Avaliação de marcas de mordidas em alimentos produzidas por próteses dentárias

  • Dessana Carla A. de Oliveira
  • Pollyanna Sousa Simões
  • Jeidson Antônio Morais Marques Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS
  • Luís Carlos Cavalcante Galvão Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS
  • Rogério Nogueira de Oliveira Faculdade de Odontologia, Universidade de São Paulo-USP
  • Jamilly de Oliveira Musse Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS

Resumo

O estudo de marcas de mordidas em alimentos é uma importante vertente da Odontologia Legal, pois através do seu emprego é possível identificar ou excluir suspeitos de atos criminosos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade de identificação através de marcas de mordidas em alimentos, realizadas por próteses dentárias. A amostra foi composta por 10 (dez) pares de próteses, confeccionadas em um laboratório e montadas em um articulador tipo charneira. Após numeração das mesmas e dos alimentos, foi realizado um sorteio. Em seguida, procedeu-se a realização das mordidas nos alimentos (quatro chocolates, quatro queijos e duas bananas), sem o conhecimento dos pesquisadores. Modelos de gesso das próteses e dos alimentos mordidos foram confeccionados, utilizando alginato e gesso pedra. Em seguida, empregou-se a técnica da análise métrica. Nesta etapa realizou-se a mensuração do diâmetro mésio-distal de cada dente nos modelos
dos alimentos e das próteses, utilizando um paquímetro digital. Posteriormente, foi feita comparação direta do alimento mordido com os modelos das próteses. Dos dez alimentos mordidos foi possível identificar com precisão a prótese responsável pela impressão dentária em 7 deles. Entretanto, no queijo 01 e 02 e no chocolate 03 não foi possível identificar o autor, mas excluir 8, 5 e 8 suspeitos, respectivamente. De acordo
com os resultados obtidos pode-se comprovar que é possível a identificação de marcas de mordidas produzidas por próteses, contribuindo assim com as perícias realizadas na área de Odontologia Legal.
Descritores: Prótese Dentária. Odontologia Legal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dessana Carla A. de Oliveira
Cirurgiã-dentista
Pollyanna Sousa Simões
Cirurgiã-dentista
Jeidson Antônio Morais Marques, Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS

Departamento de Saúde, Curso de Odontologia, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA,
Brasil

Luís Carlos Cavalcante Galvão, Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS

Departamento de Saúde, Curso de Odontologia, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA,
Brasil

Rogério Nogueira de Oliveira, Faculdade de Odontologia, Universidade de São Paulo-USP
Departamento de Odontologia Social, Faculdade de Odontologia, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, SP, Brasil
Jamilly de Oliveira Musse, Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS
Departamento de Saúde, Curso de Odontologia, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA,
Brasil

Referências

1. Silva M. Compêndio de Odontologia Legal. São Paulo: Medsi, 1997.
2. Silva RHA, Musse JO, Melani RFH, Oliveira RN. Human bite mark identification and DNA technology in forensic dentistry. Braz J Oral Sci. 2006; 5:1193-7.
3. Marques JAM, Galvão LCC, Silva M. Marcas de mordidas. Feira de Santana: UEFS; 2007.
4. Sweet JD. Marks from teeth as forensic evidence the state the art. Ciencia Forense. 2005; 7:91-8.
5. Blackwell S, Taylor R, Gordon I, Ogleby C, Tanijiri T, Yoshino M et al. 3-D imaging and quantitative comparison of human dentitions and simulated bite marks. Int J Legal Med. 2007; 121:9-17.
6. Cameron JM. Sims BG. Forensic Dentistry. Edinburg: Churchill Linvigstone; 1973.
7. Marques JAM, Cardoso PEC, Silva M. Metodologias de identificação de marcas de mordidas [dissertação]. São Paulo (SP): Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo; 2004.
8. Musse JO, Marques JAM, Barbosa BCBM. Investigações internacionais e nacionais envolvendo marcas de mordida. In: Marques
JAM; Galvão LCC. Marcas de mordidas. Feira de Santana: UEFS; 2007.
9. Bernitz H, Kloppers BA. Comparison microscope identification of a cheese bitemark: a case report. J Forensic Odontostomatol. 2002;
20:13-6.
10. Brasília MS. Projeto SB Brasil 2003: condições de saúde bucal da população brasileira 2002- 2003: resultados principais; 2004.
11. San Antonio. ABFO Bitemarks Guideline. San Antonio: ABFO; 2009.
12. Bell K, BLS, RN, Tulsa, Okla. Identification and documentation of bite marks. J Emerg Nurs. 2000; 26:628-3.
13. Thali MJ, Braun M, Markwalder TH, Brueschweiler W, Zollinger U, Malik NJ et al. Bite mark documentation and analysis: the
forensic 3D/CAD supported photogrammetry approach. Forensic Sci Int. 2003; 135:115-21.
14. Webster GA. Suggested classification of bite marks in food stuffs in forensic dental analysis. Forensic Sci Int. 1982; 20:45-52.
15. Duarte JLP, Ferreira VF, Israel MS. Dimensional alteration in seven commercial brands of alginate. Rev ABO Nac. 2008; 16:54-6.
Publicado
2016-04-11
Como Citar
Oliveira, D. C. A. de, Simões, P. S., Marques, J. A. M., Galvão, L. C. C., Oliveira, R. N. de, & Musse, J. de O. (2016). Avaliação de marcas de mordidas em alimentos produzidas por próteses dentárias. Arquivos Em Odontologia, 46(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3525
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)