Adubação nitrogenada, inoculação e coinoculação na cultura do feijoeiro-comum

Palavras-chave: Fixação Biológica de Nitrogênio, Azospirillum spp., Rhizobium spp.

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo avaliar a resposta do feijoeiro à inoculação, coinoculação e da adubação nitrogenada no crescimento, produção de vagens e de grãos do feijoeiro comum. O experimento foi conduzido em delineamento em blocos casualizados, com três tratamentos e sete repetições. Os tratamentos foram definidos como: (1) Testemunha, sem qualquer tratamento de sementes, com adubação nitrogenada no plantio e cobertura; (2) Inoculação com Rhizobium tropici e adubação nitrogenada de cobertura e; (3) Coinoculação com Rhizobium tropici e Azospirillum brasilense e adubação nitrogenada de cobertura. O tratamento das sementes do feijoeiro comum com inoculantes resultaram em parâmetros produtivos equivalentes ao feijoeiro adubado com fertilizantes nitrogenados minerais. Dessa forma, a inoculação e coinoculação podem substituir o adubo nitrogenado na fase inicial da cultura sem prejuízo ao número de vagens por planta, número de grãos por vagem e peso de mil grãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Araújo, F. F.; Carmona, F. G.; Tiritan, C. S.; Creste, J. E. 2007. Fixação biológica de N2 no feijoeiro-comum submetido a dosagens de inoculante e tratamento químico na semente comparado à adubação nitrogenada.

Acta Scientiarum Agronomy, Maringá, 29: 535-540. Doi: 10.4025/actasciagron.v29i4.416.

Bárbaro, I. M.; Júnior, L. S. B.; Machado, P. C.; Miguel, F. B. 2011. Resultados preliminares da co-inoculação de Azospirillum brasilense juntamente com Bradyrhizobium em soja. Pesquisa & Tecnologia, 8:1-6. Disponível em: http://www.aptaregional.sp.gov.br/acesse-os-artigos-pesquisa-e-tecnologia/edicao-2011/2011-julho-dezembro/853-resultados-preliminares-da-co-inoculacaode-azospirillum-juntamente-com-bradyrhizobium-em-soja/file.html?force_download=1.

Braccini, A. L; Mariucci, G. E. G.; Suzukawa, A. K.; Lima, L. H. S.; Piccinina, G. G. 2016. Co-inoculação e modos de inoculação de Bradyrhizobium japonicum e Azospirillum brasilense e adubação nitrogenada na nodulação das plantas e rendimenpara a cultura da soja. Scientia Agraria Paranaensis, 15:27-35. Doi: http://dx.doi.org/10.18188/sap.v15i1.10565.

Brito, M. de M. P.; Muraoka, T.; Silva, E. C. da. 2009. Marcha de absorção do nitrogênio do solo, do fertilizante e da fixação simbiótica em feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) walp.) e feijão-comum (Phaseolus vulgaris L.) determinada com uso de 15N. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 33: 895-905. Doi: https://doi.org/10.1590/S0100-06832009000400014.

Brasil. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. 2009. Regras para análises de Sementes. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes / Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. – Brasília : Mapa/ACS, 399 p.

Brasil. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. 2012. Plano setorial de mitigação e de adaptação às mudanças climáticas para a consolidação de uma economia de baixa emissão de carbono na agricultura : Plano ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono) / Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério do Desenvolvimento Agrário, coordenação da Casa Civil da Presidência da República. – Brasília : MAPA/ACS, 173p.

Mendes Júnior, A. A.; Bueno, O. C. 2015. Participação da energia fóssil na produção dos fertilizantes industriais nitrogenados com ênfase na ureia. Energia na Agricultura, Botucatu, 30:442-447. Doi: https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2015v30n4p442-447.

Brito, M. M. P.; Muraoka, T.; Silva, E. C. 2011. Contribuição da fixação biológica de nitrogênio, fertilizante nitrogenado e nitrogênio do solono desenvolvimento de feijão e caupi. Bragantia, 70: 206-215. Doi: https://doi.org/10.1590/S0006-87052011000100027.

Crusciol, C. A. C.; Soratto, R. P.; Silva, L. M.; Lemos, L. B. 2007. Fontes e doses de nitrogênio para o feijoeiro em sucessão a gramíneas no sistema plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 31:1545-1552, 2007. Doi: https://doi.org/10.1590/S0100-06832007000600031.

Ferreira, A. N.; Arf, O.; Carvalho, M. A. C.; Araújo, R. S..; Sá, M. E.; Buzetti, S. 2000. Estirpes de Rhizobium tropici na inoculação do feijoeiro. Scientia Agricola, 57:507-512. Doi: https://doi.org/10.1590/S0103-90162000000300021.

Ferreira, D. F. 2019. SISVAR: A computer analysis system to fixed effects split plot type designs. Revista Brasileira de Biometria, [S.l.], 37: 529-535. Disponível em: http://www.biometria.ufla.br/index.php/BBJ/article/cite/450/ApaCitationPlugin.

Fonseca, G. G.; Oliveira, D. P.; Soares, B. L.; Ferreira, P. A. A.; Teixeira, C. M.; Martins, F. A. D.; Moreira, F. M. S.; Andrade, M. J. B. 2013. Resposta de cultivares de feijoeiro-comum à inoculação das sementes com duas estirpes de rizóbio. Bioscience Journal, 29: 1778-1787. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/21870.

