Plantas Medicinais no Ensino de Química e Biologia: Propostas Interdisciplinares na Educação de Jovens e Adultos

  • Maria Cristina dos Santos Cavaglier Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
  • Jorge Cardoso Messeder Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Plantas Medicinais, Educação de Jovens e Adultos, Interdisciplinaridade, Ensino de Química e Biologia.

Resumo

O uso de plantas medicinais para fins terapêuticos é um conhecimento popular que vem sendo passado através de gerações. Mesmo diante do avanço da medicina, no Brasil, as plantas medicinais costumam ser a fonte de recursos para uma parcela da população, devido a diversos fatores. A Educação de Jovens e Adultos é uma área de ensino com necessidades educacionais adequadas ao público a que se destina. Logo, a mesma metodologia utilizada no ensino regular e a falta de materiais didáticos adequados são fatores presenciados nas turmas dessa área da educação. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é apresentar alternativas de abordagens interdisciplinares e contextualizadas para o ensino de Química e Biologia na Educação de Jovens e Adultos, através do tema plantas medicinais. O resgate e a valorização dos saberes populares que os alunos possuem sobre esse tema podem contribuir no desenvolvimento de uma prática educativa mais significativa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina dos Santos Cavaglier, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2004), possui mestrado em ensino de Ciências pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro (Nilópolis/RJ), concluído em 2011. Atua como professora de ciências na rede municipal de educação do Rio de Janeiro desde 2007.
Jorge Cardoso Messeder, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
Possui graduação em Química Industrial pela UFF, mestrado e doutorado em Ciências pelo Instituto Militar de Engenharia (IME).  É professor/pesquisador do Instituto Federal do Rio de Janeiro (Nilópolis/RJ), onde desenvolve trabalhos específicos na formação de educadores em Química e estudos em Ensino de Ciências nos seus múltiplos aspectos, junto aos cursos de Licenciatura em Química e do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências (PROPEC). 
Publicado
2014-06-03
Como Citar
Cavaglier, M. C. dos S., & Messeder, J. C. (2014). Plantas Medicinais no Ensino de Química e Biologia: Propostas Interdisciplinares na Educação de Jovens e Adultos. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 14(1), 055-071. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4282
Seção
Artigos