Marcelo Gomes Dolabela Lajinha revisitada, poesia e futebol (estudos dolabélicos 1)

Conteúdo do artigo principal

Gustavo Cerqueira Guimarães

Resumo

Este artigo analisa o poema "Lajinha revisited # 17”/ “Lajinha revisitada", de Marcelo Dolabela (1957-2020), artista da geração da Poesia Marginal, no qual os seis primeiros versos retratam um menino sentado à mesa do café sonhando em ser jogador de futebol. No entanto, ocorre uma mudança abrupta no destino do herói. Esse é o mote para que o artigo aborde as transformações sociais vivenciadas pelo próprio Dolabela nos anos 1970, incluindo a mudança de sua cidade natal na região da Serra do Caparaó, divisa com o Espírito Santo, para a capital, de Lajinha/MG para Belo Horizonte. Para tanto, mobilizaremos referências sobre alguns símbolos do município e da região, narrativas de testemunhas de eventos da vida do poeta, com peculiaridades de sua biografia, paratextos de suas obras e, especialmente, análises e comentários de alguns de seus poemas, ressaltando a importância das conexões geográficas e históricas na construção de sua poética. Afinal, quando se vive entre duas culturas, o indivíduo não se integra totalmente a nenhuma delas, vivendo numa posição de "marginalidade".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
GUIMARÃES, G. C. Marcelo Gomes Dolabela: Lajinha revisitada, poesia e futebol (estudos dolabélicos 1). FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 9, n. 2, p. 98–130, 2024. DOI: 10.35699/2526-4494.2024.49131. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/49131. Acesso em: 14 jul. 2024.
Seção
DOSSIÊ
Biografia do Autor

Gustavo Cerqueira Guimarães, Universidade Eduardo Mondlane/Moçambique

Doutorado (2013) e Mestrado (2005) em Estudos Literários pela Faculdade de Letras da UFMG. Graduado em Psicologia Clínica (1999) e Letras (2012) pela PUC-Minas. Realizou pesquisa de Pós-doutorado (PNPD/Capes) em Estudos Literários na UFMG (2013-2018) e Leitorado Guimarães Rosa na Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo/Moçambique, pelo Itamaraty. Foi coeditor da Em Tese, revista do Pós-Lit/UFMG, organizando os dossiês: Literatura e futebol e Roland Barthes por nós mesmos

Share |

Referências

ALVIM, Renato de Souza; GUIMARÃES, Gustavo Cerqueira. Scoring a brace for Dolabela/Dois do Dolabela. [Trad.]. FuLiA/UFMG [Dossiê: Futebóis, carnavalizações, performances: sons da cultura popular], Faculdade de Letras da UFMG, Belo Horizonte, v. 8, n. 1, p. 227-232, 2023. Disponível em: https://shre.ink/2QbW.

ANJOS, Cyro dos. O amanuense Belmiro. São Paulo: Globo, 2006 [1937].

A PALAVRA DO ARTISTA: a poesia de Marcelo Dolabela (1957-2020). [YouTube]. Gustavo Cerqueira Guimarães e Kaio Carvalho Carmona. Centro Cultural Brasil-Moçambique; Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, Moçambique, 2021, 75’. Disponível em: https://bit.ly/3vxu7XW.

BELCHIOR. Conheço o meu lugar. Era uma vez um homem e o seu tempo, Composição: Belchior. WEA, Brasil, 1979, faixa 6.

BOÊ, Luíza; QERACÊ. Fortaleza. Lajinha: PeDRa LeTRa, 2023. Disponível em: https://youtu.be/s3TJVC1eOvk.

BRANDÃO, Jacyntho Lins. Adeus a Marcelo Dolabela. Portal BHAZ, 06 fev. 2020. Disponível em: https://shre.ink/2Q6P.

BRASÍLIA. Plano de manejo: Parque Nacional do Caparaó. Brasília: Secretaria do Meio Ambiente, 2015.

BRASÍLIA. Plano de Manejo do Parque Nacional de Caparaó. Brasília: Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) / Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza (FBCN), 1981.

CAETANO, Ana. Comentários por e-mail [sobre “Marcelo Gomes Dolabela: Lajinha revisitada, poesia e futebol”], 09 fev. 2024, s/p.

CAMELO, Mel de Castro. Flora fanerogâmica de araceae do Parque Nacional do Caparaó, MG−ES, Brasil. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais), Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel/PR, 2018.

CAROLINA, Ana; VILAÇA, Clayton; SOARES, Eduardo; GARCIAS, Tiago. As margens da poesia. In: SOUZA, Patrícia Fonseca de QUEIROZ, Sônia. Editoras mineiras: o lugar da poesia. Belo Horizonte: Labed/UFMG, 2012, p. 81-9.

CONFLITO AGRÁRIO NA REGIÃO DO CONTESTADO entre Espírito Santo e Minas Gerais. Projeto “História nas Redes”, UFES, com Adilson Vilaça de Freitas e Walace Tarcisio Pontes, nov. 2020. Disponível em: https://encurtador.com.br/gjMRU.

CORTEZ, Clara Albinati. Cemflores: poéticas políticas em Belo Horizonte nos anos oitenta. Tese (Doutorado em Artes plásticas, visuais e interartes), Escola de Belas Artes da UFMG, Belo Horizonte, 2021.

COSTA, José Caldas da. Caparaó: a primeira guerrilha contra a ditadura. São Paulo: Boitempo Editorial, 2007.

DIÁRIO DE MANHUAÇU. Lajinha institui Dia Municipal de Cultura, 31 ago. 2021. Disponível em: https://bit.ly/3R5THvR.

DOIS ANOS SEM MARCELO DOLABELA, com Kaio Carmona. [YouTube]. Academia Mineira de Letras, Belo Horizonte, 2022, 14’. Disponível em: https://bit.ly/3RNzuK8.

DOLABELA, Marcelo. Jogo que jogo. Organização e apresentação: Gustavo Cerqueira Guimarães. Posfácio: Wilberth Salgueiro. Belo Horizonte: Impressões de Minas, 2024.

DOLABELA, Marcelo. Lira dos 60 anos: meus poemas favoritos. Belo Horizonte: Edição do Autor, 2017.

DOLABELA, Marcelo. Acre ácido azedo. Belo Horizonte: Ed. do Autor, abr. 2015.

DOLABELA, Marcelo. Futebol & Cia. Em Tese [Dossiê: A literatura e a vida: formas de usar], Faculdade de Letras da UFMG, Belo Horizonte, v. 19, n. 1, p. 356-61, abr. 2013. Disponível em: https://bit.ly/3QHMT7P.

DOLABELA, Marcelo. Minivida. Lorem ipsus: antologia poética & outros poemas. Belo Horizonte: Editora Minimemória, 2006.

DOLABELA, Marcelo. Batuques de limeriques. Ilustração: Clô Paoliello. São Paulo: Paulinas, 2005. (Coleção esconde-esconde).

DOLABELA. Poeminhas & outros poemas. Seleção: Ana Caetano. Belo Horizonte: Fahrenheit, 451, 1994.

DOLABELA, Marcelo. Coração malasarte. Belo Horizonte: Cemflores, 1980.

DOLABELA, Marcelo. Grão. Belo Horizonte: Edição do Autor, 1980a.

DOLABELA, Marcelo. Réveillon. Belo Horizonte: PrOVERbo, 1980b.

DOLABELA, Marcelo. 68, o título que ninguém ganhou [1998], inédito.

DOLABELA, Marcelo; DOLABELA, Marconi. Simples. Belo Horizonte: Sonho de Valsa, 1980.

DOLABELA, Marcelo; DOLABELA, Marconi. A carne dos raios. Belo Horizonte: Edição do Autor, 1980a.

DOLABELA, Marcelo; DOLABELA, Marconi. Mel e sol. Belo Horizonte: Edição do Autor, 1981.

DOLABELA, Regina. Marcelo: irmão, amigo, poeta e professor. Dia Municipal da Cultura: Marcelo Dolabela (17/09/1957-18/01-2020). Lajinha/MG: Prefeitura Municipal de Lajinha, 2021, p. 9-11.

DOLABELA, René. Memórias renascidas: René Dolabela 2010-2011. Editores: Marcelo Dolabela; Regina Dolabela. Lajinha; Belo Horizonte: Edição do Autor, 2010.

FERREIRA, Mauro. Marcelo Dolabela, um herói ativista do ABZ do rock brasileiro. G1, Rio de Janeiro, 19 jan. 2020. Disponível em: https://bit.ly/3Lutdkr.

FONSECA, Jair Tadeu da. Marcelo Dolabela, o fazedor: vanguarda, rock e Raul de Leoni. Suplemento Literário de Minas Gerais: 300 anos de literatura. Edição especial organizada por Jacyntho Lins Brandão, Belo Horizonte, nov. 2020, p. 40-1.

FREDERICO, Flávio. Caparaó. Documentário. Estúdio Kinoscópio Cinematográfica, 2007, 77’. [YouTube]. Disponível em: https://bit.ly/4aK0R0e.

GENETTE, Gérard. Paratextos editoriais. Trad.: Álvaro Faleiros. Cotia/SP: Ateliê Editorial, 2009 [1987].

GUERRA, Regina. Depoimento para Lajinha. Dia Municipal da Cultura: Marcelo Dolabela (17/09/1957-18/01-2020). Lajinha/MG: Prefeitura Municipal de Lajinha, 2021, p. 6-8.

GUIMARÃES, Gustavo Cerqueira. Pequeno perfil de um cidadão (in)comum [soneto a Marcelo Gomes Dolabela]. Dia Municipal da Cultura: Marcelo Dolabela (17/09/1957-18/01-2020). Lajinha/MG: Prefeitura Municipal de Lajinha, 2021, contracapa.

GUIMARÃES, Gustavo Cerqueira; SCHLEE, Aldyr Garcia; PIAZZI, Giulia. Conversa com Aldyr Schlee (parte I): futebol local e narrativas de fronteiras [c/ áudio]. FuLiA/UFMG [Dossiê: Futebol em contextos locais e regionais], v. 2, n. 2, p. 127-55, 2018.

GUIMARÃES, Plínio Ferreira. Caparaó, a lembrança do medo: a memória dos moradores da região da Serra do Caparaó sobre o primeiro movimento de luta armada contra a ditadura militar – a Guerrilha de Caparaó. Dissertação (Mestrado em História), Juiz de Fora, UFJF, 2006.

HERINGER, Leonina. [Blog]. Cidade dos vagalumes, Laranja da Terra, Itabirinha, e o fim do Contestado (MG/ES) – Parte I: Laranja da Terra, 2011. Disponível em: https://bit.ly/48w5n1b.

HINO DO MUNICÍPIO DE IBATIBA. Letra e música: David Gomes Saraiva. Disponível em: https://goo.gl/ntMda.

HINO DO MUNICÍPIO DE LAJINHA. Prefeitura Municipal de Lajinha. Composição: Jânio Vilas Boas. Disponível em: https://bit.ly/3RHFjbR. Gravação: Jânio Vilas Boas. Arranjo e orquestração: João Anastácio da Silva Neto. [YouTube]. Disponível em: https://bit.ly/48Egepn.

IBGE. Lajinha. Disponível em: https://bit.ly/3tDjeU7.

LAJINHA 2000: retrospectiva histórica. Editor geral: Adauton de Souza Santos. Lajinha: Clave Editora, 2000.

LAJINHA por dentro da história. Coordenação geral: Geralda Sathler Alvim. Prefeitura de Lajinha, 2021.

LEMINSKI, Paulo. Desfortuna crítica. [Trecho de carta]. In: DOLABELA, Marcelo. Lorem ipsus: antologia poética & outros poemas. Belo Horizonte: Editora Minimemória, 2006, p. 213.

MACHADO, Gláucia. Com a borracha que se escreve. In: DOLABELA, Marcelo. Lorem ipsus: antologia poética & outros poemas. Belo Horizonte: Editora Minimemória, 2006, p. 9-14.

MARCELO DOLABELA (portal do autor): https://marcelodolabela.com.br/.

MATTOSO, Glauco. O que é Poesia Marginal. São Paulo: Brasiliense, 1981.

NASCIMENTO, Milton. Para Lennon e McCartney. Composição: Lô Borges, Márcio Borges e Fernando Brant. Milton, Brasil, 1970, faixa 1.

NOGUEIRA, João. Súplica. Composição: Paulo César Pinheiro e João Nogueira. Clube do samba, Brasil, 1979, faixa 1.

OLIVEIRA, Erick Maximiano. Antes de chegar na sua mesa, passa pelas nossas mãos. Documentário. Lajinha/MG: GMA Produções, 2020, 14’. [YouTube]. Disponível em: https://bit.ly/41MS5um.

PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ. Disponível em: https://bit.ly/3RKyx5d.

PIPOCA & NANQUIM. [YouTube]. Tudo sobre Shazam nos quadrinhos (origem + principais títulos), 2019. Disponível em: https://bit.ly/45soreO.

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, Esporte e Turismo da Prefeitura Municipal de Lajinha. Dia Municipal da Cultura: Marcelo Dolabela (17/09/1957-18/01-2020). [Livreto]. Pesquisa: Herbert Soares. Lajinha/MG, set. 2021. 12 p.

SETUR – Secretaria de Estado do Turismo do Espírito Santo. Disponível em: https://setur.es.gov.br/regiao-do-caparao.

SOUZA, Patrícia Fonseca de. Associação Cultural Pandora. In: SOUZA, Patrícia Fonseca de; QUEIROZ, Sônia. Editoras mineiras: o lugar da poesia. Belo Horizonte: Labed/UFMG, 2012, p. 33-6.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>