Método Team Based Learning no ensino e aprendizagem de Química Inorgânica aplicada

uma visão sócio-interacionista

Palavras-chave: Aprendizagem colaborativa, Metodologia ativa, Zona de desenvolvimento proximal, Terras raras, Ensino de Química

Resumo

Neste trabalho utilizou-se o método Team-Based Learning (TBL) para a aplicação de um minicurso sobre luminóforos baseados em terras raras, ministrado a ingressantes do curso de Licenciatura em Química da FCT/UNESP. No TBL é promovido o desenvolvimento dos alunos por meio do trabalho em grupo e do aprimoramento de suas individualidades. Esse método alinha-se ao referencial teórico de Vygotsky, que estabelece um estreitamento entre linguagem e pensamento, e um limiar entre o que um indivíduo é capaz de fazer sozinho e com auxílio externo, chamado de Zona de Desenvolvimento Proximal, ZDP. Tais conceitos foram considerados durante o minicurso, gerando dados que foram coletados na forma de questionários e gravações de áudio. Os resultados indicaram que o trabalho coletivo se sobressai. Essas conclusões concordam com o proposto pelo método utilizado e com o referencial teórico, ou seja, o trabalho em grupo promove melhorias no aprendizado dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara Sprocati, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Presidente Prudente, SP, Brasil.

Licenciada em Química pela FCT-UNESP, Presidente Prudente, tem experiência na área de Química, especificamente em Química Inorgânica e Ensino de Química, atuando principalmente nos temas: materiais luminescentes, íons terras raras, aprendizagem colaborativa e ensino construtivista.

Gustavo Bizarria Gibin, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Presidente Prudente, SP, Brasil.

É Professor Assistente Doutor da FCT-UNESP, Presidente Prudente, atuando no curso de Licenciatura em Química. É credenciado no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Processos Formativos. Tem experiência na área de Educação Química e pesquisa os temas: experimentação e abordagem experimental investigativa e processos de ensino e aprendizagem.

Ana Maria Pires, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Presidente Prudente, SP, Brasil.

Professora Assistente Doutora da FCT-UNESP, Presidente Prudente, docente dos Programas de Pós-Graduação em Química do IBILCE-UNESP, S.J. Rio Preto e do IQ-UNESP Araraquara. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química Inorgânica e Química de Materiais, atuando nos seguintes temas: materiais luminescentes, espectroscopia, nanomateriais, sondas luminescentes, íons terras raras, complexos luminescentes. É bolsista Produtividade CNPq, nível 2.

Referências

ATKINS, Peter William; JONES, Loretta. Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.

BÜNZLI, Jean-Claude Georges. Lanthanide Luminescence for Biomedical Analyses and Imaging. Chemical Review, Washington, v. 110, n. 5, p. 2729-2755, nov./dez. 2010. DOI: https://doi.org/10.1021/cr900362e.

CHAIKLIN, Seth. The zone of proximal development in Vygotsky’s analysis of learning and instruction. In: KOZULIN, A. et al. (org.). Vygotsky’s educational theory in cultural context. Cambridge: Cambridge University Press, 2003.

COELHO, Luana; PISONI, Silene. Vygotsky: sua teoria e a influência na educação. Revista e-Ped – FACOS/CNEC Osório, Osório/RS, v. 2, n. 1, p. 144-152, ago. 2012.

CONNELLY, Neil G. et al. IUPAC Nomenclature of Inorganic Chemistry, Recommendations 2005. Cambridge: RSC Publishing, 2005.

DIBIANCA, Frank A. et al. General Electric Company: rare earth ceramic scintillator. United States, patent US 4525628. Jun. 25, 1985.

FINO, Carlos Nogueira. Vygotsky e a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP): três implicações pedagógicas. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 2, p. 273-291, 2001.

KRUG, Rodrigo de Rosso et al. O “Bê-Á-Bá” da Aprendizagem Baseada em Equipe. Revista Brasileira de Educação Médica, Porto Alegre, v. 40, n. 4, p. 602-610, fev. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-52712015v40n4e00452015.

MICHAELSEN, Larry K. Getting Started with Team-Based Learning. In: MICHAELSEN, Larry K.; KNIGHT, Arletta Bauman; FINK, L. Dee. Team-Based Learning: a transformative use of small groups in college teaching. Sterling, VA: Stylus Publishing, LLC, 2004. p. 2750.

OLIVEIRA, Tobias Espinosa de; ARAUJO, Ives Solano; VEIT, Eliane Angela. Aprendizagem Baseada em Equipes (Team-Based Learning): um método ativo para o Ensino de Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 962-986, dez. 2016. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2016v33n3p962.

RONDA, Cees. Luminescence: From Theory to Applications. Weinheim: WILEY-VCH Verlag GmbH & Co. KGaA, 2008.

SÁ, Luciana Passos; FRANCISCO, Cristiane Andretta; QUEIROZ, Salete Linhares. Estudos de caso em Química. Química Nova, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 731-739, mar. 2007. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422007000300039.

SANTOS, Anderson Oliveira et al. Dificuldades e motivações de aprendizagem em Química de alunos do ensino médio investigadas em ações do (PIBID/UFS/Química). Scientia Plena, São Paulo, v. 9, n. 7, p. 1-7, mar. 2013.

SOUSA FILHO, Paulo César de; LIMA, Juliana Ferreira; SERRA, Osvaldo Antônio. From Lighting to Photoprotection: fundamentals and applications of rare earth materials. Journal of the Brazilian Chemical Society, São Paulo, v. 26, n. 12, p. 2471-2495, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0103-5053.20150328.

SOUSA FILHO, Paulo César de; SERRA, Osvaldo Antônio. Terras raras no Brasil: histórico, produção e perspectivas. Química Nova, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 753-760, jan. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-4042.20140121.

TEIXEIRA JÚNIOR, José Gonçalves; SILVA, Rejane Maria Ghisolfi da. Perfil de leitores em um curso de Licenciatura em Química. Química Nova, São Paulo, v. 30, n. 5, p. 1365-1368, abr. 2007. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422007000500052.

TILLEY, Richard J. D. Colour and the Optical Properties of Materials. 2. ed. United Kingdom: John Wiley & Sons, Ltd., 2011.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Mind in Society: the development of higher psychological processes. Cambridge, MA: Harvard University Press, 1978.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Thought and Language. The MIT Press, 1986.

ZUCCO, Cesar; PESSINE, Francisco Benedito Teixeira; ANDRADE, Jailson Bittencourt de. Diretrizes Curriculares para os Cursos de Química. Química Nova, São Paulo, v. 22, n. 3, p. 454-461, abr. 1999. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40421999000300027.

Publicado
2020-06-24
Como Citar
SPROCATI, B.; GIBIN, G. B.; PIRES, A. M. Método Team Based Learning no ensino e aprendizagem de Química Inorgânica aplicada. Revista Docência do Ensino Superior, v. 10, p. 1-32, 24 jun. 2020.
Seção
Artigos