O futebol como identidade nacional e social uma revisão sistemática (2002 a 2021)

Conteúdo do artigo principal

Bruno Otávio de Lacerda Abrahão
Demetrius Caldas

Resumo

Considerando o futebol uma temática consolidada no campo das ciências humanas, o presente estudo teve como objetivo realizar uma revisão sistemática dos estudos que o tematizaram com relação aos seus aspectos identitários, considerando suas identidades nacional e social. A revisão buscou artigos publicados no arco temporal do ano de 2002 a 2021, utilizando quatro indexadores (Doaj, Lilacs, Periódicos Capes e Scielo) e descritores (futebol e identidades). Os resultados reafirmaram a capilaridade do futebol em dialogar com muitas áreas do conhecimento a partir dos 88 trabalhos alcançados. A presença do futebol espetacularizado ou midiático foi hegemônica nas pesquisas, em detrimento de outras versões futebolísticas, como práticas bricoladas e situadas no âmbito do lazer. Idenficou-se também um número ainda reduzido de pesquisas no Nordeste brasileiro, quando comparadas com outras regiões do país, sobretudo Sul e Sudeste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
ABRAHÃO, B. O. de L.; CALDAS, D. O futebol como identidade nacional e social: uma revisão sistemática (2002 a 2021). FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 7, n. 2, p. 184–215, 2022. DOI: 10.35699/2526-4494.2022.36834. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/36834. Acesso em: 21 maio. 2024.
Seção
PARALELAS
Share |

Referências

ABRANTES, Felipe Vinícius de Paula; SILVA, Silvio Ricardo; ALVES, Alexan-dre Francisco. Futebol e Lazer: levantamento e análise da produção sobre futebol no Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer. Revista Brasileira de Estudos do Lazer. Belo Horizonte, v. 6, n. 2, p. 20-39, 2019.

ABRAHÃO, Bruno Otávio de Lacerda; PAOLI, Próspero Brum; SOARES, Anto-nio Jorge. Identidades "Raciais" e Identidades Nacionais: as Representações do Corpo Negro na Construção do"Estilo Brasileiro de Jogar Futebol. Movi-mento, Porto Alegre, v. 17, n. 2, p. 195-210, 2011.

ABRAHÃO, Bruno Otávio de Lacerda; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. A imprensa negra e o futebol em São Paulo no início do século XX. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v. 26, n. 1, p. 63-76, 2012.

ABRAHÃO, Bruno Otávio de Lacerda; SOARES, Antonio Jorge Goncalves. O futebol na construção da identidade nacional: uma análise sobre os jogos “pre-tos x brancos”. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v. 26, n. 1, p. 47-61, 2012.

ABRAHÃO, Bruno O. Lacerda; SOARES, Antonio J. Gonçalves. Futebol, raça e identidade nacional: uma análise do desempenho dos jogadores nos jogos preto x branco. Rev Bras Ciênc Esporte, 39 (2), p. 183-190, 2017.

ALABARCES, Pablo. Vinte anos de ciências sociais e esportes, dez anos de-pois. Antropolítica, Niterói, n. 31, p. 17-30, 2011.

ALTMANN, Helena; REIS, Heloisa Helena Baldy. Futsal feminino na América do Sul: trajetórias de enfrentamentos e de conquistas. Movimento, Porto Ale-gre, v. 19, n. 3, p. 211-232, 2013.

ALBINO, José Coelho de Andrade; CARRIERI, Alexandre de Pádua; FIGUEI-REDO, Diego; SARAIVA, Frederico Heitmann; BARROS, Frederico Luiz Ribei-ro Silva. Sport Club Internacional e a constituição da identidade corporativa de “clube-empresa”. o&s, v. 16, n. 48, 2009.

ATIQUE, Fernando; SOUSA, Diógenes; GESSI, Hennan. Uma relação concre-ta: A prática do futebol em São Paulo e os Estádios do Parque Antarctica e do Pacaembu. Anais do Museu Paulista. São Paulo, v. 23. n. 1, p. 91-109, 2015.

AZEVEDO, Vinícius. A imagem do negro no futebol brasileiro: retratos do perí-odo entre copas (1938-1958). Rev. Sem Aspas, Araraquara, v. 8, n. 1, p. 45-56, 2019.

BARTHOLO, Tiago Lisboa; VAZ, Alexandre Fernandez; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. Alteridade privilegiada: confrontos futebolísticos entre brasi-leiros e argentinos na imprensa carioca (1939-1945). Análise Social, 203, 2012, 402-422.

BARTHOLO, Tiago Lisboa; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. Mané Garrin-cha como Síntese da Identidade do Futebol Brasileiro. Movimento, Porto Ale-gre, v. 15, n. 1, p. 169-191, 2009.

BARBOSA, Nathan Pereira. Raça, futebol e identidade nacional: disputas e atualizações da memória em torno das narrativas biográficas de Pelé. Revista Escritas do Tempo, v. 2, n. 4, 2020, p. 133-159.

BARISON, Osvaldo Luís. Para o gol: latência e identidade de gênero. Jornal de Psicanálise, São Paulo, v. 43, p. 83-99, 2010.

BENDER, Débora; SARAIVA, Juracy Assmann. Futebol, samba e sexo: afinal, é isso o Brasil? Prâksis, Revista do ICHLA, 2012.

BRANDÃO, Maria R. Ferreira; Hiram M. Valdés CASAL; MACHADO, Afonso Antonio; REBUSTINI, Flávio; AGRESTA, Marisa; RIBEIRO, Franklin Antonio. Futebol, esporte internacional e identidade nacional. Estudo 1: uma compara-ção entre Brasil & Japão. R. bras. Ci. e Mov. Brasília v. 12, n. 1, p. 57-62, 2004.

BRAGA, Adriana Andrade; CARAUTA, Alexandre Augusto Freire. Futebol, gê-nero e homossociabilidade nas redes sociais: a masculinidade no circuito co-municacional do WhatsApp. Intercom, São Paulo, v. 43, n. 1, p. 165-190, 2020.

CALDAS, Francisco D. Luciano; NETO, Alvaro R. Millen; ABRAHÃO, Bruno O. de Lacerda. O futebol no Vale do São Francisco: os significados do torneio BAPE em Juazeiro-BA e Petrolina-PE. Rev Bras Ciênc Esporte. 2020, 42: e2038.

CAMARGO, Wagner Xavier. Dimensões de gênero e os múltiplos futebóis no Brasil. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O fute-bol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

CAMPBELL, Courtney. O Nordeste também joga futebol: a Copa do Mundo e a identidade regional no Nordeste brasileiro. Estudos Históricos Rio de Janei-ro, v. 32, n. 68, p. 720-743, 2019.

CANEDO JUNIOR, Luiz; CAPRARO, André Mendes; SOUZA, Maria Thereza. O futebol na Colônia Santa Felicidade: memórias de uma identidade imigrante italiana. Motrivivência, Florianópolis, v. 31, n. 59, p. 1-22, 2019.

CAPRARO, André Mendes; SANTOS, Natasha; CAVICHIOLLI, Fernando Re-nato; MEZZADRI, Fernando Marinho. A crônica esportiva de José Lins do Re-go: política, paixão e relações de força. Rev Bras Educ Fís Esporte, São Pau-lo, 2016, 30 (2), p. 323-33.

CARMELINO, Ana Cristina. Produção gráfica humorística, imprensa esportiva e estereótipo: as narrativas de Maciota, na revista Placar. Intercom, São Pau-lo, v. 40, n. 3, p. 73-90, 2017.

CARDOSO, Fernando L.; MARTINS, Caroline P.; FÁVERO, Kríscia G.; SIL-VEIRA, Rozana A.; SOUZA, Cícero A. O impacto da identidade de gênero na autoavaliação corporal e motora de atletas de ambos os sexos. R. bras. Ci. e Mov, 2009; 17(4), p. 64-71.

CAVALCANTI, Everton de Albuquerque; CAPRARO, André Mendes. Heroís-mo, mídia e o Sport Club Corinthians Paulista: um estudo de caso acerca da final da Libertadores 2012 na Folha de S. Paulo. Rev Bras Educ Fís Esporte, São Paulo, 2013, 27(4), p. 613-22.

CHEQUER, Najla Emiline; MARTINS, Mariana Zuaneti, SILVA, Otávio Guima-rães Tavares. Os brasileiros e a Copa no Brasil: o antes, durante e depois da competição sob as lentes de O Globo. Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 4, p. 1125-1138, 2018.

CIAMPA, Antonio da Costa; LEME, Clodoaldo Gonçalves; SOUZA, Renato Ferreira de. Considerações sobre a formação e transformação da identidade profissional do atleta de futebol no Brasil. Revista Diversitas, perspectivas en psicologia, v. 6, n. 1, 2010.

CORNELSEN, Elcio Loureiro. Futebol e Literatura no Brasil. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Huma-nas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

CORTEZ, Gabriel de Lima Alves; MARQUES, José Carlos. A figura dos “brasi-leiros” no jornalismo de revista nacional: o “vexame” na Copa do Mundo 2014 e a inversão nos discursos da revista Época. Vozes e Diálogos, Itajaí, v. 15, n. 1, 2016.

CORREIA, Jones Mendes; FREITAS, Gustavo da Silva; KNUTH, Alan Goular-te. Vínculos clubísticos de funcionários infames no futebol profissional da re-gião sul do RS: narrativas, pertencimentos e identidades. Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 3, p. 789-800, 2018.

COSTA, Felipe Rodrigues; TAVARES, Otavio; SOARES, Antonio Jorge Gon-çalves; NETO, Amarilio Ferreira. Batalha de Berna (1954): a luta pelos sentidos de identidade no campo de futebol. Movimento, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 155-168, 2015.

COSTA, Felipe Rodrigues; SANTOS, Wagner. A memória da Copa de 70. Mo-vimento, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 303-310, 2011.

CURI, Martin. Quando começa e termina o evento Copa de Mundo 2014? In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

DAMO, Arlei Sander. Do dom a profissão: formação de futebolistas no Brasil e na França. São Paulo: Aderaldo e Rothschild Ed., Anpocs, 2007.

DAMO, Arlei Sander. Futebol e Antropologia. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

DAMO, Arlei Sander; OLIVEN, Ruben George. O Brasil no horizonte dos me-gaeventos esportivos de 2014 e 2016: sua cara, seus sócios e seus negócios. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 19, n. 40, p. 19-63, 2013.

DANTAS JUNIOR, Hamilcar Silveira; ZOBOLI, Fabio; CORREIA, Elder Silva; MEZZAROBA, Cristiano. Identidade e alteridade na publicidade televisiva bra-sileira: o endereçamento de maradona durante a copa do mundo de 2014. Co-nhecimento Online, Novo Hamburgo, a. 10, v. 1, 2018.

DIAS, Cleber. História do esporte no sertão brasileiro: memória, poder e es-quecimento. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Ministério de Ciência e Tecnologia; Centro de Desenvolvimento do Esporte Recreativo e do Lazer (Rede Cedes). Ministério do Esporte, 2012.

DIAS, Cleber. Depois da Avenida Central: cultura, lazer e esportes nos Ser-tões do Brasil. / Organização Cleber Dias. Rio de Janeiro: Jaguatirica, 2020.

FERREIRA, Fernando Costa. Estádios e arenas como lentes privilegiadas para capturar as transformações do espaço urbano. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

FERREIRA, José Genival Bezerra. Metáforas do futebol no português brasilei-ro: uma abordagem cognitiva. Lingüística y Literatura, n. 75, 2019, p. 78-93.

FERREIRA, Daniel. História, ciência ou romance?O tema das identidades no futebol brasileiro. Motrivivência, Florianópolis/SC, v. 30, n. 56, p. 209-224, 2018.

FERREIRA, Bruno Rafael Torres; LEÃO, André Luiz Maranhão de Souza; JÚ-NIOR, Fernando Gomes de Paiva. Identificação e Diferença na Construção de Identidades Culturais de Torcedores Rivais dos Três Grandes Clubes da Cida-de do Recife: Entre a Defesa e o Ataque em Interações Sociais Virtuais. PO-DIUM Sport, Leisure and Tourism Review, v. 3, n. 2, 2014.

FERRETTI, Marco A. de Carvalho; ZUZZI, Renata Pascoti; VIANA, Aline E. dos Santos; VILHA JUNIOR, Fernando Morales. O Futebol Feminino nos Jogos Olímpicos de Pequim. Motriz, Rio Claro, v. 17 n. 1, p. 117-127, 2011.

FELERICO, Selma. Fanatismo e resistência na pele: Paixões e Histórias con-sumidas no corpo. Extraprensa, São Paulo, v. 12, n. esp., p. 457-470, 2019.

FRAGA, Gerson Wasen. A bola, a nação e a memória. História: Debates e Tendências, v. 13, n. 2, 2013, p. 328-342.

FRANZINI, Fábio. Futebol é “coisa para macho”? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 25, n. 50, p. 315-328, 2005.

FREITAS JUNIOR, Miguel Archanjo; RIBEIRO, Luiz Carlos. Vitórias e derrotas de um futebol mestiço: algumas reflexões sobre a questão racial no Brasil. Emancipação, Ponta Grossa, 12 (2), p. 297-309, 2012.

GABRIEL, Bruno José; JÚNIOR, Miguel Archanjo de Freitas. A cobertura es-portiva da Folha de São Paulo acerca da participação da seleção brasileira de futebol feminino na copa do mundo em 2015. Motrivivência, Florianópolis/SC, v. 30, n. 54, p. 177-193, 2018.

GABRIEL, Bruno José; JÚNIOR, Miguel Archanjo de Freitas. O discurso acerca da seleção brasileira presente na Folha de S.Paulo durante o ano de realiza-ção da “Germany World Cup”. Rev Bras Educ Fís Esporte, São Paulo, 2016, 30(2), p. 371-83.

GASTALDO, Édson. Futebol e estudos de comunicação no Brasil: caminhos e encruzilhadas de um campo interdisciplinar. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRO-NI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

GUEDES, Simone. Esporte, Lazer e Sociabilidade. In: MARTINS, Carlos Be-nedito; DUARTE, Luiz Fernando Dias (Orgs.) Horizontes das Ciências Soci-ais no Brasil: antropologia. São Paulo: ANPOCS, 2010.

GIGLIO, Sérgio Settani; SPAGGIARI, Enrico. A produção das Ciências Huma-nas sobre futebol no Brasil: um panorama (1990-2009). Revista de História, São Paulo, n. 163, p. 293-350, 2010.

GIANORDOLI-NASCIMENTO, Ingrid Faria; MENDES, Bárbara Gonçalves; NAI, Denis Giovani Monteiro. Salve a seleção: ditadura militar e intervenções políti-cas no país do futebol. Psicol. saber soc, 3(1), p. 143-153, 2014.

GOMES, Eduardo de Souza. O olhar político para o futebol em seu período de profissiona-lização: um estudo comparado dos casos do Brasil (1933-1941) e da Colômbia (1948-1954). PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review, v. 5, n. 1, 2016.

GONÇALVES, Julio C. de S.; SILVA, Carlos Everaldo. “Empresarização” e con-trole: o caso do Figueirense Futebol Clube. Cadernos EBAPE.BR, v. 5, n. 3, 2007.

HELAL, Ronaldo George; MOSTARO, Filipe; AMARO, Fausto. Futebol-arte e consumo: as narrativas presentes na campanha “Ouse ser brasileiro”. Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano, n. 4, 2014.

KESSLER, Cláudia Samuel; GOELLNER, Silvana Vilodre. O Brasil é hexa: a trajetória esportiva de Marta. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weis-shaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

KOZINETS, R. V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Porto Alegre: Penso, 2014.

KUPPER, Agnaldo. Futebol: a importância da mídia na popularização e no imaginário do brasileiro. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo. v. 11, n. 43, p. 291-300, 2019.

LAGES, Carlos Eduardo Dias Munaier; SILVA, Sílvio Ricardo. Futebol e Lazer: diálogos e aproximações. Licere, Belo Horizonte, v. 15, n. 1, 2012.

LEÃO, A. L. M. S., MELLO, S. C. B. Apresentando a etnografia da comunicação ao campo da pesquisa em administração. Anais do I Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade, Recife/PE, 2007.

LISEA, Riqueldi Straub; CAPRARO, André Mendes; CAVICHIOLLI, Fernando Renato. A Copa do Mundo de 1982 e o ‘‘turbilhão de emoções’’ nas crônicas de Nelson Motta. Rev Bras Ciênc Esporte, 2017, 39 (1), p. 10-16.

LIMA, Rafael Leal; MOURA, Diego Luz; ANTUNES, Marcelo Moreira. Juntos e separados: a rivalidade entre torcidas de um clube de futebol. Revista Brasi-leira de Futsal e Futebol, São Paulo. v. 6. n. 19. p. 7-17, 2014.

LOPES, Felipe T. Paes; CORDEIRO, Mariana Priole. Torcidas organizadas do futebol brasileiro: singularidades e semelhanças com outros grupos de torce-dores da América do Sul e da Europa. Revista Espaço Acadêmico. 2010.

LOPES, Carolina Gontijo; AMARAL, Sílvia Cristina Franco. As práticas de lazer dos moradores nas ruas da vila holândia. Licere, Belo Horizonte, v. 19, n. 2, 2016.

LOVISOLO, Hugo; SOARES, Antonio Jorge; BARTHOLO, Tiago Lisboa. Femi-nistas, mulheres e esporte: questões metodológicas. Movimento, Porto Alegre, v. 12, n. 3, p. 165-191, 2006.

MARQUES, José Carlos. Esportes e os meios de comunicação no Brasil: vícios e virtudes de um matrimônio secular. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Mar-celo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campi-nas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

MARQUES, Cecília B. da Costa; DOMINGUES, Eliane. A Identidade Nacional Brasileira em Teses e Dissertações: uma revisão bibliográfica. Psicologia Polí-tica, v. 14, n. 31, p. 465-480, 2014.

MELO, Victor Andrade. Garrincha x Pelé: futebol, cinema, literatura e a cons-trução da identidade nacional. Rev. bras. Educ. Fís. Esp., São Paulo, v. 20, n. 4, p. 281-95, 2006.

MELO, Erick Silva Omena; CID, Gabriel da Silva Vidal. Vida e morte do Mara-canã: a batalha do estádio em dois atos. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 32, n. 66, p. 695-719, 2019.

MORGADO, Andrea Garcia da Paixão. Um bate-bola entre futebol e história da literatura brasileira. In: Celli – Anais Colóquio de estudos linguísticos e lite-rários, Maringá, 2009, p. 179-187.

MONTARDO, Sandra Portella; PASSERINO, Liliana Maria. Estudo dos blogs a partir da netnografia: possibilidades e limitações. Revista Renote, Porto Ale-gre, v. 4, n. 2. 2006.

MORAES SOBRINHO, Thays; MARRA, Adriana Ventola; SOUZA, Mariana M. Pereira. Identidade e futebol: um estudo sobre membros de uma torcida orga-nizada. Ciências Sociais Unisinos, São Leopoldo, v 54, n. 1, p. 49-59, 2018.

MOURA, Diego Luz. Corrigindo o estigma através do espetáculo: o caso da equipe de futebol de anões. Rev Bras Ciênc Esporte, 2015; 37 (4), p. 341-347.

MUSSE, Gisele Dall’Agnol; LISE, Riqueldi Straub; SANTOS, Natasha; André Mendes CAPRARO, André Mendes. O futebol sob a ótica de um ensaísta. Mo-trivivência, a. 24, n. 39, p. 191-194, 2012.

MYSKIW, Mauro. Sociabilidades de mulheres na várzea: ensaio etnográfico acerca de relações de gêneros num circuito de futebol de Porto Alegre. Motri-vivência, v. 28, n. 49, p. 114-127, 2016.

MYSKIW, Mauro; STIGGER, Marco Paulo. Lazer e identidades: retratos etno-gráficos num circuito de futebol. Revista Brasileira de Estudos do Lazer. Be-lo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 68-84, 2014.

NEGREIROS, Plínio Labriola. O nascimento do Sport Club Corinthians paulis-ta. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

OCKE, Marco Antonio. Marca e imagem de um país: considerações sobre a Copa do mundo 2014 e a promoção do Brasil. PODIUM: Sport, Leisure and Tourism Review, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 95-120, 2013.

OLIVEIRA NETO, Nelson de. Mapa dos gols: mapeando histórias e imagens do futebol amador soteropolitano. Trabalho de Conclusão de Curso de Comu-nicação Social, Universidade Federal da Bahia, 2011.

ONDER ZAT, Ancilla Dall; TRICHES, Vinícius. Grêmio e internacional e a in-tegração com a história, cultura e os hábitos gaúchos: a identidade com base no contraste ao sentimento de brasilidade. Revista Brasileira de Futsal e Fu-tebol, São Paulo. v. 11. n. 46. p. 605-610, 2019.

PAOLI, Prospero Brum; COSTA, Felipe Rodrigues ; NETO, Amarilio Ferreira; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. Representações identitárias no processo de seleção de talentos. Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 4, p. 135-150, 2010.

PAIVA, Simone Gonçalves; JUNIOR, Edivaldo Góis; AMARAL, Silvia C. Fran-co. Rio x São Paulo: A Copa de 1950 contada através das lutas de representa-ções pela identidade brasileira. Educación Física y Ciencia, v. 21, n. 1, 2019.

PETERS, Christina. Formação de relações regionais em um contexto global: a rivalidade futebolística entre Rio de Janeiro e São Paulo durante a Primeira República. História, Ciências, Saúde, Manguinhos, Rio de Janeiro, 2013.

PIMENTA, Rosângela. Futebol amador na cidade e no sertão: o jogo das regras e a dinâmica figuracional elisiana. XII Simpósio internacional Proces-so Civilizador. Recife/PE, 2009.

PUHL, Paula Regina; TODT, Nelson. O olhar estrangeiro sobre a cerimônia de abertura da Copa da FIFA de 2014 no Brasil: o entendimento das marcas cul-turais e identitárias brasileiras. Alceu, v. 16, n. 32, p. 21-36, 2016.

PYLRO, Simone Chabudee; ROSSETTI, Claudia Broetto. Atividades lúdicas, gênero e vida adulta. Psico-USF, v. 10, n. 1, p. 77-86, 2005.

RIBEIRO, Carlos H. Vasconcellos; PEREIRA, Erik G. Barbosa; GARCIA, Rafa-el Marques; NASCIMENTO, Diego Ramos. Dois países pra jogar e apenas um pra escolher: Diego Costa. SALUSVITA, Bauru, v. 36, n. 3, p. 649-665, 2017.

ROCHA JUNIOR, Coriolano Pereira; SANTO, Fernando Reis do Espírito. Fute-bol em Salvador: o início de uma história (1899-1920). Revista Movimento. Porto Alegre, v. 17, n. 3, p. 79-95, 2011.

SANTOS, Henrique Sena. Classe e cor na formação da cultura do futebol baiano, 1901-1920. XII Encontro de História da Anpuh, Rio, 2008.

SANTOS, João Manoel Casquinha Malaia. Futebol e História. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

SANTOS, Edvanderson Ramalho; MONASTIRSKY, Leonel Brizolla. Operário ferroviário esporte clube: patrimônio cultural de Ponta Grossa. RA´E GA, Curi-tiba, Departamento de Geografia da UFPR, 24, p. 52-68, 2012.

SANTOS, T. C. Dos espetáculos de massa às torcidas organizadas: paixão, rito e magia no futebol. São Paulo: Annablume, 2004.

SANTOS, Ineildes Calheiro; MESSEDER, Suely Aldir. A influência cultural na fisiologia do corpo sexuado vinvulado à hegemonia masculina na divisão se-xual do trabalho na arbitragem em futebol. Revista Ambivalências, v. 2, n. 3, p. 170-93, 2014.

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Systematic Review Studies: A Guide for Careful Synthesis of the Scientific Evidence. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Carlos, v. 11, n. 1, p. 77-82, 2007.

SALVINI, Leila; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. Registros do futebol feminino na Revista Placar: 30 anos de história. Motrivivência, v. 28, n. 49, p. 99-113, 2016.

SILVA, Ana Márcia; FALCÃO, José Luiz Cirqueira. Práticas corporais na expe-riência quilombola: um estudo com comunidades do estado de Goiás/Brasil. Pensar a Prática, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 1271, 2012.

SILVA, Eliazar João. De esporte das elites ao esporte popular: a trajetória do futebol no Brasil. Fronteiras, Dourados/MS, v. 14, n. 25, p. 99-110, 2012.

SILVA, Francisca Islandia Cardoso; RODRIGUES, Janete de Páscoa. Neymar, defensor da tradição brasileira. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 300-315, 2016.

SILVA, Francisca Islandia Cardoso. A identidade nacional na crônica esportiva de Nelson Rodrigues. Revista Espaço Acadêmico, n, 177, 2016.

SILVA, Kelen K. Prates. A Copa do Mundo de 1938: futebol, política e identi-dade nacional brasileira. PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review, v. 5, n. 3, 2016.

SOARES, Antonio Jorge Gonçalves; SALVADOR, Marco Antonio Santoro; BLASI, Felipe Di. A pátria de chuteiras está desaparecendo? Rev. Bras. Ci-enc. Esporte, Campinas, v. 32, n. 1, p. 9-23, 2010.

SOARES, Antonio J. G; BARTHOLO, Tiago L.; SALVADOR, Marco S.. A im-prensa e a memória do futebol brasileiro. Rev Port Cien Desp, 7 (3), 2007, 368-76.

SOARES, João P. Fernandes; MOURÃO, Ludmila; MONTEIRO, Igor Chagas; SANTOS, Doiara Silva. “O choro do capitão”: notas sobre performatividades de gênero e masculinidades no futebol profissional. Movimento, Porto Alegre, v. 22, n. 4, p. 1149-1162, 2016.

SOUZA, Juliano. A linhagem Culturalista da Sociologia do futebol brasileiro. Lua Nova, São Paulo, p. 103-134, 2018.

SOUZA JUNIOR, Osmar Moreira de. Futebol e política se misturam: na trin-cheira das lutas contra o autoritarismo. Motricidades: Rev. SPQMH, v. 4, n. 2, p. 199-213, 2020.

SOUZA, Larissa M.; MAUX, Ana A. Barbosa; REBOUÇAS, Melina Séfora Sou-za. Impedimento? Possibilidades de relação entre a mulher e o futebol. Phe-nomenological Studies, Revista da Abordagem Gestáltica, 25 (3), p. 282-293, 2019.

SOUZA, Maria T. Oliveira; CAPRARO, André Mendes; SILVA, Marcelo Moraes. Habilidosas e bonitas: as considerações de duas atletas de futebol sobre a formação de suas identidades. Movimento, Porto Alegre, v. 23, n. 3., p. 883-894, 2017.

SOUZA NETO, Georgino Jorge de; CAMPOS, Priscila Augusta Ferreira; SILVA, Silvio Ricardo. Das senhoras e senhorinhas nos “grounds” do sport bretão: a história da mulher nos campos de futebol em Belo Horizonte/MG (1904-1920). Licere, Belo Horizonte, v. 16, n. 3, 2013.

SOUZA NETO, Georgino Jorge de. A construção do ethos de torcedor na cida-de moderna: “a rainha dos sports, os sururus e a victoria que o sol não viu”- (1926-1930). Caminhos da História, v. 25, n. 1, 2020, Unimontes-MG.

SPAGGIARI, Eurico. Futebol e antropologia, um jogo etnográfico “de catego-ria”. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Humanas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

STAHLBERG, Lara Tejada. Jogando em vários campos: torcedoras, futebol e gênero. In: TOLEDO, Luiz Henrique; COSTA, Carlos Eduardo (Orgs). Visão de jogo antropologia das práticas esportivas. São Paulo: Editora Terceiro No-me, 2009.

TEIXEIRA, Fábio Luís Santos; CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Preconceito no futebol feminino brasileiro: uma revisão sistemática. Movimento, Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 265-287, 2013.

TOLEDO, Luiz Henrique. Futebol e Teoria Social: Aspectos da Produção Cien-tífica Brasileira. (1982-2002). BIB, São Paulo, n. 52, 2001, p. 133-165.

TOLEDO, Luiz Henrique. Balanços bibliográficos e ciclos randômicos: o caso dos futebóis na antropologia brasileira. BIB, São Paulo, n. 94, 2021, p. 1-32.

TOLEDO, Luiz Henrique. Antijogo: considerações em torno de uma categoria da diferença. Horiz. Antropol, Porto Alegre, a. 26, n. 56, p. 255-291, 2020.

TONINI, Marcel Diego. “Essa é uma realidade”: os racismos vividos e narrados por negros em várias áreas e atuação no futebol brasileiro”. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weisshaupt (Orgs.). O futebol nas ciências Huma-nas no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2020.

TRICHES, Vinícius. Um dia na “casa” colorada e gremista: identidade e repre-sentação em um estádio de futebol gaúcho. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 12. n. 47, p. 52-66, 2020.

VASCONCELOS, Artur Alves. “Eu Tenho Dois Amores que em Nada São Iguais”: Bifiliação Clubística no Nordeste. Ponto Urbe, USP, 14, 2014.

VIANA, Nildo. Notas sobre o significado político do futebol. Espaço acadêmi-co, n. 111, 2010.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.