Hungria, M.; Campo, R. J.; Mendes, I. C. 2001. Fixação biológica de nitrogênio na cultura da soja. Embrapa Soja. (Circular Técnica n.35) Londrina: Embrapa-Soja, 80 p. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CNPSO/18515/1/circTec35.pdf.

Hungria, M.; Campo, R.J.; Mendes, I.C. 2007. A importância do processo de fixação biológica do nitrogênio para a cultura da soja: componente essencial para a competitividade do produto brasileiro. (Documentos, 283) Londrina: EMBRAPA-SOJA, 80 p.

Hungria, M.; Mendes, I. C.; Mercante, F. M. 2013a. A fixação biológica do nitrogênio como tecnologia de baixa emissão de carbono para as culturas do feijoeiro e da soja. (Documentos, 337) Londrina: Embrapa-Soja, 24 p. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/964424/a-fixacao-biologica-donitrogenio-como-tecnologia-de-baixa-emissao-de-carbono-para-asculturas-do-feijoeiro-e-da-soja.

Hungria, M.; Nogueira, M. A.; Araújo, R. S. 2013b. Co-inoculação de soja e feijão comum com rizóbia e azospirila: estratégias para melhorar a sustentabilidade. Biology and Fertility of Soils, 49: 791-801.

Leal, R.; Prado, R. 2008. Desordens nutricionais no feijoeiro por deficiência de macronutrientes, boro e zinco. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. 3: 301-306. Disponível em: http://www.nutricaodeplantas.agr.br/site/downloads/unesp_jaboticabal/omissao_feijao9.pdf.

Pereira, J. C. R.; Rodrigues, R. A. F.; Arf, O.; Alvarez, A. C. C. 2004. Influência do manejo do solo, laminas de agua e doses de nitrogênio na produtividade do feijoeiro. Acta Scientiarum Agronomy, 26:13-19. Doi: 10.4025/actasciagron.v26i1.1949.

Peres, A. R.; Rodrigues, R. A. F; Arf, O.; Portugal, J. R.; Corsini, D. C. 2016. Co-inoculation of Rhizobium tropici and Azospirillum brasilense in common beans grown under two irrigation depths. Revista Ceres, 63:198-207. Doi: https://doi.org/10.1590/0034-737X201663020011.

Reis, V. M. 2007. Uso de bactérias fixadoras de nitrogênio como inoculante para aplicação em gramíneas. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 22 p. Disponível em: https://www.embrapa.br/buscade-publicacoes/-/publicacao/629377/uso-de-bacterias-fixadoras-denitrogenio-como-inoculante-para-aplicacao-em-gramineas.

Ribaudo, C. M.; Krumpholz, E. M.; Cassán, F. D.; Bottini, R.; Cantore, M.L.; Curá, J. A. 2006. Azospirillum sp. promotes root hair development in tomato plants through a mechanism that involves ethylene. Journal of Plant Growth Regulation, 25:175-185. Doi: https://doi.org/10.1007/s00344-005-0128-5.

Schossler, J. H.; Meert, L.; Rizzardi, D. A.; Michalovicz, L. 2016. Componentes de rendimento e produtividade do feijoeiro comum submetido à inoculação e co-inoculação com estirpes de Rhizobium tropici e Azospirillum brasilense. Scientia Agraria. 17: 10-15. Doi: http://dx.doi.org/10.5380/rsa.v17i1.47409.

Soratto, R. P.; Carvalho, M. A. C. de; ARF, O. 2004. Teor de clorofila e produtividade do feijoeiro em razão da adubação nitrogenada. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 39:895-901. Doi: https://doi.org/10.1590/S0100-204X2004000900009.

Souza, E. F. C.; Soratto, R. P.; Pagani, F. A. 2011. Aplicação de nitrogênio e inoculação com rizóbio em feijoeiro-comum cultivado após milho consorciado com braquiária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 46: 370-377. Doi: https://doi.org/10.1590/S0100-204X2011000400005.

Stajković, O.; Delić, D.; Jošić, D; Kuzmanović, D.; Rasulić, N.; Knežević- Vukčević, J. 2011. Improvement of common bean growth by coinoculation with Rhizobium and plant growth-promoting bactéria. Romanian Biotechnological Letters, 16: 5919-5926.

Taiz, L.; Zeiger, E. 2013. Fisiologia vegetal. 5.ed. Porto Alegre:Artemed, 954p. Yadegari, M. Rahmani, A.; Noormohammadi, G.; Ayneband, A. 2010. Plant growth promoting rhizobacteria increase growth, yield and nitrogen fixation in Phaseolus vulgaris. Journal of Plant Nutrition, 33: 1733-1743. Doi: 10.1001904167.2010.503776.

Publicado
2020-04-06
Como Citar
Barbosa, C. K. R., Reis, J. N. dos, Brigante, G. P., & Franco Junior, K. S. (2020). Adubação nitrogenada, inoculação e coinoculação na cultura do feijoeiro-comum. Caderno De Ciências Agrárias, 12, 1-6. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.19307
Seção
COMUNICAÇÕES CIENTÍFICAS