A mestiçagem nas imagens de Leônidas da Silva nas Copas do Mundo de 1938 e 1998 diálogos entre Brasil e França

Conteúdo do artigo principal

Diana Mendes Machado da Silva

Resumo

A Copa do Mundo é um momento de ativação e de circulação de representações nacionais, sendo a visualidade uma parte fundamental desse universo. Em 1938, Leônidas da Silva foi o brasileiro de maior destaque do torneio pelo excelente desempenho e pelo carisma. Sua imagem circulou dentro e fora do país por meio de fotografias publicadas em inúmeros periódicos propagando a ideia de mestiçagem brasileira, cara à identidade nacional e também ao imaginário internacional em meio à onda nazifascista. Essas fotografias foram tão significativas que não cessaram de ser apropriadas e atualizadas, em momentos como na Copa de 1998  revelando as bases de um diálogo tecido entre Brasil e França.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
da Silva, D. M. M. (2023). A mestiçagem nas imagens de Leônidas da Silva nas Copas do Mundo de 1938 e 1998 : diálogos entre Brasil e França. FuLiA/UFMG, 7(3), 60–75. https://doi.org/10.35699/2526-4494.2022.40152
Seção
DOSSIÊ
Biografia do Autor

Diana Mendes Machado da Silva, Universidade de São Paulo

É pesquisadora de doutorado na área de História Sociocultural do Futebol com bolsa da Biblioteca Nacional. No mestrado, desenvolveu uma pesquisa sobre o futebol de várzea na cidade de São Paulo (1928-1940) que assumiu formato de livro com apoio da FAPESP. Concluiu formação complementar na Universidade Paris X e no Collège de France no ano letivo 2011-2012. Possui experiência em Ensino Superior nas áreas de Teoria e Metodologia da História e de História e Cultura Afro-brasileira. Participa do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Futebol e Modalidades Lúdicas (Ludens-USP) e do grupo Imagem, cultura visual e história sob a coordenação da Profa. Dra. Iara Lis Franco Schiavinatto.

Referências

GUIMARÃES, A. S. A. Modernidades negras: a formação racial brasileira (1930-1970). São Paulo: Ed. 34, 2021.

MUAZE, Mariana de Aguiar Ferreira. Violência apaziguada: escravidão e cultivo do café nas fotografias de Marc Ferrez (1882-1885). Rev. Bras. Hist., São Paulo, v. 37, n. 74, p. 33-62, 2017.

SILVA, Diana M. M. da. Do branco ao negro, da elite ao popular: cultura visual, fotografia e futebol no início do século XX. Revista de Estudos Históricos. v. 34, n. 72, 2021, Cultura Visual, p. 107-28.

SILVA, Diana M. M. da. Futebol e cultura visual: a construção da figura do craque. Marcos Carneiro de Mendonça e Leônidas da Silva (1910-1942). Tese (Doutorado em História Social). FFLCH/USP, São Paulo, 2019.

SIMIONI, Ana Paula Cavalcanti. Modernismo brasileiro: entre a consagração e a contestação, Perspective, 2, 2013.

TÉO, Marcelo. O corpo, o visual e o sonoro na construção do moderno. ArtCultura. Uberlândia, v. 17, n. 31, p. 101-17, 2015.

VIANNA, Hermano. O mistério do samba. Rio de Janeiro: Zahar, 1995.