Multiplicidade de atuações do acadêmico de Odontologia no estágio curricular: relato de experiência

  • Manoelito Ferreira Silva Junior Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Karina Tonini dos Santos Pacheco Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
  • Raquel Baroni de Carvalho Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Resumo

Objetivo: Apresentar a multiplicidade de atuações do acadêmico de Odontologia durante o estágio no Sistema Único de Saúde. Material e Métodos: Por meio de um relato de experiência do Estágio Extramuros em Promoção de Saúde II (EEMPS II) do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Espírito Santo, será abordada uma diversidade de ações práticas e teóricas que podem ser realizadas durante o estágio curricular supervisionado. As atividades compreendem atendimento clínico individual, ações coletivas de educação em saúde e prevenção das doenças bucais, que são desenvolvidas em Unidades de Saúde e/ou em espaços sociais. Resultados: As atividades propostas pelo estágio apresentam planejamento e objetivos claros, condizentes com a realidade local, permitindo novas experiências e benefícios reais tanto para o serviço, quanto para a formação profissional dos acadêmicos. Conclusão: A experiência exitosa vivenciada durante o período de existência do EEMPS II revela que existem diversas possibilidades de atuações para acadêmico de Odontologia no SUS, que contribuem efetivamente para uma melhor formação profissional.
Descritores: Sistema Único de Saúde. Serviços de integração docente-assistencial. Odontologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manoelito Ferreira Silva Junior, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Piracicaba, SP

Karina Tonini dos Santos Pacheco, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
Departamento de Medicina Social, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória, ES
Raquel Baroni de Carvalho, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
Departamento de Medicina Social, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória, ES

Referências

1. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal; 1988.
2. Barros AJD, Bertoldi AD. Desigualdades na utilização e no acesso a serviços odontológicos: uma avaliação em nível nacional. Ciênc Saúde
Coletiva. 2002; 7 (4): 709-17.
3. Bulgarelli AF, Souza KR, Baumgarten A, Souza JM, Rosing CK, Toassi RFC. Formação em saúde com vivência no Sistema Único de Saúde (SUS): percepções de estudantes do curso de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil. Interface Comum Saúde Educ. 2014; 18(49):351-62.
4. Mendes EV. A Reforma sanitária e a educação odontológica. Cad Saúde Pública. 1986; 2(4):533-52.
5. Lei nº 8.080, de 19 de Setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União, 20 Set 1990.
6. Lei nº 9.394, de 20 de Dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação. Diário Oficial da União, 23 Dez 1996.
7. Resolução Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior nº 3, de 19 de fev. 2002. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. Diário Oficial da União, 04 Mar 2002.
8. Chiesa AM, Nascimento DDG, Braccialli LAD, Oliveira MAC, Ciampone MHT. A formação de profissionais da saúde: aprendizagem significativa à luz da promoção da saúde. Cogitare Enferm. 2007; 12 (2): 236-40.
9. Werneck MAF. Internato em saúde coletiva: a disciplina do estágio supervisionado em odontologia como espaço pedagógico: a possibilidade de uma nova práxis na graduação, na UFMG. In: Botazzo C, Oliveira MA. Atenção básica no Sistema Único de Saúde: abordagem interdisciplinar para os serviços de saúde bucal. São Paulo: Páginas & Letras, 2008.
10. Benito GAV, Tristão KM, Paula ACSF, Santos MA, Ataide LJ, Lima RCD. Desenvolvimento de competências gerais durante o estágio supervisionado. Rev Bras Enferm. 2012; 65(1): 172-8.
11. Moimaz SAS, Saliba NA, Garbin CAS, Zina LG. Atividades extramuros na ótica de egressos do curso de graduação em odontologia. Rev ABENO. 2008; 8 (1): 23-9.
12. Brasil. Ministério da Educação. Ministério da Saúde. Portaria Interministerial nº 1.802, de 26 de agosto de 2008. Institui o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET - Saúde. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 14 jan. 2008; Seção 1. p. 37.
13. Fundação Ezequiel Dias. Manual para elaboração de um plano de ação intersetorial e participativo para a construção de cidades saudáveis. Belo Horizonte: Escola de Saúde de Minas Gerais; 1997. 91 p.
14. Moreira MA, Masini EFS. Aprendizagem significativa: a teoria de aprendizagem de David Ausubel. 2ª ed. São Paulo: Centauro; 2006.
15. Henrique RLM. Interlocução entre serviço e serviço: possibilidade de ressignificação do trabalho em equipe na perspectiva da construção social da demanda. In: Pinheiro R, Mattos RA (Orgs.). Construção social da demanda. Rio de Janeiro: IMS-UERJ/CEPESC/ABRASCO; 2005.
16. Brehmer LCF, Ramos FRS. Experiências da integração ensino-serviço no processo de formação profissional em saúde: revisão integrativa. Rev
Eletrônica Enferm. 2014; 16(1):228-37.
17. Lima DX. Pereira AA, Drummond ES. Percepção dos acadêmicos de odontologia da UNIFAL/MG quanto a formação em Saúde da Família. ROBRAC 2013; 21 (60): 50-5.
18. Mitre SM, Siqueira-Batista R, Girardi-de-Mendonça JM, Morais-Pinto NM, Meirelles CAB, Pinto-Porto C, et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciênc Saúde Coletiva. 2008; 13 (suppl. 2): 2133-44.
19. Portaria nº. 673/GM de 3 de junho de 2003. Atualiza e revê o incentivo financeiro às ações de saúde bucal, no âmbito do Programa de Saúde da Família, parte integrante do Piso de Atenção Básica – PAB. Diário Oficial da União, 4 Jun 2003.
20. Carvalho RB, Costa TBC, Gomes MJ, Santos KT, Guerra SMG. Formação docente em odontologia no Brasil: sugestões de mudanças após as diretrizescurriculares nacionais. Rev Bras Pesqui Saúde. 2010; 12(4):39-44.
21. Segura MEC, Soares MS, Jorge WA. Programas extramuros nas instituições de ensino de odontologia na América Latina e nos Estados
Unidos da América. Contribuição ao estudo. Educ Med Salud. 1995; 29 (2): 218-27.
22. Souza AL, Carcereri DL. Estudo qualitativo da integração ensino-serviço em um curso de graduação em Odontologia. Interface Comun
Saúde Educ. 2011; 15 (39): 1071-84.
23. Gil CRR, Turini B, Cabrera MAS, Kohatsu M, Orquiza SMC. Interação ensino, serviços e comunidade: desafios e perspectivas de uma experiência de ensino-aprendizagem na atenção básica. Rev Bras Educ Méd. 2008; 32(2):230-9.
24. Lemos CLS. A implantação das diretrizes curriculares dos cursos de graduação em Odontologia no Brasil: algumas reflexões. Rev ABENO. 2005; 5(1):80-5.
25. Rodrigues AAAO, Santos AM, Mussi JO, Barbosa MBCB, Matos AFB, Menezes FS, et al. Interação ensino-serviço e a formação do cirurgião-dentista generalista: desafio enfrentado pelo curso de odontologia da UEFS. Rev ABENO. 2008; 8 (2): 160-6.
26. Stanga AC, Ferrão AC, Kleba ME. O VIM como experiência de interdisciplinaridade no processo de formação em saúde. In: Gauthier FO, Assmann S, Kazama R, Silva MP, Bentancourt SMP, Cardenas YG. Simpósio Internacional sobre Interdisciplinaridade no Ensino, na Pesquisa e na Extensão - Região Sul: Anais do SIIEPE-Sul; 23-25 Out 2013; Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Florianópolis: EGC/UFSC; 2013. p. 1-14 [acesso em 18 Jul 2014]. Disponível em: http://
www.siiepe.ufsc.br/wp-content/uploads/2013/10/E-Stanga.pdf
27. Werneck MAF, Senna MIB, Drumond MM, Lucas SD. Nem tudo é estágio: contribuições para o debate. Ciênc Saúde Coletiva. 2010; 15 (1): 221-31.
28. Freitas VP, Carvalho RB, Gomes MJ, Figueiredo MC, Faustino-Silva DD. Mudança no processo ensino aprendizagem nos cursos de graduação em odontologia com utilização de metodologias ativas de ensino e aprendizagem. RFO - UPF. 2009; 14(2):163-7.
29. Neco HVPC, Oliveira FD, Florêncio E, Moreira AR, Valério CONS, Santos PR, Samary EGB, Antunes MBC. A integração ensino-serviço na
qualificação da atenção básica. Rev Ciênc Med Pernamb. 2011; 7(3):36-50.
30. Moimaz SAS, Saliba NA, Zina LG, Saliba O, Garbin CAS. Práticas de ensino-aprendizagem com base em cenários reais. Interface Comunic Saúde Educ. 2010; 14 (32): 69-79.
Publicado
2016-06-15
Como Citar
Silva Junior, M. F., dos Santos Pacheco, K. T., & de Carvalho, R. B. (2016). Multiplicidade de atuações do acadêmico de Odontologia no estágio curricular: relato de experiência. Arquivos Em Odontologia, 51(4). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3692
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)