O currículo nos mestrados acadêmicos de Administração na região Sul do Brasil

crítica à formação do docente de Administração

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.19920

Palavras-chave:

Saberes docentes, Formação de professores, Administração

Resumo

O objetivo foi analisar os aspectos curriculares da formação de professores nos programas de mestrado acadêmico da região Sul do Brasil. Para tanto, foi realizado um estudo de caso descritivo e de natureza qualitativa, com o objetivo de identificar, nos mestrados acadêmicos situados na região Sul do país, quais disciplinas de formação docente existem e como elas são desenvolvidas nos projetos políticos pedagógicos. Os resultados apontam para uma desvinculação dos programas de pós-graduação com o desenvolvimento dos saberes docentes e as competências didático-pedagógicas importantes para o ensino na graduação em Administração. Ainda existe forte vinculação dos mestrados a uma tendência de produtivismo acadêmico, revelando ótica fordista no sistema educacional superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosely Cândida Sobral, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Foz do Iguaçu, PR, Brasil.

Graduada em Administração (UNESPAR/FECILCAM-1996), Mestre em Administração (UEM/UEL-2006) e Doutora em Sociedade, Cultura e Fronteiras (UNIOESTE-2019). Professora adjunta do Colegiado de Administração, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Unioeste, campus de Foz do Iguaçu.

Tamara Cardoso André, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Foz do Iguaçu, PR, Brasil.

Graduada em Pedagogia (PUCRS-2001), Mestre em Educação (UFPR-2007) e Doutora em Educação (UFPR-2011). Professora adjunta do Colegiado de Pedagogia, do Centro de Letras, Educação e Saúde e do Mestrado em Ensino da Unioeste, campus de Foz do Iguaçu.

Referências

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de novembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 20 nov. 1996.

CERTEAU, Michel de. A cultura no plural. São Paulo: Papirus, 2000.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. CAPES. Plataforma Sucupira. Versão Beta. 2014. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira. Acesso em: 23 ago. 2019.

CUNHA, Maria Isabel da; SOARES, Sandra Regina; RIBEIRO, Marinalva Lopes (org.). Docência Universitária: profissionalização e práticas educativas. Feira de Santana: UEFS Editora, 2009.

CUNHA, Maria Isabel da. Docência na Educação Superior: a professoralidade em construção. Revista Educação, v. 41, p. 6-11, 2018. DOI: https://doi.org/10.15448/1981-2582.2018.1.29725.

CUNHA, Maria Isabel da. A formação docente na universidade e a resignificação do senso comum. Educar em Revista, [S.I.], v. 35, p. 121-133, 2019. DOI: 10.1590/0104-4060.67029.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. Tradução: Moacir Gadotti. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 40. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e crise do trabalho: perspectiva de final de século. Rio de Janeiro: Vozes, 1998.

ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; BOLZAN, Doris Pires Vargas. Pedagogia universitária e desenvolvimento profissional docente. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2009.

JOAQUIM, Nathalia de Fátima. Desafios da formação docente: estágio docência e a prática de ensino em Administração. 2011. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Lavras, Programa de Pós-graduação em Administração, Lavras, 2011.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, adeus professora: novas exigências educacionais da profissão docente. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2015.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Elisa Dalmazo Afonso. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 2013.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29. ed. Rio de Janeiro: Editora Petrópolis, 2010.

MOROSINI, Marília Costa (org.). Docência universitária e os desafios da realidade nacional. In: Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. 2. ed. Brasília: Plano Editora, 2001.

NICOLINI, Alexandre. Qual será o futuro das fábricas de administradores? Revista de Administração de Empresas

RAE, Rio de Janeiro, v. 43, n. 2, p. 44-54, 2003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000200003.

PATRUS, Roberto; LIMA, Manolita Correa. A formação de professores e pesquisadores em Administração: contradições e alternativas. Revista Economia e Gestão, Belo Horizonte, v. 14, n. 34, p. 4-29, 2014. DOI: https://doi.org/10.5752/P.1984-6606.2014v14n34p4.

PIMENTA, Selma Garrido (org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léia Gonçalves Camargo. Docência no ensino superior. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

RICHARDSON, Roberto Jerry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SOARES, Sandra Regina; MARTINS, Édiva de Sousa (org.). Qualidade do ensino. Salvador: Editora da UFBA, 2014.

SOBRAL, Rosely Cândida. A formação para docência em Administração no Brasil: os saberes docentes em uma Universidade de Fronteira. 2019. Tese (Doutorado em Sociedade, Cultura e Fronteiras) – Centro de Educação, Letras e Saúde, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2019.

SOUZA-SILVA, Jader Cristiano; DAVEL, Eduardo. Concepções, práticas e desafios na formação do professor: examinando o caso do ensino superior de administração no Brasil. Organização & Sociedade, v. 12, n. 35, p. 113-134, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S1984-92302005000400007.

TARDIF, Maurice. Savoirs enseignants et professionnalisation de l'enseignement. Revue des sciences de l'éducation. Montréal, v. 19, n. 1, p. 153-172, 1993. DOI: https://doi.org/10.7202/031605ar.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 16. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O trabalho docente: Elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 9. ed. São Paulo: Editora Vozes, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Resolução 65/09-CEPE. Normas gerais únicas para os cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) da Universidade Federal do Paraná. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2009.

Publicado

2020-10-09

Como Citar

SOBRAL, R. C. .; ANDRÉ, T. C. . O currículo nos mestrados acadêmicos de Administração na região Sul do Brasil: crítica à formação do docente de Administração. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–21, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.19920. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/19920. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos