Nos paradoxos da linguagem relatos sobre futebol e sexualidades

Conteúdo do artigo principal

Wagner Xavier de Camargo

Resumo

Texto ensaístico, que aborda o futebol sob a ótica pessoal do autor, tecendo sarcasmos sobre este universo na inter-relação entre homo e heterossexualidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
CAMARGO, W. X. de. Nos paradoxos da linguagem: relatos sobre futebol e sexualidades. FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 9, n. 2, p. 185–195, 2024. DOI: 10.35699/2526-4494.2024.48687. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/48687. Acesso em: 14 jul. 2024.
Seção
DOSSIÊ
Biografia do Autor

Wagner Xavier de Camargo, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Wagner Xavier de Camargo dedica-se ao estudo das expressões dissidentes de gênero e sexualidade nas práticas esportivas. Atualmente é professor da Universidade Estadual de Campinas, na Faculdade de Educação. Concluiu dois estágios pós-doutorais em Antropologia Social pela Universidade Federal de São Carlos, respectivamente com financiamento FAPESP (2013-2016) e com financiamento CAPES (2016-2019). Em termos de formação acadêmica é Doutor em Antropologia (UFSCar, 2024), Doutor em Ciências Humanas (UFSC, 2012), Mestre em Educação Física (Unicamp, 1999), Bacharel em Sociologia (Unicamp, 1996) e Licenciado em Antropologia (Unicamp, 1995). É membro efetivo da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), membro-fundador da Rede Brasil-Alemanha de Internacionalização do Ensino Superior (REBRALINT), pesquisador-colaborador do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (Deutscher Akademischer Austausch Dienst/DAAD) e faz parte da equipe de pesquisa do LELuS (Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e de Sociabilidades) e do N.E.U. (Novos Estudos sobre Esporte, Lazer e Teoria Social em Norbert Elias). No INCT-Futebol Brasileiro, coordena a linha temática Futebóis de mulheres, indígenas, paralímpico e LGBTQIA+. Em 2013 teve a tese premiada pela Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), na categoria melhor tese interdisciplinar. Em 2021 publicou seu primeiro livro, Leituras de Gênero e Sexualidade nos Esportes, por meio de edital público da EdUFSCar.

Share |

Referências

LACERDA, Luiz Carlos. Reis de paus [poesia]. Recife: Mariposa Cartonera, 2017.

MATOGROSSO, Ney. Homem com H. Composição: Antônio Barros. Ney Matogrosso. Brasil, Ariola, faixa 5, 1981.