Análise das alterações anatomopatológicas de vísceras bovinas identificadas na inspeção post mortem em um abatedouro-frigorífico de Januária, Minas Gerais

Autores

  • Gabriela Silveira Mota Universidade Federal de Minas Gerais. Instituto de Ciências Agrárias, Montes Claros, MG, Brasil; Serviço de inspeção Municipal de Januária/MG. https://orcid.org/0000-0001-5001-6762
  • Tarcísio Macedo Silva Serviço de Inspeção Municipal – SIM, Januária, Minas Gerais, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2566-8253
  • Luiz Felipe Nunes Menezes Borges Secretaria Municipal de Contagem, Minas Gerais, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-7222-7621
  • Franciane Gabrielle dos Santos Universidade Federal de Minas Gerais. Instituto de Ciências Agrárias, Montes Claros, MG, Brasil https://orcid.org/0000-0002-7552-3266

DOI:

https://doi.org/10.35699/2447-6218.2021.35261

Palavras-chave:

Vísceras, Condenação, Inspeção

Resumo

Objetivou-se analisar as causas e a distribuição das lesões em vísceras bovinas em um abatedouro-frigorífico recém-inaugurado no município de Januária/MG durante o ano de 2018, a partir de relatórios diários de condenação preenchidos durante a inspeção post mortem pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM). Foram abatidos 5.533 bovinos, dos quais 962 animais (17,3%) tiveram as vísceras condenadas. O pulmão foi o órgão que apresentou o maior índice de condenações com 66,64%, seguido dos rins (17,5%), fígado (12,7%), coração (2,8%), baço (0,1%), e cabeça (0,1%). Dentre as causas mais frequentes de condenações por órgão destacaram-se: aspiração de conteúdo ruminal (37,9%), cistos (48,5%), abscessos (80,4%), pericardite (40,7%), neoplasia (100%) e cisticercose calcificada (100%). Os resultados revelaram lesões de natureza inflamatória, circulatória, parasitária e hemodinâmica, além de falhas no processo de abate.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Associação Brasileira de Indústrias Exportadoras de Carne - ABIEC.

Perfil da Pecuária no Brasil – Relatório Anual. 2018. Disponível em:

http://www.abiec.com.br/Sumario.aspx.

Almeida, T, J, O.; Silva, S.C,G.; Torres, M.B.A.M.; Franque, M.P. 2017.

Lesões macroscópicas e causas de condenação de carcaças e vísceras

de bovinos abatidos na microrregião de Garanhuns, Pernambuco,

Brasil. Medicina Veterinária (UFRPE), 11:4, 292-300. Doi: https://doi.

org/10.26605/medvet-n4-1959.

Avelar, B. R.; Marcelino, L.C.; Campos, R.F.; Santos, A.R.; Martins I.V.F.

Spatial analysis on the risk of bovine cysticercosis occurrence in

the state of Espírito Santo, Brazil. Parasite epidemiology and control,

:2, 116-123. Doi: https://doi.org/10.1016/j.parepi.2016.04.003.

Bennema, S.C.; Molento, M.B.; Scholte, R.G.; Carvalho, O.S.; Pritsch, I.

Modelling the spatial distribution of Fasciola hepatica in bovines

using decision tree, logistic regression and GIS query approaches for

Brazil. Parasitology, 144:13, 1677-1685. Doi: https://doi.org/10.1017/

S0031182017000786.

Brant, P.C; Costa, A.S. 1963. Distribuição geográfica da Hidatidose,

Cisticercose, Euritrematose, Dictiocaulose e Fasciolose bovinas no estado

de Minas Gerais. Arquivos da Escola de Veterinaria da Universidade

Federal de Minas Gerais., Belo Horizonte, 15, 47-59.

Brasil. Decreto nº 9.013, de 29 de março de 2017. Regulamento de

Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal. Disponível

em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/

decreto/d9013.htm.

Castro, R.V.; Moreira, M.D. Ocorrências patológicas encontradas de

rins e fígados bovinos em matadouro frigorífico do triângulo mineiro.

Cadernos de Pós-Graduação da FAZU, v. 1, 2011. Disponível em: http://

www.fazu.br/ojs/index.php/posfazu/article/viewFile/343/249.

Cotran, R.S., Kumar, V.K.; Collins, T. 1999. Pathologic basis of disease.

ed. W.B. Saunders. Philadelphia.

Daguer, H. 2004. Inspeção sanitária de pulmão de suínos. A Hora

Veterinária, 24:141, 43-46.

Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais – FAEMG; Serviço

Nacional de Aprendizagem Rural AR-MG – SENAR. 2016. Diagnóstico

da Pecuária de Corte Mineira. Disponível em: http://www.faemg.org.

br/Content/uploads/publicacoes/arquivos/Xcui1592321508129.pdf.

Gurgel, A.V.L.; Cirne, L.G.A.; Pereira, M.F.; Castro, S.R.S.; Silva, A.S.L.;

Neves, K.A.L.; Cabral, I.S.; Carvalho, G.G.P. 2017. Condenações de

vísceras bovinas no município de Itaituba – PA. Agroecossistemas, 9:2,

–101. Doi: http://dx.doi.org/10.18542/ragros.v9i2.5110.

Herenda, D.P.G.; Chambers, A.; Ettriqui, P.; Seneviratna, T.J.P.S.

Manual on meat inspection for developing countries. Food and

Agriculture Organization of the United Nations (FAO), Animal Production

and Health Division, Rome, Italy. 234-236.

Israel, L.F.S.; Duarte, M.T.; Carrijo, K.F. Principais causas de condenação

em bovinos abatidos em um matadouro frigorífico sob inspeção oficial

no município de Rio Branco, Acre, Brasil. Enciclopédia biosfera, v. 10,

n.19, p. 1549-1562, 2014. Disponível em: https://www.conhecer.org.

br/enciclop/2014b/AGRARIAS/principais%20causas.pdf.

Lima, M.D.F.C.; Suassuna, A.C.D.; Ahid, S.M.M.; Filgueira, K.D. 2007.

Análise das alterações anatomopatológicas durante a inspeção post

mortem em bovinos no abatedouro frigorífico industrial de Mossoró, Rio

Grande do Norte. Ciência Animal, 17:2, 113-116. Disponível em: http://

www.uece.br/cienciaanimal/dmdocuments/Comunicacao2.2007.2.pdf.

Loretti, A.P.; Oliveira, L.O.; Cruz, C.E.F. 2003. Clinical and pathological

study of an outbreak of obstructive urolithiasis in feedlot cattle in

southern Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira, 23, 61-64. Doi: https://

doi.org/10.1590/S0100-736X2003000200003.

Marino, P.C.; Bonese, G.L.; Filho, L.C.N.; Furlan, D.; Augusto, D.N.;

Bogado, A.L.G.; Marcasso, R.A.; Silva, L.C.; Santos, M.D.; Okano,

W. 2016. Lesões pulmonares de bovinos encontradas na inspeção

post mortem em matadouros frigoríficos no estado do Paraná. Revista

Brasileira de Higiene e Sanidade Animal, 10:4, 669-676. Disponível

em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5763271.

Mendes, R.E.; Moreira, F.; Rocha, C.S.; Pilati, C. 2009. Estudo morfológico

de rins de bovinos abatidos em frigoríficos industriais sob inspeção

estadual no Oeste e no Planalto de Santa Catarina, Brasil. Ciência

Animal Brasileira, 10:1, 281-287. Disponível em: https://www.revistas.

ufg.br/index.php/vet/article/view/3292.

Mendes, R.E.; Pilati, C. 2007. Estudo morfológico de fígado de

bovinos abatidos em frigoríficos industriais sob inspeção estadual

no Oeste e no Planalto de Santa Catarina, Brasil. Ciência Rural,

:6, 1728-1734. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cr/a/

GWWKBwMyTW6vSNV7GKYQ4tr/?format=pdf&lang=pt.

Queiroz, M.R.; Groff, A.C.M.; Silva, N.S.; Grisi-Filho, J.H.H.; Amaku,

M.; Dias, R.A.; Telles, E.O.; Heinemann, M.B.; Ferreira Neto, J.S.;

Gonçalves, V.S.P.; Ferreira, F. 2016. Epidemiological status of bovine

tuberculosis in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Semina: Ciências

Agrárias, 37:5, 3647-3658. Disponível em: https://www.redalyc.org/

pdf/4457/445748364022.pdf.

Radostits, O. M.; Gay, C. C.; Blood, D. C.; Hinchcliff, K.W. 2002. Clínica

veterinária: um tratado de doenças dos bovinos, ovinos, suínos, caprinos

e equinos. 9 ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan.

Rosol T.J. & Gröne A. 2016. Endocrine glands, p.269-357. In: Maxie

M.G. (Ed.), Jubb, Kennedy, and Palmer’s Pathology of Domestic Animals,

Elsevier, St. Louis, Missouri.

Downloads

Publicado

2021-08-11

Como Citar

Mota, G. . S. ., Silva, T. ., Borges, L. F. ., & Santos, F. (2021). Análise das alterações anatomopatológicas de vísceras bovinas identificadas na inspeção post mortem em um abatedouro-frigorífico de Januária, Minas Gerais. Caderno De Ciências Agrárias, 13. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2021.35261

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS