Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça a introdução do futebol na poesia do Brasil

Conteúdo do artigo principal

Daniela Araújo

Resumo

O presente trabalho retrata parte da biografia de Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça, o contexto histórico e a sua relação com o futebol a partir do seu arquivo depositado no acervo do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC/FGV). Casada com Marcos Carneiro de Mendonça, goleiro do Fluminense e ídolo do esporte na década de 1920, a ilustre poetisa e ativista feminista e estudantil foi a primeira mulher a introduzir o esporte bretão na literatura poética no mundo. “O salto” é o seu notório poema em homenagem à elegante atuação do marido durante as partidas de futebol. A atuação pública de Anna Amélia não é única no desenvolvimento da participação feminina na sociedade, mas exemplifica a luta das mulheres por maior presença nos espaços públicos. Ademais, sua profunda relação com o futebol demonstra como o esporte também atraiu a atenção das moças no período de sua inserção e consolidação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Araújo, D. (2023). Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça: a introdução do futebol na poesia do Brasil. FuLiA/UFMG, 7(3), 16–39. https://doi.org/10.35699/2526-4494.2022.38766
Seção
DOSSIÊ

Referências

APPORELLY. Match de foot-ball. In: PEDROSA, Milton. (Org.). Gol de letra: o futebol na literatura brasileira. Rio de Janeiro: Gol, 1967, p. 112.

BONFIM, Aira Fernandes. Football Feminino entre festas esportivas, circos e campos suburbanos: uma história social do futebol praticado por mulheres da introdução à proibição (1915-1941). (Dissertação de Mestrado). Centro de Pesquisa e Documentação. Fundação Getúlio Vargas, 2019.

BRANCO, Lúcia Castello; QUEIROZ, Sônia Maria de Melo. Poesia feminina brasileira até os anos 20, uma ilustre desconhecida. Cadernos de Linguística e Teoria da Literatura, n. 12, p. 145-57, 1984.

CABRAL, João Francisco Pereira. Ilíada de Homero e sua problemática teórica. Brasil Escola. Disponível em: https://bit.ly/3PJPsUh. Acesso em: 26 ago. 2021.

CARVALHO, Patrícia Rufino de. Atualizações das imagens míticas de Eros, Tânatos e Hermes em Vozes do deserto, de Nélida Piñon. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Letras (FL), Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística, Goiânia, 2014.

CORNELSEN. Vinicius e o futebol: um soneto para Garrincha. Todas as Musas, a. 5, n. 1, 2013, p. 2-11.

DUARTE, Constância Lima. Anna Amélia: militância e paixão. Interdisciplinar, Revista de Estudos em Língua e Literatura, v. 3, 2007.

DUARTE, Constância Lima. Feminismo e literatura no Brasil. Estudos avançados, v. 17, n. 49, p. 151-72, 2003.

FIGUEIREDO, Lourdes. Perfil Biográfico de Anna Amélia. Associação Brasileira de Imprensa. Arquivo Pessoal depositado no Centro de Pesquisa e Documentação – FGV, 2008.

GOELLNER, Silvana Vilodre. Mulheres e futebol no Brasil: entre sombras e visibilidades. Revista brasileira de educação física e esporte, v. 19, n. 2, p. 143-51, 2005.

HOLLANDA, Bernardo Buarque de. Webinar Mulheres escritoras – arquivos literários e feminismos na América Latina. Mesa 1, 02 ago. 2021. Disponível em: https://bit.ly/3FQiihe.

HOLLANDA, Bernardo Buarque de. O descobrimento do futebol: modernismo, regionalismo e paixão esportiva em José Lins do Rego. (Dissertação de Mestrado). PUC, Rio de Janeiro, Dep. de História, 2003.

MALAIA, João M. C. Torcer, torcedores, torcedoras, torcida (bras.): 1910-1950. In. HOLLANDA, Bernardo Buarque de. A torcida brasileira. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2012.

MALUF, Marina. MOTT, Maria Lucia. Recônditos do mundo feminino. In: SEVCENKO, Nicolau et al. História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, v. 3, 1998.

MELO, Victor Andrade de. Cidade Sportiva: primórdios do esporte no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Relume Dumará. FAPERJ, 2001.

MELO, Victor Andrade de. Mulheres em movimento: a presença feminina nos primórdios do esporte na cidade do Rio de Janeiro (até 1910). Revista Brasileira de História, v. 27, p. 127-52, 2007.

MENDONÇA, Anna Amélia de Queiroz Carneiro de. O salto. In: PEDROSA, Milton. (Org.). Gol de letra: o futebol na literatura brasileira. Rio de Janeiro: Gol, 1967, p. 109.

PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda. Pelos campos da nação: um goal-keeper nos primeiros anos do futebol brasileiro. Revista Estudos Históricos, v. 10, n. 19, p. 23-40, 1997.

SEVCENKO, Nicolau et al. História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, v. 3, 1998.

SILVA, Marcelino Rodrigues. Mil e uma noites de futebol: o Brasil moderno de Mário Filho. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

VALE, Lúcia de Fátima do A Estética e a questão do belo nas inquietações humanas. Florianópolis: UFSC, 2009.

WILKSON, Adriano. 1ª maria-chuteira do Brasil fez poesia para conquistar o goleiro da seleção. Portal Uol. 02 de outubro de 2014. Acesso em: 20 maio 2021. Disponível em: https://bit.ly/3YKxPI4.

WOOD, David. Football and Literature in South America. London: Taylor & Francis, 2017.

WOOD, David. The History of Football and Literature in Brazil (1908-1938) i. Estudos Históricos (Rio de Janeiro), v. 32, p. 744-64, 2019.

ZIRBEL, Ilze. A caminhada do Movimento Feminista Brasileiro: das sufragistas ao Ano Internacional da Mulher. IV Seminário Internacional de Iniciação Científica, p. 10, 1998.

ZWILLING, Carin. As canções de William Shakespeare: resgate do repertório original de cena. Edição analítica, transcrição e indicações para tradução. São Paulo: USP, 2003.