Arquivo e memória: movimentos da escrita de Samuel Rawet a partir da transcrição do poema “A eclusa”, de Paul Celan

  • Bianca Iung Bruel Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) http://orcid.org/0000-0001-9561-4686
  • Rosana Kohl Bines Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
Palavras-chave: Samuel Rawet. Arquivo. Paul Celan.

Resumo

Este artigo investiga possíveis demonstrações de um modus operandi da escrita de Samuel Rawet a partir da análise das relações entre anotações do autor e a composição de seu texto literário. O estudo apresenta, de forma inédita, uma seleção de itens do arquivo de Rawet, recentemente doados ao Arquivo Museu de Literatura Brasileira da Fundação Casa de Rui Barbosa, localizado no Rio de Janeiro. Nosso propósito é refletir e considerar algumas das estratégias de escrita e de atividades literárias do autor. A transcrição do poema “A eclusa”, de Paul Celan, feita à mão por Rawet em papel avulso, e sua possível conexão com a produção de Kadish: Oração pelos vivos das Olimpíadas de Munique, assim como suas anotações deixadas em caderneta relatando percepções sobre memória, formam o corpus dessa investigação.

Biografia do Autor

Bianca Iung Bruel, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Literatura, Cultura e Contemporaneidade da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Rosana Kohl Bines, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
Professora no Departamento de Letras do Programa de Pós-Graduação em Literatura, Cultura e Contemporaneidade da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Referências

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Trad. Mario Laranjeira. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BINES, Rosana K. Entre o cheder e a rua: figurações do judaico e do brasileiro na prosa de Samuel Rawet. In: LEWIN, Helena (Coord.). Identidade e cidadania: como se expressa o judaísmo brasileiro. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2009. p. 219-224.

HAY, Louis. A montante da escrita. In: ______. Devagar obras. Trad. Júlio Castanon Guimarães. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1999.

RAWET, Samuel. In: ______. Samuel Rawet: fortuna crítica em jornais e revistas. Francisco Venceslau dos Santos (Org.). Rio de Janeiro: Editora Caetés, 2008.

VASCONCELOS, Eliane; SANTOS, Marcelo (Org.). Arquivo, manuscrito e pesquisa. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2014.

WALDMAN, Berta. Linhas de força: escritos sobre Literatura Hebraica. São Paulo: Humanitas, 2004.

Publicado
2019-05-29
Como Citar
Bruel, B. I., & Kohl Bines, R. (2019). Arquivo e memória: movimentos da escrita de Samuel Rawet a partir da transcrição do poema “A eclusa”, de Paul Celan. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 13(24), 2-17. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/maaravi/article/view/14518