Memória discente e formação docente

análise de relatos de estudantes de pós-graduação

Palavras-chave: Aluno, Professor, Formação docente, Memória

Resumo

Este trabalho pretende discutir como as memórias e experiências escolares fazem parte da formação dos futuros professores. Para isso, serão considerados memoriais escritos por alunos de pós-graduação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que participaram de um curso semipresencial de formação docente. Analisando esse material, percebeu-se que sua construção assumiu um papel de prática reflexiva e formativa, permitindo aos alunos perceber que, muitas vezes, as práticas de seus antigos professores funcionavam como paradigmas para seu trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taciana Brasil dos Santos, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutora em Ciências da Religião pela PUC Minas. Mestre em Educação pela FaE/UFMG. Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009) e em Teologia pela Faculdade Unida de Vitória (2009). Dedica-se principalmente aos seguintes temas: educação, religião, história e teologia.

Referências

BRASIL. Decreto n. 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília: MEC, 2007.

CASTRO, Heublyn. Formación de maestros y maestras: rostros del passado que permanecen y reconfiguran la profesión docente. Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud. Manizales: Universidad de Manizales y el Cinde, v. 8, n. 1, p. 557-576, jan.-jun. 2010.

CATANI, Denice Barbara et al. História, memória e autobiografia na pesquisa educacional e na formação. In: CATANI, D. B. et al. (Org.). Docência, memória e gênero: estudos sobre formação. São Paulo: Escrituras, 1997. p. 13-48.

CINTRA, Simone Cristiane Silveira; ALBANO, Ana Angélica. Memória e (re)criação na formação de professores: trilhando caminhos. Cadernos Cedes, Campinas, v. 30, n. 80, p. 105-111, jan.-abr. 2010.

COELHO, Maria de Lourdes. Processos de constituição docência universitária: o REUNI na UFMG. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012.

COSTA, Silvano Sulzart Oliveira. Caminhos para o conhecimento de si: narrativas auto (biográficas) na formação inicial/continuada de professores. VI Colóquio Internacional “Educação e Contemporaneidade”. São Cristóvão: Universidade Federal de Sergipe, 2012.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Biografía y educación: figuras del individuo-proyecto. Buenos Aires: Editorial de la Facultad de Filosofía y Letras Universidad de Buenos Aires / Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, 2009.

FERNANDES, Domingos. Narrativas biográficas na formação inicial de professores de matemática: reflexões a partir de um olhar retrospectivo. In: SOUZA, Elizeu Clementino de (Org.). Memória, (auto)biografia e diversidade: questões de método e trabalho docente. Salvador: EDUFBA, 2011. p. 115-159.

GIZ. Formação docente. Disponível em <http://giz.lcc.ufmg.br/site/index.php/FORMACAO/Formacao-Docente>. Acesso em: 10/02/2013.

GIZ. O Giz da era digital. Disponível em: <http://giz.lcc.ufmg.br/site/index.php/O-GIZDIGITAL>. Acesso em: 10/02/2013.

PINEAU, Gastón. Histórias de vida e alternância. In: SOUZA, Elizeu Clementino de (Org.). Memória, (auto)biografia e diversidade: questões de método e trabalho docente. Salvador: EDUFBA, 2011. p. 115-159.

PINHEIRO, Antônio Narcísio; MEDEIROS, Ethanielda de Lima; OLIVEIRA, Alcineia Conceição. Estudo de casos da formação de professores de química. Química Nova, São Paulo, Sociedade Brasileira de Química, v. 33, n. 9, p. 1996-2002, 2010.

UFMG-REUNI. REUNI: o projeto final enviado. Belo Horizonte: UFMG, 2009. Disponível em: <http://www.ufmg.br/reuni/>. Acesso em: 10/02/2013.

Publicado
2013-10-15
Como Citar
SANTOS, T. B. DOS. Memória discente e formação docente. Revista Docência do Ensino Superior, v. 3, p. 47-61, 15 out. 2013.
Edição
Seção
Artigos