Os cronistas do "Jornal dos Sports" (1950-1958): subjetividade, clubismo e denuncismo

Conteúdo do artigo principal

André Alexandre Guimarães Couto

Resumo

O presente artigo faz uma apresentação geral sobre as crônicas esportivas do Jornal dos Sports (JS), publicadas entre os anos de 1950 e 1958, tendo como marcos duas copas do mundo deste período. Nesta conjuntura histórica, o cronismo esportivo se consolidou nas grandes cidades brasileiras como um gênero híbrido, forjado no limite entre o jornalismo e a literatura. O alto grau de subjetividade e a exploração dos sentimentos pelos narradores do JS, os chamados cronistas esportivos, tornava-se uma orientação para estes autores. E, dentre as várias possibilidades de atuação destes profissionais, temos a escolha de tratar dois fenômenos específicos: o clubismo e o denuncismo. Cabe destacar que estes autores atuavam de forma heterogênea no que diz respeito aos seus respectivos estilos narrativos, discordando por vezes dos seus olhares sobre o esporte, mas compondo uma equipe que ganhava fôlego nas páginas deste jornal da cidade do Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
COUTO, A. A. G. Os cronistas do "Jornal dos Sports" (1950-1958): subjetividade, clubismo e denuncismo. FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 2, n. 3, p. 107–125, 2018. DOI: 10.17851/2526-4494.2.3.107-125. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/13844. Acesso em: 29 maio. 2024.
Seção
DOSSIÊ
Biografia do Autor

André Alexandre Guimarães Couto, CEFET/RJ

Professor e Pesquisador do CEFET/RJ

Chefe do Departamento de Extensão e Assuntos Comunitários

Pesquisador do Sport (Laboratório de História do Esporte e do Lazer - UFRJ), do NEPESS (Núcleo de Estudos e Pesquisas Esporte e Sociedade - UFF) e do NEFS (Núcleo de Estudos Futebol e Sociedade - UFPR).

Share |

Referências

ARFUCH, Leonor. O espaço biográfico: dilemas da subjetividade contemporânea. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2010.

BARBOSA, Marialva. História Cultural da Imprensa: Brasil – 1900-2000. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

CAMARGO, Laura Alice Rinaldi e SILVA, Marcos Ruiz. Os clubes sociais e recreativos e o processo civilizatório brasileiro: uma relação de hábitos e costumes. In: XI Simposio Internacional Proceso Civilizador. Buenos Aires.

COUTO, André Alexandre Guimarães. A hora e a vez dos esportes: a criação do Jornal dos Sports e a consolidação da imprensa esportiva no Rio de Janeiro (1931-1950). São Gonçalo: UERJ/FFP, 2011. Dissertação de Mestrado em História Social.

COUTO, André Alexandre Guimarães. Cronistas esportivos em campo: Letras, Imprensa e Cultura no Jornal dos Sports (1950-1958). Curitiba: UFRJ, 2016. Tese de Doutoramento em História.

DAMO, Arlei Sander. Futebol e identidade social: uma leitura antropológica das rivalidades entre torcedores e clubes. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2002.

DAMO, Arlei Sander. Do dom à profissão: uma etnografia do futebol de espetáculo a partir da formação de jogadores no Brasil e na França. Porto Alegre: UFRGS, 2005. Tese de Doutorado em Antropologia Social.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: EDUSP, 1995.

FERREIRA, Antonio Celso. A fonte fecunda. In: PINSKY, Carla Bassanezi; LUCA, Tania Regina de. O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2012.

HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque de. O cor-de-rosa: ascensão, hegemonia e queda do Jornal dos Sports entre 1930 e 1980. In: HOLLANDA, Bernardo Buarque de; MELO, Victor Andrade de. O esporte na imprensa e a imprensa esportiva no Brasil. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2012.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. Campinas: Pontes Editores, 1989.

MELLO, João Manuel Cardoso de e NOVAIS, Fernando A. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz. História da vida privada no Brasil, v. 4. São Paulo: Companhia das Letras.

MELO, Victor Andrade de. História da Educação Física e do Esporte no Brasil: panorama e perspectivas. São Paulo: IBRASA, 1999.

SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras; Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

SODRÉ, Nelson Werneck. História da Imprensa no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad, 1999. 4. ed.

FONTES:

COSTA, Florita. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 7.020, 17 de julho de 1952, p. 4. Coluna O Meu Comentario.

MACHADO, João. Novas Praças de Desportos. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 6.698, 28 jun. 1951, p. 5. Coluna Às Quintas-Feiras.

MACHADO, João. Novas Praças de Desportos, Grêmio Esportivo Vital. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 6.893, 13 fev. 1952, p. 5. Coluna Às Quintas-Feiras.

MORAES, Inah de. É Pena!... In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 6.499, 28 out. 1950, p. 9. Coluna Rondó dos Cavalões.

NASCIMENTO, Álvaro do (Zé de São Januário). In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 6.410, 16 jul. 1950, p. 9. Coluna Uma Pedrinha na Shooteira.

NASCIMENTO, Álvaro do (Zé de São Januário). In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 7.035, 3 ago. 1952, p. 10. Coluna Uma Pedrinha na Shooteira.

NASCIMENTO, Álvaro do (Zé de São Januário). In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 7.037, 6 ago. 1952, p. 4. Coluna Uma pedrinha na Shooteira.

NASCIMENTO, Álvaro do (Zé de São Januário). In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 8.367, 5 dez. 1956, p. 10. Coluna Uma pedrinha na Shooteira.

REGO, José Lins do. Acima de tudo o Flamengo. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, n.º 6.499, 28 out. 1950, p. 5. Coluna Esporte é Vida.

VARGAS NETTO, Manoel. Reclamação. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, nº 6.698, 28 jun. 1951, p. 5. Coluna A Crônica de Vargas Netto.

VARGAS NETTO, Manoel. Minas T. C. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, nº 7.040, 9 mar. 1952, p. 5. Coluna A Crônica de Vargas Netto.

VARGAS NETTO, Manoel. Náutico Atlético Cearense. In: Jornal dos Sports. Rio de Janeiro, nº 7.020, 17 jul. 1952, p. 5. Coluna A Crônica de Vargas Netto.