de colonialismo e avanço de políticas (ultra) neoliberais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walas Leonardo de Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Mestre e Doutorando em Educação pela UNESP Câmpus de Rio Claro. Professor EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP.

Luís Antônio Ribeiro, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET MG

Doutor em Letras e Linguística pela Puc Minas. Professor do Programa de Pós-Graduação em Estudos de linguagem - POSLING, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET-MG.

Referências

AMARAL, George; NOVAES, Henrique Tahan; SANTOS, Jose Deribado Gomes. As reformas educacionais e as políticas de formação docente no Brasil: o caminho para sua mercantilização. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, v.30, n.1, p.37-55, jan./abr. 2021. Disponível em: AS REFORMAS EDUCACIONAIS E AS POLÍTICAS DE FORMAÇÃO DOCENTE NO BRASIL | Trabalho & Educação (ufmg.br). Acesso em: 07 dez. 2022.

ARANHA, Antônia Vitória Soares; SOUZA, João Valdir Alves de. As licenciaturas na atualidade: nova crise? Educar em Revista, Curitiba, n. 50, p. 69-86, out./dez. 2013. Disponível em: SciELO - Brasil - As licenciaturas na atualidade: nova crise? As licenciaturas na atualidade: nova crise?. Acesso em: 08 dez. 2022.

BRASIL. Consolidação das Leis do trabalho - CLT e normas correlatas.Brasília: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2017. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/535468/clt_e_normas_correlatas_1ed.pdf . Acesso em: 08 dez. 2017.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, R. A Sociologia de Pierre Bourdieu. São Paulo: Olho d’água, 2013. p. 39-72.

DRAGHI, María José. et. al. Ejes para una historia de los docentes en América Latina. Revista Teoria e Prática da Educação, v. 18, n. 1, p. 9-21, jan./abr. 2015. Disponível em: Ejes para una historia de los docentes en América Latina | Teoria e Prática da Educação (uem.br). Acesso em: 08 dez. 2022.

DRUCK, Graça. Trabalho, precarização e resistências: novos e velhos desafios? Caderno CRH, Salvador, v. 24, n. 01, p. 37-57, 2011. Disponível em: SciELO - Brasil - Trabalho, precarização e resistências: novos e velhos desafios? Trabalho, precarização e resistências: novos e velhos desafios?. Acesso em: 08 dez. 2022.

ESTEVÃO, Larissa dos Santos. Imperialismo e políticas educacionais para o ensino médio no Brasil. 2019,157f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação – Universidade Federal de Pernambuco, 2019. Disponível em: RI UFPE: Imperialismo e políticas educacionais para o ensino médio no Brasil. Acesso em: 08 dez. 2022.

FANFANI, Emílio Tenti. Consideraciones sociológicas sobre profesionalización docente. Educação e Sociedade, v. 28, n. 99, p. 335-353, maio/ago. 2007. Disponível em: Rev99_04DOSSIE_novo.pmd (scielo.br). Acesso em: 08 dez. 2022.

FANFANI, Emilio Tenti. La condición docente: análisis comparado de la Argentina, Brasil, Perú y Uruguay. Buenos Aires: Siglo XXI Editores Argentina, 2005.

FANFANI, Emílio Tenti. Los que ponen el cuerpo: el profesor de secundária en la Argentina actual, Educar en Revista, Curitiba, n. 1, p. 37-76, 2010. Disponível em: SciELO - Brasil - Los que ponen el cuerpo: el profesor de secundaria en la Argentina actual Los que ponen el cuerpo: el profesor de secundaria en la Argentina actual. Acesso em: 08 dez. 2022.

FELDFEBER, Myriam. La regulación de la formación y el trabajo docente: un análisis crítico de la “agenda educativa” en América Latina. Educação e Sociedade, v. 28, n. 99, p. 444-465, maio/ago. 2007. Disponível em: SciELO - Brasil - La regulación de la formación y el trabajo docente: un análisis crítico de la "agenda educativa" en América Latina La regulación de la formación y el trabajo docente: un análisis crítico de la "agenda educativa" en América Latina. Acesso em: 08 dez. 2022.

FERREIRA JUNIOR, Amarílio; BITTAR, Marisa. Educação e ideologia tecnocrática na ditadura militar. Cadernos Cedes, Campinas, v. 28, n. 76, p. 333-355, set./dez. 2008. Disponível em: SciELO - Brasil - Educação e ideologia tecnocrática na ditadura militar Educação e ideologia tecnocrática na ditadura militar. Acesso em: 08 dez. 2022.

GATTI, Bernardete Angelina. (Coord.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

GATTI, Bernardete Angelina. et al. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019.

GATTI, Bernardete Angelina. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out./dez. 2010. Disponível em: SciELO - Brasil - Formação de professores no Brasil: características e problemas Formação de professores no Brasil: características e problemas. Acesso em: 08 dez. 2022.

GESTEIRA, Luíz André M. G. A Guerra Fria e as ditaduras militares na América do Sul. Scientia Plena, v. 10, n. 12, p. 1-20, 2014. Disponível em: A Guerra Fria e as ditaduras militares na América do Sul | Scientia Plena (emnuvens.com.br). Acesso em: 08 dez. 2022.

JACOMI, Márcia Aparecida; PENNA, Marieta Gouvea de Oliveira. Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional. Pró-posições, v.27, n. 2, maio/ago. 2016. Disponível em: SciELO - Brasil - Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional. Acesso em: 08 dez. 2022.

KALMUS, Jaqueline; SOUZA, Marilene Proença R.. Trabalho e formação: uma análise comparativa das políticas de formação de professores em serviço no Brasil e no México. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n.1, p. 53-66, jan./mar., 2016. Disponível em: SciELO - Brasil - Trabalho e formação: uma análise comparativa das políticas de formação de professores em serviço no Brasil e no México Trabalho e formação: uma análise comparativa das políticas de formação de professores em serviço no Brasil e no México. Acesso em: 08 dez. 2022.

LESSARD, Claude; TARDIF, Maurice. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 2 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

MATON, Karl. Habitus. In: GRENFELL, Michael. Pierre Bourdieu: conceitos fundamentais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018. p. 73-94.

MOURA, Lívia Romero de; MENDES SEGUNDO, Maria das Dores; AQUINO, Cássio Adriano Braz de. Do docente efetivo ao docente uberizado: a precarização contratual do professor no Brasil. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, v. 30, n. 3, p. 67-85, set./dez.2021. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/29404/29595. Acesso em: 07 dez. 2022.

OLIVEIRA SOBRINHO, Afonso Soares de. O neoliberalismo e a crise educacional em São Paulo na atualidade. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, v.21, n.2, p.113-129, mai./ago.2012. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8733. Acesso em: 07 dez. 2022.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Política educacional e a reestruturação do trabalho docente: reflexões sobre o contexto latino-americano. Educação e Sociedade, v. 28, n. 99, p. 355- 375, maio/ago. 2007. Disponível em: SciELO - Brasil - Política educacional e a re-estruturação do trabalho docente: reflexões sobre o contexto Latino-americano Política educacional e a re-estruturação do trabalho docente: reflexões sobre o contexto Latino-americano. Acesso em: 08 dez. 2022.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Regulação educativa na América Latina: repercussões sobre a identidade dos trabalhadores docentes. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 44. p. 209-227. dez. 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/PBxVTPKfBjQgNKH6GVn34ym/abstract/?lang=pt. Acesso em: 08 dez. 2022.

OLIVEIRA, Ricardo Nascimento de; MILL, Daniel. Teletrabalho docente, cultura digital e as transformações na legislação trabalhista. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, v.29, n.2, p.47-60, mai./ago. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/21854/19730. Acesso em: 07 dez. 2022.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. Narrar o trauma – a questão dos testemunhos de catástrofes históricas. Psicologia Clínica, Rio de Janeiro, v. 20, n.1, p. 65-82, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pc/a/5SBM8yKJG5TxK56Zv7FgDXS/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 08 dez. 2022.

VENCO, Selma. Uberização do trabalho: um fenômeno de tipo novo entre os docentes de São Paulo, Brasil? Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. 1-17, 2019. Disponível em: Uberização do trabalho: um fenômeno de tipo novo entre os docentes de São Paulo, Brasil? | eGov UFSC. Acesso em: 08 dez. 2022.

Downloads

Publicado

2023-01-24

Como Citar

OLIVEIRA, W. L. de; RIBEIRO, L. A. REFLEXÕES SOBRE A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE NA AMÉRICA LATINA. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 31, n. 3, p. 29–47, 2023. DOI: 10.35699/2238-037X.2022.40831. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/40831. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS