PERMANÊNCIA E EVASÃO NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO

EXPERIÊNCIA DE UMA ESCOLA DE TÉCNICOS EM SAÚDE NA PANDEMIA DE COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2023.42108

Palavras-chave:

Evasão escolar, Ensino Médio Integrado, Educação Profissional

Resumo

O artigo tem como objeto de análise a permanência e a evasão de estudantes em uma escola pública de educação de técnicos em saúde, na modalidade integrada ao ensino médio, na cidade do Rio de Janeiro durante a pandemia de Covid-19 (2020-2022). A partir do referencial teórico-metodológico do materialismo histórico-dialético, propõe a reflexão sobre a dinâmica sócio-histórica e cultural que aponta maiores índices de evasão para os filhos da classe trabalhadora, pobres e periféricos, bem como os desafios para a inclusão e permanência desses estudantes. Os resultados são indicativos de que o fortalecimento da gestão democrática da escola, especialmente, pela oportunidade de monitoramento de faltas; reuniões com docentes e conselhos de classe com a participação ativa do grêmio escolar aprimoram estratégias de ampliação das possibilidades de continuidade do fluxo escolar. Embora o contexto de precariedade nas condições de vida dos estudantes indique maior potenciais de evasão, a possibilidade de adotar estratégias que incluam garantia do acesso à internet e equipamentos eletrônicos, apoio financeiro, alimentação escolar e assistência psicossocial e pedagógica aos estudantes são fundamentais para ampliação da permanência. Todas estas ações demandam um ambiente institucional que enfatize a radicalidade do direito à educação pública em contextos de crise e emergências como vivenciado e que podem inspirar outras iniciativas de educação pública ao redor do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ingrid D’avilla Freire Pereira, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz)

Possui graduação em Nutrição pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB (2007), Mestrado (2013) e Doutorado (2017) em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz). Professora-pesquisadora da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz)

Rafael de Lima Bilio, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO (2006), Mestrado em Educação (2010) e doutorado (2017) em Educação pela Universidade Federal Fluminense. Professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz).

Jonathan Ribeiro Farias de Moura , Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz)

Possui graduação Letra/ Português-Espanhol pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, bacharelado (2012) e licenciatura (2013), Mestrado (2015) e Doutorado (2018) em Linguistica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz)

Referências

AZEVEDO, F. V. M. de. Causas e consequências da evasão escolar no ensino de jovens e adultos na Escola Municipal “Espedito Alves”. FAL-Rio Grande do Norte, Angicos, v.2, n.13, pp. 31-38, mai, 2006. Acesso em: 21 jul. 2021.

BRASIL. Lei n° 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 24 jun. 2022.

BRASIL. Lei n° 13.409, de 28 de dezembro de 2016. Altera a Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, para dispor sobre a reserva de vagas para pessoas com deficiência nos cursos técnico de nível médio e superior das instituições federais de ensino. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13409.htm. Acesso em: 24 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Documento orientador para a superação da evasão e retenção na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Brasília, DF: 2014. MEC. 52 p. Disponível em: http://r1.ufrrj.br/ctur/wp-content/uploads/2017/03/Documento-Orientador-SETEC.pdf. Acesso em: 18 de abril de 2022.

BRASIL. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa nacional por amostra de domicílios contínua. Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101736_informativo.pdf. Acesso em: 28 de setembro de 2020.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho com lugares de memória e identidade. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise (Orgs.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2005.

EPSJV lança painel com Perfil Socioeconômico dos estudantes do Ensino Médio. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, 2022. Disponível em: http://www.epsjv.fiocruz.br/noticias/acontece-na-epsjv/epsjv-lanca-painel-com-perfil-socioeconomico-dos-estudantes-do-ensino. Acesso em: 20 de outubro de 2022.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Org.). Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. 3ª edição. São Paulo: Cortez, 2012.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da educação básica 2020 : resumo técnico [recurso eletrônico] – Brasília : Inep, 2021. Disponível em: https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/resumo_tecnico_censo_escolar_2020.pdf . Acesso: 26 de agosto de 2022.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Resumo técnico censo escolar da educação básica 2021. Brasília: MEC, 2022a. Disponível em: https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/resumo_tecnico_censo_escolar_2021.pdf . Acesso em: 26 de agosto de 2022.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Cartilha do módulo situação do aluno 2022 conceitos e orientações. Brasília- MEC, 2022b. Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_basica/educacenso/situacao_aluno/documentos/2022/Cartilha_Modulo_Situacao_do_Aluno_2022__Conceitos_e_Orientacoes_FINAL.pdf. Acesso em: 07 de maio de 2023.

JESUS, R.E. De mecanismos eficientes na produção do fracasso escolar de jovens negros: estereótipos, silenciamento e invisibilização. Educação em Revista [online]. 2018, v. 34 [Acessado 25 Abril 2022] , e167901. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-4698167901. Epub 18 Jan 2018. ISSN 1982-6621. https://doi.org/10.1590/0102-4698167901.

LÜSCHER, A. Z.; DORE, R. Permanência e evasão na educação técnica de nível médio em Minas. Cadernos de Pesquisa, v. 41, n. 144, set-dez. 2011.Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/jgRKBkHs5GrxxwkNdNNtTfM/# . Acesso em: 25 de abril de 2022.

MARTINS, L. M.; LAVOURA, T. N. Materialismo histórico-dialético: contributos para a investigação em educação. In: Educar em Revista, Curitiba, Brasil, v. 34, n. 71, p. 223-239, set./out. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/75VNGFj5PH5gy3VsPNp3L6t/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 25 de abril de 2022.

RUMBERGER, R. W. Why students drop out of school. In G. Orfield (Ed.), Dropouts in America: Confronting the graduation rate crisis (2006). Cambridge: Harvard Education Press, 2006, p.131-155.

VÁZQUEZ, A. S.. Filosofia da práxis. Buenos Aires: Clacso; São Paulo: Expressão Popular, 2007.

SILVA, L. B.; DANTAS, A. V. Crise e pandemia: quando a exceção é regra geral. - Rio de Janeiro: EPSJV, 2020. 245 p.

UNESCO. A Comissão Futuros da Educação da Unesco apela ao planejamento antecipado contra o aumento das desigualdades após a COVID-19. Paris: Unesco, 16 abr. 2020. Disponível em: https://pt.unesco.org/news/comissao–futuros–da–educacao–da–unesco–apela–ao–planejamento–antecipado–o–aumento–das. Acesso em: 4 de junho de 2020.

UNICEF. Cenário da Exclusão Escolar no Brasil Um alerta sobre os impactos da pandemia da COVID-19 na Educação. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/media/14026/file/cenario-da-exclusao-escolar-no-brasil.pdf. Acesso em: 19 de abril de 2022.

Downloads

Publicado

2023-10-19

Como Citar

PEREIRA, I. D. F.; BILIO, R. de L.; MOURA , J. R. F. de. PERMANÊNCIA E EVASÃO NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO: EXPERIÊNCIA DE UMA ESCOLA DE TÉCNICOS EM SAÚDE NA PANDEMIA DE COVID-19. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 32, n. 2, p. 46–57, 2023. DOI: 10.35699/2238-037X.2023.42108. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/42108. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS