Efeitos da expansão rápida da maxila em indivíduos com síndrome de Down: uma revisão sistemática

  • Talita Barros Sabino Universidade Federal de Minas Gerais
  • Matheus Henrique Guimarães Gualberto Moreira Universidade Federal de Minas Gerais
  • Tatiany Valente Roque Universidade Federal de Minas Gerais
  • Miriam Pimenta Parreira do Vale Universidade Federal de Minas Gerais
  • Lucas Guimarães Abreu Universidade Federal de Minas Gerais https://orcid.org/0000-0003-2258-8071

Resumo

Introdução: Indivíduos com síndrome de Down podem apresentar alterações dentárias e craniofaciais que necessitam de tratamento ortodôntico com expansão rápida da maxila.

Objetivo: O objetivo desta revisão sistemática foi avaliar os efeitos da expansão rápida da maxila em indivíduos com síndrome de Down.

Materiais e Métodos: Buscas em quatro bases de dados eletrônicas (Pubmed, Medline via Ovid, Web of Science e Scopus) foram realizadas para identificação de artigos avaliando os efeitos da expansão rápida da maxila em indivíduos com síndrome de Down. Títulos/resumos foram avaliados por dois autores de forma independente. Aqueles que preenchiam os critérios de elegibilidade eram incluídos. Os que contivessem informações insuficientes para uma decisão, tinha o texto completo recuperado. Após a avaliação dos textos completos, referências que atendessem os critérios de elegibilidade eram incluídas. Foi feita também uma busca manual na lista de referências dos artigos incluídos. Os dados dos artigos incluídos foram extraídos. A avaliação de qualidade dos estudos foi feita com a ferramenta Cochrane e o MINORS.

Resultados: As buscas recuperaram 289 referências. Após a remoção de 37 duplicatas, os títulos/resumos de 252 referências foram avaliados para aplicação dos critérios de elegibilidade. Destes 252, dois preencheram os critérios de elegibilidade e foram incluídos. Seis não tinham informações suficientes para uma decisão, havendo a necessidade da recuperação do texto completo. Nenhum deles foi incluído. No primeiro estudo incluído, indivíduos com síndrome de Down submetidos a esse tratamento apresentaram uma melhora significante nos desfechos ronco, respiração bucal, inquietação, acordar repentinamente com suspiro, hábito de babar, articulação das palavras, protusão da língua e estética facial (p<0.05) quando comparados aos indivíduos do grupo controle. No segundo estudo, a maioria dos indivíduos com síndrome de Down submetidos a esse tratamento não apresentaram qualquer complicação.

Conclusões: A expansão rápida da maxila promove efeitos positivos em indivíduos com síndrome de Down.

Descritores: Síndrome de Down. Técnica de expansão palatina. Revisão sistemática.

Publicado
2019-07-18
Como Citar
Barros Sabino, T., Henrique Guimarães Gualberto Moreira, M., Valente Roque, T., Pimenta Parreira do Vale, M., & Guimarães Abreu, L. (2019). Efeitos da expansão rápida da maxila em indivíduos com síndrome de Down: uma revisão sistemática. Arquivos Em Odontologia, 55. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3782
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##